Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

Roteiro EdP Parte 6: Tradução das cenas 61 ~ 72

Hoje chegamos à metade do periódico do Ish que visa trazer todos os sábados doze cenas do roteiro original de Harry Potter e o Enigma do Príncipe completamente traduzidas, para que os fãs possam comparar com a edição final do filme e reparar nas diferenças.O material de hoje se inicia com os alunos da Grifinória comemorando no Salão Comunal a vitória da casa contra a Sonserina – a Lilá rouba um beijo de Rony, e Hermione se afasta de tudo, seguida de perto por Harry. A jovem pratica encantamentos com pássaros – cuja aparência deveria mudar de cor segundo o roteiro -, quando Rony e Lilá aparecem e o goleiro é atacado pelas aves.

Somos, então, levados à cena na biblioteca na qual Hermione conta que arranjou um novo par para a festa de Natal do Slughorn, e conta ao Harry que a Romilda quer dar a ele uma poção do amor. Harry promete levar alguém legal à festa e vai com Luna.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto isso, temos uma menção realmente nova e importante que foi cortada do filme. Draco entra na Sala Precisa e podemos observar diversos objetos. O jovem tira uma coberta de cima do Armário Sumidouro e, então, repara em um busto com uma tiara – o diadema de Ravenclaw.

Draco passa a mão pelo lustroso acabamento, ficando com POEIRA na ponta dos dedos. Olhando ao redor, ele espia o BUSTO de uma MULHER usando uma TIARA, remove o CACHECOL DE SEDA em torno do pescoço de porcelana dela e gentilmente limpa a poeira do armário.

Após fazer um teste com o Armário, nós voltamos para a festa, onde há uma nova fala do Slughorn sobre seus ex-alunos, e uma conversa entre Eldred Worple e Luna. Em seguida, há a passagem em que Harry encontra Hermione escondida, que escapa pela tangente por aparecer o Córmaco e, logo depois, o Prof. Snape.

A última cena de hoje é aquela em que o Harry escuta escondido o Snape oferecendo ajuda ao Draco após o aluno ter entrado de penetra na festa de Slughorn. Vocês podem conferir a tradução dessas cenas na extensão – onde se encontram links das traduções anteriores -, ou fazer o seu download em pdf clicando aqui!

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Roteiro original ~ Cenas 61 à 72

Warner Brothers
19 de dezembro de 2009
Tradução: Virág Venekey
Revisão: Isadora Moraes

Roteiro EdP Parte 1: Tradução das cenas 01 ~ 12
Roteiro EdP Parte 2: Tradução das cenas 13 ~ 24
Roteiro EdP Parte 3: Tradução das cenas 25 ~ 36
Roteiro EdP Parte 4: Tradução das cenas 37 ~ 48
Roteiro EdP Parte 5: Tradução das cenas 49 ~ 60

61. INTERIOR – SALA COMUNAL DA GRIFINÓRIA – NOITE

A sala está cheia de estudantes celebrando a vitória da Grifinória. Parece o Mardi Gras*. Ou o público de um show. Ou um festival. E Rony está bem no meio dele.

MULTIDÃO
Weasley! Weasley! Weasley!

Harry comemora um pouco mais afastado, sorrindo enquanto beberica cerveja amanteigada e aproveitando o fato de Rony ser o centro das atenções dessa vez.

HERMIONE
Rony parece estar se divertindo.

HARRY
Sim. Parece ser o dia de sorte
dele.

HERMIONE
Você não devia ter feito aquilo, Harry.

HARRY
Sim. Suponho que poderia ter usado,
deixe-me ver… o feitiço
Confundus?

HERMIONE
(pega de surpresa)
Aquilo foi diferente. Eram
testes. Isso foi um jogo
para valer –

Ela pára. Harry balança o frasco. O LACRE está INTEIRO, o frasco cheio.

HERMIONE
Você não pôs nada?
(enquanto ele balança
a cabeça)
Rony apenas pensou que você tinha posto?

Ele balança a cabeça afirmativamente. Ela BATE no braço dele, brincando, quando ASSOBIOS e GRITOS são ouvidos. Eles se viram para ver do que se trata e vêem, bem no centro da sala…

Rony e Lilá. Agarrando-se. Beijando-se. Harry olha fixamente, pisca, e se vira… para ninguém. Seus olhos procuram, encontram Hermione passando pela multidão em direção ao buraco do retrato.

62. EXTERIOR – CORREDOR – NOITE (SEGUNDOS DEPOIS)

Harry sai do BARULHO da festa para o SILÊNCIO do corredor. À frente há uma porta entreaberta. PIOS podem ser ouvidos.

63. INTERIOR – APOSENTO – MESMA HORA – NOITE

Hermione está sentada em uma escrivaninha, um pequeno círculo de PÁSSAROS PIANDO em volta de sua cabeça. Os pássaros mudam de cor enquanto voam, de amarelo vivo para um escarlate escuro, raivoso.

HERMIONE
Encantamento. Apenas praticando.

HARRY
Ah. Bem… São realmente bons.

HERMIONE
(focando em sua varinha)
Como você se sente Harry? Quando
vê o Dino com a Gina?
(sem olhar para ele)
Eu sei, Harry. Você é meu melhor amigo.
Eu vejo como você olha para ela.

Nesse momento a PORTA É ESCANCARADA e Rony entra apressado, puxando uma Lilá RISONHA pela mão. Eles param. Olham ao redor.

LILÁ BROWN
Opa. Acho que essa sala está ocupada.

Enquanto Lilá empurra Rony para fora, ele FALA EM VOZ BAIXA para Harry.

RONY
Qual é a dos pássaros?

Antes que Harry possa responder, Hermione se levanta, aponta sua varinha.

HERMIONE
Oppugno!

Na mesma hora os pássaros disparam rapidamente como balas vermelhas zangadas em direção a Rony, que foge, BATENDO A PORTA com força.

Quando os pássaros atingem a porta eles EXPLODEM SUAVEMENTE em pequenas NUVENS DE PENA e Hermione cobre seu rosto e SOLUÇA. Harry se aproxima dela, hesita, e então coloca o braço em torno dela de forma indecisa. Enquanto ela vira o rosto para seu peito, ele a puxa para mais perto, olhando pela sala, enquanto a última pena escarlate atinge o chão, se juntando à poça que já se encontrava ali.

HARRY
É assim que eu me sinto.

64. EXTERIOR – CASTELO – JANELA – MESMA HORA – NOITE

ATRAVÉS da janela coberta de gelo, vemos Harry consolando Hermione dentro do castelo. À medida que A CÂMERA SE AFASTA, SUBINDO EM MEIO À NEVE CAINDO, a VISÃO SE EXPANDE. Na Sala Comunal a festa continua, enquanto que três janelas abaixo, Lilá puxa Rony para um beijo. Vultos passam pelas janelas, incluindo um rapaz alto e pálido que está de pé perto de uma JANELA no SÉTIMO ANDAR: Malfoy. Assim que ele se vira, o castelo sai DA VISÃO e a CÂMERA SE INCLINA PARA o céu, em direção à neve.

65. INTERIOR – CORREDOR – DIA

Festões de Natal enfeitam os corrimões e visgos pendem do teto. Rony e Harry abrem passagem pelo corredor lotado, passando pela GAIOLA DE PÁSSAROS, e Rony caminha com um ar mais confiante, não exatamente se exibindo, mas quase.

RONY
Olha, eu não posso fazer nada se ela está
aborrecida. O que Lilá e eu temos –
bom, digamos que não deu para controlar.
É química. Vai durar? Quem sabe? A
questão é que estou livre e desimpedido.

66. INTERIOR DA BIBLIOTECA – NOITE

Harry acompanha Hermione pelas estantes.

HERMIONE
Ele tem plena liberdade para beijar
quem quiser. Estou pouco ligando.
Se eu tive a impressão de que iríamos
juntos à festa de Natal de Slughorn?
Sim. Agora, é claro, dadas as circunstâncias,
tive que arrumar outro par.

HARRY
É mesmo?

HERMIONE
Sim. Por quê?

HARRY
Pensei que, sabe, como nenhum de nós pode
levar quem realmente gostaria… poderíamos
ir juntos. Como amigos.

HERMIONE
(parando)
Por que não pensei nisso?

HARRY
Afinal, quem você vai levar?

HERMIONE
(fugindo da pergunta)
Hum… é uma surpresa. Além do mais, é com
você que temos que nos preocupar. Você não
pode levar qualquer uma. Está vendo aquela
garota ali? É Romilda Vane. Dizem que ela está
tentando dar a você uma poção do amor.

HARRY
É mesmo…?

Harry avalia uma GAROTA magra de CABELOS NEGROS E LUSTROSOS (ROMILDA VANE). Ela é delicada, uma linda obra de…

HERMIONE
(estalando os dedos)
Ei! Ela só está interessada em você
porque acha que é O Eleito. Você
sabe disso, não é?

HARRY
Mas eu sou O Eleito.

Hermione empina a cabeça para ele, exasperada.

HARRY
Ok. Brincadeira. Vou convidar alguém
que eu gosto. Alguém legal.

67. INTERIOR – ESCADARIA/CORREDOR – NOITE

Luna Lovegood, enfeitada com um conjunto de VESTES PRATEADAS RELUZENTES, e Harry, num preto básico, caminham em meio aos ACORDES da MÚSICA NATALINA, LANTERNAS VERMELHAS iluminando o caminho.

LUNA
Eu nunca estive neste lado do castelo.
Pelo menos não acordada. Eu sou sonâmbula,
sabe. É por isso que durmo de sapatos.

Assim que Harry e Luna saem de vista, VEMOS Malfoy, na sombra de uma quina. Ele os vê se afastando e então sai.

68. INTERIOR – CASTELO DE HOGWARTS – OUTRO CORREDOR – MESMA HORA – NOITE

No foco, a GAIOLA DE PÁSSAROS brilha sombriamente em meio ao jorro de luz lunar acinzentada vindo da janela. Dentro, os DOIS PÁSSAROS aconchegam-se em silêncio. Nós MUDAMOS O FOCO e vemos, POR MEIO da grade de arame, um VULTO SE APROXIMANDO.

Draco passa pelo corredor, olhos estranhamente fixados à frente. Ele parece pálido na luz da lua. Na sua mão ele segura uma MAÇÃ. Enquanto ele passa pela gaiola, nós FOCAMOS nos PÁSSAROS.

69. INTERIOR – CORREDOR DO SÉTIMO ANDAR – NOITE (MOMENTOS DEPOIS)

Draco se aproxima. Pára. Vira-se para a parede. Fecha seus olhos.

70. INTERIOR – SALA PRECISA – NOITE (SEGUNDOS DEPOIS)

A CÂMERA DESLIZA POR dúzias de ELEVADAS ESTANTES, cobertas de poeira e enfileiradas como dominós, amontoadas com todo tipo de OBJETOS estranhos. Draco aparece, suas pernas levando-o, abrindo caminho em meio às passagens estreitas.

NOVO ÂNGULO – ATRÁS DE UMA LARGA MASSA RETANGULAR

Nós NOS ERGUEMOS ACIMA dela, vemos Draco caminhar diretamente EM NOSSA DIREÇÃO e parar. Ele encara a sólida massa à sua frente. Estende o braço e segura a ponta da tapeçaria que a cobre. Puxa. A tapeçaria escorre para o chão como água, revelando…

Um ARMÁRIO, idêntico àquele na Borgin & Burkes.

Draco passa a mão pelo lustroso acabamento, ficando com POEIRA na ponta dos dedos. Olhando ao redor, ele espia o BUSTO de uma MULHER usando uma TIARA, remove o CACHECOL DE SEDA em torno do pescoço de porcelana dela e gentilmente limpa a poeira do armário. Trazendo a maçã, ele abre o armário e a coloca ali dentro. Fecha o armário. Fechando os olhos, MURMURA um ENCANTAMENTO EM VOZ BAIXA, quase imperceptível.

Ele estica o braço. Abre o armário. A maçã sumiu. Fecha o armário novamente. Espera. Dessa vez mais tempo. Finalmente, ele o abre. Retira a maçã, girando-a.

Alguém deu uma MORDIDA na maçã.

71. INTERIOR – SALA DE SLUGHORN – NOITE (MOMENTOS DEPOIS)

FLASH! UMA FOTO É BATIDA, revela Harry sorrindo ao lado de Slughorn diante de um FOTÓGRAFO (ADRIANO). O teto e as paredes estão adornados com PANOS esmeralda, carmim e dourado, logo a sala parece uma tenda… ou a parte interna de uma caixa de presente. Está BARULHENTA e cheia de pessoas.

SLUGHORN
Obrigado, Adriano!
(sussurra para Harry)
Um dos meus. Classe de 78. Eu esperava mais
dele, mas pelo menos as fotos ficam em foco.
(repentinamente)
Nossa! Com licença Harry, preciso cumprimentar
o novo Ministro dos Transportes Mágicos. Classe de 67.
(enquanto ele se afasta)
Misture-se, meu rapaz! Misture-se! Somos todos
amigos aqui. E nós governamos o mundo!

Harry observa Slughorn pegar um atalho pela sala, acenando, no caminho, para os gêmeos, que aparentemente vieram como seus próprios pares.

VOZ (FORA DE QUADRO)
Bebida?

Harry se vira e encontra Neville segurando uma bandeja.

HARRY
Neville…?

NEVILLE
Não consegui entrar para o Clube do Slugue.
Tudo bem. Ele pôs o Belby para entregar
toalhas no banheiro.

À medida que Neville se afasta, Harry percebe uma par de PÉS FEMININOS aparecendo por debaixo de um PANO CARMIM. Seu olhar sobe e ele encontra Hermione espiando. Enquanto ele sai de cena, vemos Luna conversando com um homem pequeno e robusto, de óculos (ELDRED WORPLE).

ELDRED WORPLE
Lovegood, você disse? Certa vez eu conheci um homem
seriamente desequilibrado com esse nome durante uma
sessão de autógrafos de livros. Afirmava ser o editor de uma revista…

NOVO ÂNGULO – HERMIONE – ATRÁS DO PANO – SEGUNDOS DEPOIS

HARRY (FORA DE QUADRO)
O que você está fazendo?

Hermione SUSPIRA, se vira, puxa Harry para trás do pano. Seu cabelo está ligeiramente desarrumado, seu batom um pouco borrado.

HARRY
E que diabos aconteceu com você?

HERMIONE
Hm? Ah, eu acabo de fugir – quer dizer,
deixar Córmaco. Debaixo de um visgo.

HARRY
Córmaco! Foi ele quem você convidou!

HERMIONE
Achei que fosse quem mais incomodaria o Rony. Mas ele
é uma ameaça. Tem mais tentáculos que um Visgo do Diabo.

GARÇOM (FORA DE QUADRO)
Tártaro de Dragão?

Eles se viram, vêem um GARÇOM espiando, bandeja em mãos.

HERMIONE
Não, obrigada.

GARÇOM
Fez bem. Deixam um hálito horrível.

HERMIONE
(pegando a bandeja)
Pensando bem – pode ser que mantenha
Córmaco longe. Ah, não, aí vem ele!

Hermione enfia dois petiscos de Dragão na boca, empurra a bandeja para as mãos de Harry e foge.

NOVO ÂNGULO – FESTA – MESMA HORA

Snape, entediado, participa mais afastado de um diálogo, quando vê Hermione sair de um dos lados do pano e Córmaco entrar no outro.

NOVO ÂNGULO – ATRÁS DO PANO – MESMA HORA

HARRY
Acho que ela foi retocar a maquiagem.

Harry olha por trás do ombro de Córmaco, além do pano, e vê Slughorn rindo com um convidado. Córmaco pega um petisco de Dragão da bandeja na mão de Harry e engole.

CÓRMACO
Bem esquiva, a sua amiga. E fala um bocado também,
não acha? Blá blá blá. O que é isto que estou comendo?

HARRY
Bolas de Dragão.

Enquanto o rosto de Córmaco congela, Harry começa a andar na direção de Slughorn, quando o PANO É AFASTADO: Snape.

SNAPE
O que está acontecendo aqui?

Córmaco vomita dragão indigerido nos sapatos de Snape. Snape observa o estrago, então seus olhos se erguem sombriamente.

SNAPE
Você acaba de ganhar um mês de detenção, McLaggen.

McLaggen sai apressado. Harry tenta segui-lo.

SNAPE
Não tão rápido, Potter.

HARRY
Acho que preciso voltar para a festa, senhor. Meu par…

SNAPE
…pode com certeza sobreviver à sua
ausência por mais um ou dois minutos.

SNAPE (CONT.)
Além do mais, só quero transmitir um recado.

HARRY
Um recado…?

SNAPE
Do Professor Dumbledore. Ele mandou
lembranças e espera que você aproveite
suas férias. Sabe, ele foi viajar e só volta
quando as aulas recomeçarem.

HARRY
Viajar? Para onde?

Snape meramente encara Harry em silêncio, por pouco tempo, e então sai, acompanhado pelo olhar de Harry, até Slughorn novamente, que está gesticulando animadamente com uma taça cheia de vinho.

MALFOY (FORA DE CENA)
Tire as mãos de mim, seu aborto imundo!

Slughorn franze as sobrancelhas e se vira para a origem do barulho, sai da vista de Harry. Harry sai de trás do pano e vê Malfoy preso no aperto de Filch.

FILCH
Professor Slughorn, senhor! Acabo de encontrar
este garoto escondido em um corredor lá em cima.
Ele afirma ter sido convidado para a sua festa.

MALFOY
Tudo bem, tudo bem, eu estava de penetra.
Satisfeito?

SNAPE
Vou acompanhá-lo até a saída.

O olhar de Draco muda, considera Snape. Ele se liberta de Filch.

MALFOY
Certamente… Professor.

72. EXTERIOR – CORREDOR ESCURO – NOITE (MOMENTOS DEPOIS)

CÂMERA DESLIZA pela ESCURIDÃO. VOZES podem ser OUVIDAS.

MALFOY (FORA DE QUADRO)
Talvez eu tenha enfeitiçado a tal de Bell.
Talvez não. O que você tem a ver com isso?

Duas SILHUETAS entram NA VISÃO – Malfoy, empurrado contra a parede insolentemente, e Snape.

SNAPE
Eu jurei proteger você. Eu fiz o Voto
Perpétuo –

MALFOY
Não preciso de proteção. Eu fui escolhido
para isso! Dentre todos os outros. Eu!
E não vou falhar.

SNAPE
Você está com medo Draco. Você tenta
ocultar isso, mas é óbvio. Deixe-me
ajudar você —

MALFOY
Não! Eu fui escolhido. Este é o meu momento!

Malfoy se retira. E depois Snape.

ÂNGULO MAIS AMPLO

Harry é revelado na alcova adjacente. Ele escutou tudo. Um TREM é OUVIDO…

*NT: Mardi Gras ou “terça-feira gorda” é o nome que se dá à terça-feira de Carnaval em alguns países; o último dia antes do início da Quaresma.