Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

Roteiro EdP Parte 5: Tradução das cenas 49 ~ 60

Na quinta edição do nosso periódico que visa trazer o roteiro oficial do filme Harry Potter e o Enigma do Príncipe completamente traduzido para os fãs da série, oferecemos hoje algumas cenas mais leves e divertidas presentes na película.Elas começam com o Harry e Dumbledore depois de presenciarem uma memória na Penseira. O diretor admite querer que Harry se aproxime do Prof. Slughorn, e somos transportados para a seleção do time da Grifinória.

Conforme já divulgamos anteriormente, há uma pequena passagem nova onde Gina se estressa com Córmaco. Somos apresentados à descrição de uma bela montagem para a cena, e depois o Rony é escolhido para a posição de goleiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vemos o trio conversando no Salão Comunal, quando é revelado que o livro de poções era do Príncipe Mestiço. Em seguida, os três então vão para o Três Vassouras, onde conversam com Slughorn. Na volta para o castelo, lemos a descrição da Cátia Bell subindo pelos ares, cuja passagem é levemente diferente da mostrada no filme.

Naquele mesmo instante, Cátia Bell SOBE DOIS METROS EM PLENO AR. O cabelo dançando violentamente ao vento, seu rosto permanece sinistramente sereno. Então ela… GRITA. Harry e Rony CORREM EM DIREÇÃO A ELA, agarram seus tornozelos. Com o toque deles, ela CAI na neve, DEBATENDO-SE e GUINCHANDO, OLHOS REVIRADOS para dentro.

Depois de vermos o trio conversando com McGonagall e Snape, Harry e Rony comentam sobre as peles das garotas. Vamos então para o Clube do Slugue, ao qual Gina chega atrasada e em cujo fim Harry tenta falar sobre Voldemort com Horácio.

Terminamos a tradução de hoje com o Rony “bebendo” a Felix Felicis e surpreendendo a todos jogando muito bem durante a partida de Quadribol da Grifinória contra Lufa-lufa. No todo, as traduções de hoje mostram várias aparições de Neville e podemos perceber que a grande maioria foi cortada.

Vocês podem conferir a tradução dessas cenas na extensão – onde se encontram links das traduções anteriores -, ou fazer o seu download em pdf clicando aqui!

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Roteiro original ~ Cenas 37 à 48

Warner Brothers
05 de dezembro de 2009
Tradução: Luis E. C. F.
Revisão: Rodrigo César

Roteiro EdP Parte 1: Tradução das cenas 01 ~ 12
Roteiro EdP Parte 2: Tradução das cenas 13 ~ 24
Roteiro EdP Parte 3: Tradução das cenas 25 ~ 36
Roteiro EdP Parte 4: Tradução das cenas 37 ~ 48

49. INTERIOR – SALA DE DUMBLEDORE – NOITE (PRESENTE)

… Harry e Dumbledore reaparecem. A sala ficou escura na ausência deles. Dumbledore gesticula. LÂMPADAS SE ACENDEM.

HARRY
Você sabia, senhor? Na época?

DUMBLEDORE
Se eu sabia que havia acabado de conhecer o
Bruxo das Trevas mais perigoso de todos
os tempos? Não, não sabia…

Dumbledore hesita, sua expressão é de aborrecimento. Harry olha para a Penseira, onde o rosto jovem e fragmentado de Tom Riddle flutua na superfície, olha para Dumbledore.

DUMBLEDORE
No passado, enquanto estudava em Hogwarts,
Tom Riddle ficou muito amigo de um
professor em particular. Você pode imaginar qual professor seria?

HARRY
Você não trouxe o Professor
Slughorn de volta só para ensinar
Poções, trouxe, senhor?

DUMBLEDORE
Não. Não trouxe. Escute, o
Professor Slughorn possui
algo que eu desejo muito.
E ele não compartilhará isto comigo
facilmente…
(olhando Harry
intencionalmente)
Eu prefiro não divulgar mais nada
por enquanto, Harry. Mas eu prometo.
No momento certo, você saberá de tudo.

HARRY
Você disse que o Professor Slughorn
tentaria se aproximar de mim.

DUMBLEDORE
Disse.

HARRY
Você quer que eu permita?

Dumbledore arrasta seus dedos cinzentos na superfície da Penseira, contendo o rosto do jovem Tom Riddle.

DUMBLEDORE
Sim.

50. EXTERIOR – CAMPO DE QUADRIBOL – AMANHECENDO

Harry tenta – com pouco sucesso – atrair a atenção da multidão de candidatos a jogador de Quadribol reunidos no campo.

HARRY
Certo! Em fila! Com licença…

GINA
CALADOS!

Silêncio instantâneo. Harry franze as sobrancelhas em desaprovação, contudo acena com a cabeça para Gina.

HARRY
Obrigado. Certo. Esta manhã
eu colocarei todos vocês para
fazer alguns exercícios para avaliar a
resistência de vocês. Mas saibam que: só
porque você foi do time no ano passado
não quer dizer que terá um lugar no time
este ano. Está claro?

Rony fica enervado com isto, suando tanto que atraiu uma MOSCA IMPORTUNANTE. CÓRMACO McLAGGEN, o garoto enorme da Gemialidades Weasley, aproxima-se silenciosamente.

CÓRMACO
Sem ressentimentos, Weasley,
certo?

RONY
Ressentimentos?

CÓRMACO
Eu farei o teste para Goleiro
também . Nada pessoal.

RONY
Sério? Um cara robusto como você,
tem o tipo físico de um Batedor, não acha?
Um goleiro precisa ser ágil, rápido –

Córmaco prende a MOSCA entre dois dedos e acaba com o zumbido.

CÓRMACO
Eu acho que tenho chance. Então… você
poderia me apresentar à sua amiga Granger?
Não me importaria em conhecê-la melhor,
sabe o que eu quero dizer?

Córmaco dá uma piscada lasciva e se afasta. Rony olha rapidamente para as arquibancadas. Hermione sorri e acena.

INÍCIO DA MONTAGEM

Gina voa rapidamente, segurando a Goles com tranquilidade.

DOIS ALUNOS DO SEGUNDO ANO colidem em pleno vôo.

Córmaco faz uma defesa brilhante.

Rony faz uma defesa desajeitada.

Hermione apenas observa, nervosa por ele.

Cátia Bell apanha a Goles com uma mão, passa facilmente por dois defensores e faz um excelente passe, de olhos fechados, para Dino, que voa como um jato para o alto no ar, então deixa a Goles rolar por seus dedos… direto para as mãos de Gina, enquanto ela voa rapidamente por baixo dele.

Simas rebate um balaço que se choca contra as arquibancadas, dispersando um grupo de espectadores, sobrando apenas Neville, que se afasta delicadamente para a direita, enquanto os outros correm.

DOIS ALUNOS DO TERCEIRO ANO colidem em pleno vôo.

Córmaco faz uma defesa brilhante.

Rony vira para o lado errado, mas faz a defesa de qualquer jeito, quando a Goles acerta a traseira de sua vassoura.

Hermione observa mais nervosa.

DEMELZA ROBINS se inclina sobre sua vassoura, prende a Goles sob seu queixo, passa por dois Balaços e um par de Batedores.

DOIS ALUNOS DO QUARTO ANO colidem em pleno voo.

Dois aspirantes a Batedores “erram” um par de Balaços, golpeiam um ao outro e mergulham verticalmente para ao chão, enquanto os Balaços ricocheteiam-se e seguem voando pelas arquibancadas, fazendo com que os espectadores saiam correndo novamente restando, como antes, apenas Neville . Desta vez, ele se afasta delicadamente para a esquerda.

Córmaco faz uma defesa brilhante.

A Goles acerta a cabeça de Rony.

Hermione observa extremamente nervosa.

DOIS ALUNOS DO QUINTO ANO colidem em pleno vôo.

FIM DA MONTAGEM.

OUTRO ÂNGULO

Os sobreviventes pressionam COMPRESSAS DE GELO em suas cabeças, enrolam ESPARADRAPO nos dedos torcidos. Apenas Rony, pairando sobre o gol oeste, e Córmaco, pairando sobre o do leste, permanecem no campo. Luna, com os Espectrocs no rosto, observa Córmaco — tranquilo, confiante, limpo. Então olha Rony – suado, nervoso, RODEADO por ZONZÓBULOS.

HARRY
Certo. Córmaco. Rony. Vocês
dois estão aptos a serem o Goleiro. Nós
decidiremos isto com um confronto.
Demelza, você lançará a Goles
contra Córmaco. Gina, você lançará contra Rony.

CÓRMACO
Espere aí. Ela é irmã dele. Como eu sei
que ela não arremessará de leve?

GINA
Poupe-me, Córmaco. Que tal eu
arremessar de leve para você?

HARRY
Quietos! Eu sou o Capitão. Nós faremos do meu jeito.
Agora, em posição. No três.
Um. Dois… Três!

Demelza e Gina sobem rapidamente. Rony balança nervosamente, enquanto Córmaco paira no lugar, um olhar confiante em seu rosto.

HARRY
(murmura)
Vamos lá, Rony…

Demelza se inclina em sua vassoura mais uma vez, voando como uma flecha, então faz uma curva varrendo o ar. Gina parte como uma rajada pelo campo, os cabelos ruivos flamejando, então rola despreocupada para o lado. Ao mesmo tempo, ambas arremessam violentamente…

Hermione, com o rosto escondido por trás de seus dedos, MURMURA ALGUMA COISA.

Córmaco, no último momento, inexplicavelmente rola para a direita e a Goles passa sobre o seu ombro. Rony, ziguezagueando loucamente, quase cai, reassume sua posição em pânico, e desvia a Goles de Gina… com sua testa. Enquanto alguns VIVAS irrompem das arquibancadas, Harry sorri largamente, e depois se contém. Hermione abre seus olhos devagar.

LILÁ BROWN
Ele não é brilhante?

Hermione encara Lilá com ódio, então nota Córmaco olhando para sua vassoura, incrédulo. Ela se levanta, sai de mansinho.

51. INTERIOR – SALA COMUNAL – NOITE

Harry examina seu livro de Poções. Hermione folheia o Profeta. Rony quebra nozes, arremessando os pedaços ao fogo.

RONY
Tenho que admitir, pensei que
perderia a última. Espero que
Córmaco leve numa boa.

Por trás de seu jornal, Hermione revira seus olhos.

RONY
Ele está afim de você,
Hermione. Córmaco.

HERMIONE
Ele é desprezível.

Rony raciocina sobre isso, então olha Lilá do outro lado da sala.

HARRY
Já ouviu falar deste feitiço?

Harry aponta para uma anotação na margem sublinhada três vezes: “Sectumsempra. Para Inimigos.” Hermione franze a testa em desaprovação.

HERMIONE
Não, nunca ouvi. E se você tivesse um pouco
de orgulho próprio, devolveria este livro.

RONY
Fala sério. Ele é o primeiro
da turma. Até mesmo melhor do que você,
Hermione. Slughorn acha que ele é um gênio.

Hermione lança um olhar seco a Rony .

RONY
Quê?

HERMIONE
Eu só queria saber de quem era este livro.
Vamos dar uma olhada, podemos?

HARRY
(segura o livro
fora de alcance)
Não.

HERMIONE
(suspeita)
Por quê não?

HARRY
Ele é… velho. A capa é frágil.

HERMIONE
A capa é frágil?

Ela tentar pegar de novo, mas Harry não deixa. Então Gina aparece, arranca o livro da mão dele.

GINA
Quem é o Príncipe Mestiço?

HERMIONE/RONY
Quem?

GINA
É o que diz. Bem aqui.
‘Este livro pertence ao
Príncipe Mestiço.’

Gina aponta. Escrito na primeira página: “Este livro pertence ao Príncipe Mestiço”

52. EXTERIOR – RUA PRINCIPAL (VILAREJO HOGSMEADE) – DIA

Estudantes se curvam ao vento cortante, caminhando penosamente pela neve profunda.

HERMIONE
Por semanas você não largou este
livro, praticamente dormiu com ele…
e você não tem vontade de descobrir
quem é o Príncipe Mestiço?

HARRY
Eu não disse que não estava curioso.
E, a propósito, eu não durmo com ele.

RONY
( dá uma risada sarcástica)
É. Certo.
(enquanto Harry o encara com raiva)
Bem, é verdade. Eu gosto de uma boa
conversa antes de ir para a cama. Agora
você está sempre lendo aquele maldito
livro. Está parecendo mais a
Hermione.

Agora é a vez de Hermione encará-lo com raiva.

HERMIONE
Bem, eu estava curiosa. Então eu fui à —

HARRY/RONY
Biblioteca.

HARRY
E?

HERMIONE
E… nada. Não há referência ao
Príncipe Mestiço em lugar algum.

HARRY
Bom. Isto encerra a questão.

Hermione começa a objetar, quando:

HAGRID
Ei, vocês três!

HAGRID emerge das árvores, a barba coberta por uma crosta branca, parecendo um Papai Noel desgrenhado. Atrás dele, no fundo das árvores, SILHUETAS NEGRAS — AURORES – podiam ser vistas. Hermione olha para eles brevemente, então aponta com a cabeça para a BOLSA PULSANTE DE TECIDO GROSSEIRO amarrado ao punho de Hagrid.

HERMIONE
O que você tem aí, Hagrid?

Hagrid abre a bolsa com a ponta dos dedos. O trio faz cara feia. Hagrid RI DISFARÇADAMENTE.

HAGRID
Seiva de Escrofulária. Elimina os pêlos
do seu queixo. As árvores aqui
estão gotejando isto.

HERMIONE
Seiva de Escrofulária? Você não está doente, está?

HAGRID
Não é para mim. É para Aragogue.
Você se lembra de Aragogue, não lembra?

RONY
A Aranha? Mais ou menos dois metros de altura?
Três metros e meio de largura?

HAGRID
Essa mesma. Ele está doente.
Espero que ele esteja melhor quando eu voltar.
Cruzem os dedos.

Hagrid cruza seus dedos. Rony força um sorriso largo, faz o mesmo, balança sua cabeça enquanto Hagrid desaparece novamente entre as árvores.

RONY
Louco. Ele não se lembra que aquele
aracnídio raivoso tentou nos comer? Quê?

Rony vê Hermione fitando os Aurores novamente.

HERMIONE
Os Aurores. Eu sei que eles estão aqui
para nos proteger, mas… de algum modo,
eu não me sinto nem um pouco protegida.

Neste momento, Harry espiona Slughorn descendo em direção ao Vilarejo, passando por um Flitwick cansado indo na direção oposta.

SLUGHORN
Filio! Eu esperava encontrá-lo
no Três Vassouras.

FLITWICK
Ensaio de emergência do coral. Não
posso me atrasar, Horácio.

Harry observa Slughorn, que continua em direção ao vilarejo.

HARRY
Quem está afim de uma Cerveja Amanteigada?

53. INTERIOR – TRÊS VASSOURAS – DIA (MAIS TARDE)

Enquanto o trio entra, Harry olha em volta, localiza Slughorn no bar, plantado em um banquinho.

HARRY
Não. Ali.

Hermione e Rony iam se sentando em uma muito aceitável – e limpa — mesa, veem Harry se sentar em outra coberta por restos de um cliente anterior – mas que o coloca em visão direta com Slughorn. Eles trocam um olhar, encolhem os ombros e se juntam ao Harry. Rony começa a pegar a cadeira diretamente oposta a Harry — bloqueando a visão dele.

HARRY
Não, não. Sente-se perto de mim.

Rony pára, troca outro olhar com Hermione.

RONY
Tudo bem.

UM GAROTO MAGRICELA em um avental aparece, joga um TRAPO IMUNDO sobre a mesa – que começa a limpar a superfície sozinho. Harry espicha o pescoço em volta do garoto para manter Slughorn à vista.

GAROTO MAGRICELA
O que vão querer?

HERMIONE
Três Cervejas Amanteigadas. Um pouco
de gengibre na minha, por favor.

O garoto ASSOBIA e o trapo pula de volta para seu bolso. Harry continua a olhar Slughorn, quando ele vê Draco. Eles se encaram por um tempo, então Draco se retira.

RONY
Aff, maldito seja…

Harry vira, vê Rony olhando furiosamente para Gina, que está sentada em um canto escuro com Dino, os rostos deles iluminados por uma vela que está se derretendo.

HERMIONE
Ah, francamente, Ronald. Eles estão
apenas de mãos dadas…

HERMIONE (CONTINUA)
(enquanto Dino beija Gina)
E se beijando.

RONY
Eu quero ir embora.

HERMIONE
Ir embora? Você não pode estar falando sério.

RONY
Acontece que ela é minha irmã.

HERMIONE
E daí? E se ela olhasse pra cá e visse você me beijando?
Você esperaria que ela se levantasse e fosse embora?

Rony pisca os olhos, completamente sem fala. Então:

SLUGHORN
Harry, meu garoto!

Slughorn diz TÃO ALTO que até mesmo Gina se espanta — e vê Harry olhando. Enquanto Slughorn se aproxima andando como um pato, DERRUBANDO cerveja na mão, Harry se levanta imediatamente – uma ação tão grosseiramente fora de seus padrões que Hermione o encara com uma curiosidade engraçada.

HARRY
Olá, senhor. É maravilhoso vê-lo.

Hermione, enruga a testa, vira-se para Rony e diz silenciosamente: maravilhoso vê-lo?

HARRY
Então, o que o traz aqui, senhor?

SLUGHORN
Ah, o Três Vassouras e eu nos conhecemos
há um bom tempo. Mais tempo do que eu
gostaria de admitir. De fato, lembro-me de
quando era simplesmente Uma Vassoura!

Enquanto Slughorn ESTÁ ÀS GARGALHADAS, Harry toma parte, RINDO ENTUSIASTICAMENTE também. A barriga de Slughorn estremece próxima à bochecha de Hermione e sua caneca tremulante espirra o conteúdo, ensopando a mesa.

SLUGHORN
Oops! Cuidado com a onda, Granger!

Hermione dá um pequeno sorriso quando um ASSOBIO é ouvido e o TRAPO IMUNDO volta, limpando rapidamente a bagunça de Slughorn, enquanto o GAROTO MAGRICELA empurra três canecas espumantes que deslizam pela mesa.

(Aos fundos, Cátia Bell emerge, vai até a saída. Sua amiga LIANE a segue.)

SLUGHORN
Escute, meu garoto. Antigamente eu
costumava compartilhar de conhecidas
ceias casuais com um ou dois alunos seletos.
Você estaria disposto?

HARRY
Eu consideraria uma honra, senhor.

SLUGHORN
Você também será bem-vinda, Granger.

Hermione, no meio de esvaziar sua Cerveja Amanteigada em um grande gole, BATE com força sua caneca na mesa – deixando pra trás um “bigode.”

HERMIONE
Será um prazer, senhor.

SLUGHORN
Brilhante. Esperem por minha coruja.
(saindo, para Rony)
Prazer em vê-lo, Wallenby.

Rony franze as sobrancelhas, enquanto Slughorn sai andando como um pato, vira-se para Harry.

RONY
O que você está tramando?

HARRY
Dumbledore me pediu para… me aproximar dele.

RONY
Se aproximar dele?

HARRY
Eu não sei por quê. Mas deve ser importante.
Caso contrário, Dumbledore não pediria.

Pam! Rony se vira, vê que Hermione esvaziou sua caneca toda. Rony gesticula em direção ao lábio superior dela.

RONY
Hum… Você tem um pequeno…

Sem pensar, ela passa sua língua rapidamente no lábio superior, deixando-o limpo.

54. EXTERIOR – ESTRADA (FORA DE HOGSMEADE) – DIA (MOMENTOS MAIS TARDE)

A neve cai forte agora. Rony e Harry andam juntos, enquanto Hermione trilha a várias metros de distância, dando piruetas alegremente, deixando flocos de neve cair em sua língua.

RONY
Estou meio preocupado com ela. Você
escutou aquela bobagem que ela estava dizendo
lá no bar? Ela e eu
nos beijando. Rá. Como se…

LIANE (FORA DE QUADRO)
Cátia. Você não sabe o que isto pode ser!

Mais à frente, Cátia Bell e Liane estão paradas sobre um monte de neve, DISCUTINDO. Cátia segura um PEQUENO PACOTE. Hermione chega ao encontro dos garotos, colocando seus braços sobre eles.

HERMIONE
E aí?

Naquele mesmo instante, Cátia Bell SOBE DOIS METROS EM PLENO AR. O cabelo dançando violentamente ao vento, seu rosto permanece sinistramente sereno. Então ela… GRITA. Harry e Rony CORREM EM DIREÇÃO A ELA, agarram seus tornozelos. Com o toque deles, ela CAI na neve, DEBATENDO-SE e GUINCHANDO, OLHOS REVIRADOS para dentro.

LIANE
Eu a avisei! Eu a avisei
para não tocá-lo!

Hermione olha. O PACOTE caído na neve, ABERTO.

RONY
Harry, ela está engolindo a língua –

HERMIONE
Vou buscar ajuda —

HARRY
Não há tempo!

De repente, uma FIGURA PESADA SURGE da PAISAGEM BRANCA: Hagrid.

HAGRID
Afastem-se! Todos vocês!

Ele diz isso tão veementemente que os outros obedecem sem discutir. Sem esforço, carrega o corpo de Cátia, que ainda se debate, e então, como se acalmasse um animal amedrontado, pressiona seu peito contra o dela e MURMURA com grande TERNURA:

HAGRID
Calma, calma. Calma, calma…

Ele murmura repetidamente, até acalmá-la, as palavras como um mantra, até que as pálpebras de Cátia vibram e seu corpo fica mole.

HAGRID
Não toquem naquilo, a menos que esteja
coberto. Entenderam?

Hagrid acena sombriamente com a cabeça para o pacote na neve. Harry ajoelha-se. Para além do papel está um COLAR ADORNADO COM UMA OPALA. Retirando seu cachecol, ele fecha o pacote cuidadosamente e se levanta. Então, junto aos outros, ele vê Hagrid saindo bruscamente, Cátia em seus braços. Em segundos, eles são engolidos pela neve. O único som é o ZUNIDO do VENTO.

55. INTERIOR – SALA DE McGONAGALL – MAIS TARDE (NO FINAL DA TARDE)

O colar verde e brilhante está sobre a mesa de McGonagall.

PROFESSORA McGONAGALL
Você tem certeza de que Cátia não estava
com isto quando ela
entrou no Três Vassouras,
Liane?

LIANE
Foi como eu disse. Ela foi ao banheiro
e quando voltou, estava
com o pacote. Ela disse que era importante
fazer a entrega.

PROFESSORA McGONAGALL
Ela disse para quem?

Liane balança a cabeça.

PROFESSORA McGONAGALL
Certo, Liane. Você pode ir.
(quando Liane sai)
Por quê é sempre com vocês três? Hein?
Quando acontece alguma coisa?

RONY
Acredite em mim, Professora, eu tenho
me feito a mesma pergunta há seis anos.

Então, Snape aparece na porta, olha o trio.

PROFESSORA McGONAGALL
Severo.

SNAPE
É isso aqui?

McGonagall concorda com um aceno de cabeça. Snape pega sua varinha e levanta o colar como se fosse uma cobra morta. Observa-o com fascinação.

PROFESSORA McGONAGALL
O que você acha?

SNAPE
Eu acho que a Senhorita Bell tem sorte de estar viva.

HARRY
Ela foi amaldiçoada, não foi? Eu
conheço Cátia. Fora do campo de Quadribol,
ela não machucaria uma mosca. Se
estava trazendo aquilo para alguém,
não sabia o que estava fazendo.

Snape encara Harry.

PROFESSORA McGONAGALL
Sim. Ela foi amaldiçoada.

HARRY
Foi o Malfoy.

PROFESSORA McGONAGALL
Esta é uma acusação muito séria, Potter.

SNAPE
De fato. Alguma evidência?

HARRY
Eu… só… sei.

SNAPE
Você… só… sabe. Mais uma vez você
nos surpreende com seus dons, Potter,
dons que meros mortais apenas sonham
em possuir. Como deve ser maravilhoso ser O Eleito.

Rony e Hermione desviam seus olhos com desconforto.

PROFESSORA McGONAGALL
Eu sugiro que vocês retornem ao
dormitório. Todos vocês.

56. INTERIOR – DORMITÓRIO MASCULINO (TORRE DA GRIFINÓRIA) – NOITE

Harry e Rony ficam acordados no dormitório escuro. Rony olha para o teto. Harry observa “Malfoy” no Mapa do Maroto.

RONY
O que você acha que Dino vê nela? Na Gina.

HARRY
O que ela vê nele?

RONY
Dino? Ele é brilhante.

HARRY
Você o chamou de maldito não
faz nem cinco horas.

RONY
É, bem, ele estava com as mãos na minha irmã, não
estava? Algumas coisas são assim. Você tem que
odiá-lo. Você sabe, como princípio.

HARRY
(perturbado com isto)
É, eu acho.

RONY
Então o que é? O que ele vê nela?

HARRY
Eu não sei. Ela é inteligente. Engraçada. Atraente…

RONY
Atraente?

HARRY
Você sabe. Ela… tem uma pele macia.

RONY
Pele? Você está dizendo que Dino está saindo
com minha irmã por causa da pele dela?

HARRY
Bem, não. Quero dizer… Só estou
dizendo que pode ser um fator
que contribui para isso.

Silêncio. Então:

RONY
Hermione tem uma pele macia.
Você não acha? Quanto à pele, quero dizer.

HARRY
Eu realmente nunca pensei sobre
isso. Mas acho que é. Muito macia.

Outro silêncio. De repente surge um desconforto.

HARRY
Acho que vou dormir agora.

RONY
Certo.

Harry põe o Mapa de lado. Nós FOCALIZAMOS. O PONTO de Malfoy desce para o corredor do Sétimo Andar… e desaparece.

SLUGHORN (VOZ EM OFF)
Um brinde!

57. INTERIOR DA SALA DE SLUGHORN – NOITE

Slughorn está em pé na ponta de uma mesa, o cálice erguido em direção aos estudantes que estão sentados antes dele, que além de Harry e Hermione inclui MARCOS BELBY, Blásio Zabini, NEVILLE LONGBOTTOM e as GÊMEAS. Uma AMPULHETA DE CRISTAL exótica está sobre o centro da mesa.

SLUGHORN
Aos melhores e mais brilhantes de Hogwarts!

CÓRMACO
Aqui, aqui!

Hermione troca um olhar torto com Harry, que nota que UM ASSENTO está VAZIO. As gêmeas fazem – e bebem – o brinde delas em perfeito uníssono. Neville olha fixamente para a vasta coleção de garfos, facas e colheres colocadas ao lado dos pratos.

NEVILLE
Qual delas eu uso para a sopa?

Hermione dá um sorriso largo, procura ao redor, e ganha uma PISCADA de Córmaco.

CORTAMOS PARA:

MESMA CENA – MAIS TARDE

SLUGHORN
Então diga-me, Córmaco. Tem visto muito
seu tio Tibério nos últimos dias?

CÓRMACO
Sim, senhor. Na verdade, eu pretendo ir caçar
com ele e o Ministro da Magia por todo o feriado.

SLUGHORN
Bem, certifique-se de dar meus
cumprimentos a eles. Que tal falarmos de seu tio,
Belby? Trabalhando em algo novo?
(para os outros)
Para aqueles que não sabem,
o tio de Marcos inventou a Poção Mata-cão.

Enquanto fala, Belby não tira os olhos de seu prato uma única vez.

MARCOS BELBY
Não sei. Ele e me pai não se dão bem.
Provavelmente porque meu pai acha
que poções são porcaria. Diz
que a única poção que vale a pena tomar é
a que deixa bêbado no final do —
(dia.)

SLUGHORN
E você, Senhorita Granger? O que é que sua
família faz no mundo dos Trouxas?

HERMIONE
Meus pais são dentistas. Eles cuidam dos dentes das pessoas.

SLUGHORN
Fascinante. E esta é considerada uma profissão perigosa?

HERMIONE
Não. Porém, um garoto chamado Robbie
Fenwick mordeu meu pai uma vez.
Precisou de dez pontos.

Enquanto Slughorn concorda com a cabeça, a porta ENTREABRE. Todo mundo se volta para ela.

SLUGHORN
Senhorita Weasley! Entre, entre.

GINA
Desculpem-me, Não costumo me atrasar —

Ela hesita, olhos avermelhados, anormalmente nervosa.

SLUGHORN
Não importa. Você chegou bem na hora
da sobremesa. Isto é — se Belby
deixou alguma para você.

Enquanto Gina vai até o seu assento, Hermione MURMURA para Harry.

HERMIONE
Olhe para os olhos dela. Eles
brigaram novamente. Ela e Dino.

Harry concorda com a cabeça, então se levanta quando Gina alcança a mesa — o único. Hermione nota, observa-o com diversão, enquanto ele se senta.

HARRY
Quê?

HERMIONE
Nada.

Enquanto Hermione sorri, dá uma pancadinha na ampulheta de cristal com o nó dos dedos e nós —

MUDAMOS GRADUALMENTE PARA:

58. INTERIOR – SALA DE SLUGHORN – NOITE (MAIS TARDE)

… MAIS TARDE, a areia tendo terminado de cair e com a chegada da noite. Slughorn despede-se.

SLUGHORN
Obrigado, a todos, pela noite
mais do que estimulante. Nós temos
que fazer isto novamente.

Slughorn fecha a porta, vira-se, convoca uma LAMPARINA OSCILANTE e, pegando-a, encontra Harry.

SLUGHORN
Ah. Potter.

HARRY
Desculpe-me, senhor, eu estava apenas admirando
sua ampulheta.

SLUGHORN
Ah, sim. Um objeto muito intrigante. A areia cai de
acordo com a qualidade da conversa.
Se for boa, cai devagar. Se não for…

HARRY
Acho que já vou.

SLUGHORN
Bobagem. Não há o que
temer, meu garoto. Enquanto que alguns
de seus colegas, bem, vamos dizer que eles
não combinam com a prateleira.

Slughorn vai até um bar improvisado e começa a preparar uma bebida.

HARRY
Prateleira, senhor?

Slughorn gesticula para as FOTOGRAFIAS vistas anteriormente, agora enfileiradas como uma coleção de animais selvagens ao topo de uma pequena estante. Mais uma vez, Lílian Potter e Régulo Black na frente.

SLUGHORN
Qualquer um que quer ser alguém na vida
espera acabar aqui. Mas você já é alguém não é, Harry?

HARRY
Eu realmente não sei o que dizer, senhor.

SLUGHORN
Sua mãe era modesta também. Seu
pai não muito. Como você
pode ver, ele não chegou à prateleira.

Slughorn sorri gentilmente, volta à sua bebida, usando um par de PINÇAS para colocar gelo no copo.

HARRY
Voldemort chegou à prateleira, senhor?

Slughorn fica paralisado de costas para Harry. Sua mão treme e o gelo escorrega das pinças. Harry percebe.

HARRY
Você o conheceu, não conheceu, senhor?
Tom Riddle. Você foi professor dele.

SLUGHORN
O senhor Riddle teve muitos professores enquanto
esteve aqui em Hogwarts.

HARRY
Como ele era?

Harry pode ver a veia na têmpora de Slughorn pulsando. Com medo que ele pudesse ter passado dos limites…

HARRY
Desculpe-me, senhor. Perdoe-me. Ele matou meus pais, percebe…

Harry pára, franze as sobrancelhas. Slughorn vira, analisa a Harry. Concorda com a cabeça.

SLUGHORN
Claro. É natural que você queira saber mais. Tenho
medo que eu deva desapontar você,
Harry. Quando encontrei o senhor
Riddle pela primeira vez, ele era simplesmente um garoto quieto,
apesar de brilhante, empenhado em
se tornar um bruxo de primeiro escalão.
Não diferente dos outros que conheci. Na
verdade, não diferente de… você. Se o
monstro já existia, ele estava bem escondido.

FOCO NA AMPULHETA

Nenhum grão cai.

59. INTERIOR – SALÃO PRINCIPAL – MANHÃ

Rony entra no salão olhando para baixo, dedos com esparadrapos para o Quadribol, estalando os dedos ansiosamente, enquanto caminha para a mesa da Grifinória. Neville passa, indo para o outro lado.

NEVILLE
Boa sorte, hã, Rony?

Rony concorda com a cabeça brevemente, então Simas aproxima-se dele, MURMURA CONSPIRATORIAMENTE.

SIMAS
Estou contando com você, Rony. Apostei
dois galeões na Grifinória.

Enquanto Simas se afasta, Rony vira os olhos em direção à mesa da Sonserina, onde o time de Quadribol está sentado. Um Sonserino aponta com o queixo em direção a Rony, MURMURA alguma coisa. Pouco tempo depois, um riso de escárnio. Rony revira os olhos e… quase se choca com Córmaco, que o olha com desdém enquanto passa. Franzindo as sobrancelhas, Rony se senta do lado oposto a Harry e Hermione. Harry o observa rapidamente e, intencionalmente, empurra um prato para o outro lado. Rony pega um garfo, empurra-o de modo carrancudo.

RONY
Então. Como foi?

Hermione continua a ler o Profeta, sem perceber o humor de Rony.

HERMIONE
Como foi o quê?

RONY
(com um refinamento
de escárnio)
A jantar festivo de vocês.

HERMIONE
Uma chatice. Embora eu ache que Harry
gostou da sobremesa.

Os olhos de Harry mudam de direção, encontram Hermione sorrindo vagamente por trás do Profeta.

HERMIONE
O velho Slugue está fazendo uma festa
de Natal, você sabe. E nós precisamos levar alguém…

RONY
Eu suponho que você vai com McLaggen.
Ele não é um membro do Clube do Slugue?

HERMIONE
Na verdade, eu ia convidar você.

RONY
Sério?

HERMIONE
Sério. Mas vendo que você tem aversão à ideia —

LILÁ BROWN
(passando)
Boa sorte hoje, Rony! Eu sei que você será brilhante!

Rony sorri debilmente, olha de volta para seu prato. Hermione olha fixamente com fúria.

RONY
Eu me demito. Depois da partida
de hoje McLaggen pode ficar com o meu lugar.

Escutando isto, Hermione se vira. Harry olha para os olhos dela, faz um sinal com AS MÃOS BALANÇANDO para indicar o estado mental de Rony.

HARRY
Faça como quiser. Suco?

Hermione pisca, surpresa pela insensibilidade de Harry. Rony está surpreso também — e se retira brandamente.

RONY
Claro…

Enquanto Harry coloca o suco, Luna chega à mesa vestindo um CHAPÉU que tem uma esquisita semelhança com um leão de verdade.

LUNA
Olá, todo mundo. Você está
com uma aparência péssima, Rony.

Rony concorda com a cabeça severamente, levanta seu copo. Luna vira-se para Harry.

LUNA
É por isso que você acabou de colocar alguma
coisa no copo dele. É um tônico?

O minúsculo frasco de Felix Felicis brilha na palma de Harry.

HERMIONE
Não beba isto, Rony!

Mas Rony congela bem na hora que estava engolindo, olhando para a palma de Harry também. Rapidamente, ele engole o resto.

HERMIONE
Você pode ser expulso por isso.

HARRY
Não sei do que você está falando.

Harry guarda o frasco no bolso, pisca para Luna. Rony se levanta.

RONY
Vamos lá, Harry. Nós temos um jogo para vencer

PRIMEIRO PLANO – GOLES

Enquanto ela SOBE RAPIDAMENTE no AR…

60. EXTERIOR CAMPO DE QUADRIBOL – DIA

Instantaneamente, Sonserina pega a Goles e voa rapidamente em direção ao gol da Grifinória, entremeando e passando com grande habilidade, culminando em um arremesso cruel e cortante ao gol. Exatamente no momento que parece que ela vai atravessar o aro, Rony aparece do nada e manda a Goles para a direção oposta e grita. Gina para em sua vassoura, pasma.

GINA
O que aconteceu com ele?

Ela olha rapidamente para cima em direção ao Harry, circulando bem alto, e ele dá um sorriso malicioso. Então, Dino passa por ali rapidamente:

DINO
Gina! Vamos!

Instantaneamente, ela dá a volta, sai como um jato e voa abaixo de seus companheiros Artilheiros. Voando em uma formação larga, Dino – na ponta mais distante – arremessa a Goles “para cima” até que ela pousa na mão de Gina.

Arremessando-se em um grande deslize para evitar um PAR de BALAÇOS UIVANTES, ela se inclina, imprudente, sobre sua vassoura e arremessa a Goles através do gol intocado.

Enquanto a MULTIDÃO GRITA, Harry olha para a seção da Grifinória, onde o CHAPÉU DE LEÃO DE Luna RUGE, Lilá BATE PALMAS para Rony. Hermione senta com os braços cruzados, uma feição de grande aborrecimento em seu rosto. Harry dá um largo sorriso e dispara como um jato.