As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças

[Atualizado] Empire trará informações de RdM em fevereiro

Com as gravações de Harry Potter e as Relíquias da Morte avançando freneticamente, surgem também cada vez mais as primeiras reportagens e artigos dedicados à adaptação da útima parte da série.[meio-2]A revista inglesa Empire atualizou seu site com a capa de edição de fevereiro. Há uma pequena chamada onde se lê Potter 7. Você pode vê-la em nossa Galeria, a partir deste link.

É possível que a revista traga algumas fotos do longa; e, entre as informações presentes, poderão estar a duração do filme, entrevistas com os atores, comentários sobre o que já foi e o que ainda será gravado.

Continuem no Potterish; estaremos aguardando para transmitir o conteúdo da revista assim que disponível!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atualizado: O Mugglenet divulgou um scan da reportagem. Você já pode vê-lo em nossa Galeria, clicando aqui. Logo no princípio da entrevista, Daniel Radcliffe afirma:

“Estamos filmando agora o que é provavelmente a sequencia mais complicada que já fizemos em qualquer um dos filmes.”

Já o diretor, David Yates, declara que assistiu “às cenas da Parte Um na semana passada.[…] Sabemos que esses três personagens estão longe do conforto de Hogwarts. E você não pode subestimar o estranho poder disso”.

A tradução do artigo na íntegra já pode ser lida em notícia completa!

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Empire Magazine
Fevereiro de 2010
Tradução: Daniel Mählmann

LOCAÇÕES: Leavesden Studios, Inglaterra; locações diferentes da Inglaterra e País de Gales.
TALENTOS: Davidd Yates (diretor), Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint, Alan Rickman
LANÇAMENTO: Novembro de 2010

“Estamos filmando o que é provavelmente a sequência mais complicada que já fizemos em qualquer um dos filmes”, Daniel Radcliffe sorri quando a Empire se junta a ele na base Shepperton da franquia Potter. “Todos estão se transformando em mim e ninguém realmente sabe o que está acontecendo. Estou vestido como eu, e, bem, é muito confuso.” Mas a confusão não é imediatamente visível em uma visita ao set, os salões cavernosos de Leavesden têm o bom funcionamento de uma máquina bem lubrificada, e não da agitação e do pânico de muitas filmagens cinematográficas. Mas eles têm filmado Potter aqui há quase uma década, e estão há quase seis meses nas gigantescas filmagens com um ano de duração do final duplo – dois filmes do livro Relíquias da Morte que vão finalmente concluir a saga Potter. Assim, mesmo que essa seja a cena onde seis personagens tomam a Poção Polissuco e se transformam em duplicatas de Harry, tudo é apenas mais um dia de trabalho para esse elenco e a equipe técnica.

“Hoje parece que estamos passando por isso bem, na verdade. Está indo bastante rápido e muito bem”, admite Radcliffe, ainda tão alegre como no dia que assumiu o trabalho, com 10 anos de idade, mas está consideravelmente mais articulado. Se ele está sentindo qualquer tipo de cansaço, isso é mostrado apenas pelo seu gosto por Coca Diet, graça que pode ser fornecida por um bajulador com uma espécie de gratidão normalmente reservada ao bombeiro que resgata seus filhos gêmeos e seu cão fiel de uma torre em chamas. “É o filme mais difícil de fazer, com certeza. Não tenho certeza se alguém iria discordar de mim nisso. Mas enquanto você iguala esse tipo de dureza com o seu entusiasmo, então ela meio que vai embora. Quando o sétimo livro saiu, o (produtor) David Heyman o terminou de ler dois dias antes de mim. Ele me ligou e disse ‘Como você se imagina interpretando Hamlet?’, não que eu diga que é a mesma coisa, porque não é. Acho que Hamlet é muito mais difícil. Mas sim, é uma montanha russa.”

O diretor David Yates, fazendo aqui o seu quarto e quinto filmes Potter simultaneamente, parece consideravelmente mais grisalho do que da última vez que o vimos, mas está igualmente otimista. “A coisa é, ele são realmente dois filmes muito diferentes. Eu sei que é o mesmo livro, mas cada um soa um pouco diferente. Jo (Rowling) descreveu o livro como um pouco de um filme de estrada e, portanto, o primeiro dos dois filmes vai parecer bastante com isso. Eu assisti à primeira montagem da Parte Um na semana passada, e a dinâmica mais interessante é que você está levando esses três personagens que nós conhecemos muito bem para longe da zona de conforto de Hogwarts. E você realmente não pode subestimar o estranho poder disso.”