As Relíquias da Morte ︎◆ O Enigma do Príncipe

Entrevista com Bonnie Wright, photoshoots e Evanna

Novas fotos da atriz Bonnie Wright foram divulgadas pelo Daily Mail, com quem ela teve uma entrevista. Bonnie falou sobre o romance em cena com Daniel Radcliffe, a amizade com o ator Jamie Campbell Bower e como foi crescer nos sets de filmagem.

“Minha personagem inicia o beijo, o que é ótimo, porque dá esse poder às meninas e mostra que não há problema em ser a pessoa que faz a aproximação.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre Jamie, Bonnie disse que os dois são apenas amigos. Ela está solteira mas não pretende se ter um romance com alguém.

A tradução parcial da entrevista pode ser vista na extensão. O photoshoot você confere em nossa galeria clicando aqui. Também foram divulgadas novas fotos de Bonnie e da atriz Evanna Lynch na Dinamarca, em 17 de julho, quando promoviam a estréia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Veja as fotos aqui.

BONNIE WRIGHT
Como Bonnie encantou Harry

Daily Mail ~ Charlotte Methven
12 de dezembro de 2009
Tradução: André Almeida

Sobre o beijo: A maneira que foi feita foi muito romântica. Daniel Radcliffe e eu sempre fomos bons amigos, o que eu acho que funcionou a nosso favor. É a única cena de amor que eu filmei, mas eu imagino se você tivesse que fazer uma com alguma pessoa aleatória, que você não teve nenhuma relação, eu me sentiria muito estranha. Isso torna o relacionamento no filme fazer mais sentido – a idéia de que nos conhecemos, e em certo ponto crescemos juntos, fora da tela, bem como nela. Dan é tão enérgico e muito divertido, e a maneira como ele trabalha é extremamente profissional. Minha personagem inicia o beijo, o que é ótimo, porque dá esse poder às meninas e mostra que não há problema em ser a pessoa que faz a aproximação.

Sobre J.K. Rowling: Bem, é difícil saber se o que ela viu na tela influenciou a história, mas eu estou feliz que a oportunidade de afundar meus dentes e mostrar o que eu posso fazer tenha sido dada a mim. Eu senti, no último, como se eu realmente começasse a criar algo de valor.

Sobre a fama: Você pode estar de férias no estrangeiro, em uma pequena aldeia no meio do nada, e alguém vai reconhecê-lo, e você só pensa: “Até que ponto vai esta propagação?” Então, de repente, tornou-se um pouco assustador. Eu estou fazendo compras, e tudo o que precisamos é de uma pessoa para me reconhecer e a coisa pode começar a ficar assustadora.

Sobre como se “tornou” Gina: Ele [Lewis, seu irmão mais velho] tinha lido os dois primeiros livros, e disse: “Você realmente me lembrar a Gina.” Eu tinha apenas nove anos na época e não sabia quem eram alguns personagens, mas eu já havia lido o primeiro e era viciada. Quando minha mãe chegou do trabalho, eu disse: “Por favor, por favor, pode me levar para um teste para Harry Potter?”
Para começar, [no teste] não estávamos atuando de verdade – estávamos apenas sendo nós mesmos. A maioria de nós não havia atuado antes, fomos contratados porque tínhamos a imagem correta. Nós crescemos juntos e somos como uma grande família. Todo mundo é lindo, e eu acho que estamos todos muito curiosos. Quando chegamos de volta ao trabalho depois de uma pausa na gravação, é como voltar à escola.

Sobre Relíquias da Morte: Quando eu li o livro, fiquei chocada que minha personagem se transformou em algo tão grande.
Nós estamos tão ocupados filmando, que o tempo que tivemos não foi realmente para pensar no fato de que este é o último. Vai ser muito estranho quando acabar, e muito triste. Eu não acho que nenhum de nós pensou nisso, até a promoção de imprensa recente, quando as pessoas começaram a dizer: “O fim está próximo.” E nós: “É?” Quando estamos filmando você esquece os milhões de pessoas que estão esperando pelo filme. E então quando você está em uma estréia e vê milhares de pessoas, você diz: “Uau!”

Eu sei o que Gina faria em cada situação, e como se relacionam com ela, porque eu tenho dois irmãos mais velhos, mas eu acho que, todos nós que estivemos lá desde o início, chegamos ao ponto onde queremos fazer algo diferente, ser alguém diferente. As pessoas sempre perguntam: “Será que vai ser a coisa mais importante na sua carreira?” E enquanto eu não achar que haverá algo parecido com Harry Potter, que se foi há tanto tempo e manteve a sua popularidade, acho que a resposta, para mim e para todos nós, é que isso deixa os desafios mais difíceis pela frente.