Eventos no Brasil ︎◆ Filmes e peças

Cobertura do tributo a John Williams pela OSB

Semana passada divulgamos a notícia de que o Brasil pela primeira vez teria a honra de ver ao vivo algumas das trilhas compostas por John Williams serem tocadas pela OSB. Não sabíamos se alguém da equipe iria poder comparecer e por isso não prometemos uma cobertura, mas nós conseguimos!
O tributo ao compositor responsável por resgatar a orquestra sinfonica em trilhas sonoras de filmes, que com um tempo passaram a adotar bandas, orquestras menores, ou até com músicas populares, foi brilhantemente comandado pelo maestro Roberto Minczuk, que além de nos emocionar com as músicas escolhidas, fez questão de explicar tudo o que os leigos precisavam saber sobre a estruturação da orquestra, apresentando os diferentes tipos de instrumentos e seus grupos.

Foram apresentadas músicas de Star Wars, Indiana Jones, E.T., Jurassic Park, Harry Potter e A Lista de Schindler, o qual teve uma música além do programa: Um solo de violino apresentado por Daniel Guedes, um dos maiores talentos de sua geração.

O relato sobre o evento e todas as suas surpresas pode ser lido em Notícia Completa!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tributo a John Williams – Orquestra Sinfônica Brasileira
20 de dezembro de 2009
Lorena de Assis

20 de dezembro de 2009 – Um dia inesquecível para as 830 pessoas que compareceram à Sala Cecília Meireles no Rio de Janeiro e presenciaram um dos mais incríveis espetáculos por apenas R$ 2,00. Quando na terça-feira soube da notícia, corri para o site de vendas de ingressos e vocês podem imaginar a minha empolgação quando vi que restavam apenas quatro ingressos. A exata quantidade da qual eu precisava. Tentei não pensar na quantidade de azarações que eu receberia quando algumas pessoas descobrisem isso.

É inegável que as trilhas de John Williams encantaram gerações. Estavam presentes espectadores de todas as idades: de bebês a velhinhos. Minha mãe me disse que o senhor que estava sentado ao lado dela cantorolava todas as músicas.
Quando começaram a tocar a peça de Harry Potter, meu irmão e meu namorado olharam pra mim rindo. Não entendi por quê. Eu estava com uma cara muito idiota enquanto “Hedwig’s Theme”, “Harry’s Wonderous World” e “Philosopher’s Stone” tocavam? Só senti falta de “A Window to the Past”, a música mais linda que ele já compôs, na minha opinião.

O violinista que fez o solo da trilha de “A Lista de Schindler” também encantou a todos e foi aplaudido de pé. Mas esta não seria a única surpresa. Eu aprendi que não se sai de uma apresentação, seja ela qual for, enquanto as luzes da platéia não se acenderem e todos começarem a ir embora. Meia dúzia de pessoas se levantaram e foram embora depois da última música do programa. Eu e a grande maioria permanecemos. O regente voltou ao palco e perguntou qual a trilha que a platéia mais gostou de ouvir, ao qual cada um gritou sua favorita. Ele disse que isso nunca dá certo porque outro dia ele perguntou a cinco pessoas e as cinco tiveram respostas diferentes. E então ele chamou ao palco um menino que lhe disse que a trilha dele era sem dúvida a melhor. Então um menino que o maestro Roberto Minczuk chamou de “Harry” subiu e tentou reger Hedwig’s Theme. Meu namorado me olhava esperando minha reação. Acho que ele esperava que eu começase a gritar. Tudo bem que era minha vontade, mas eu não faria isso.

Porém algo inesperado aconteceu. Um som estranho invadiu a sala no meio da música, uma respiração peculiar… de repente todos se viram e Darth Vader está andando pela platéia em direção ao palco! Ele expulsou o menino e começou a reger a sua Marcha Imperial com o sabre de Luz vermelho, levando o público à loucura! Dezenas de câmeras surgiram de repente, todos queriam ter um registro da cena inusitada. Mas as surpresas ainda não haviam acabado… o regente Roberto Minczuk surge no final da música com uma camiseta do Super-Homem por cima da roupa e luta com Darth Vader com um sabre de luz azul e o vence… Ele assume sua posição e rege então o Tema de “Superman”.

Ao final do espetáculo, ele faz seus agradecimentos e deseja “um feliz Natal, um próspero ano novo e que a força esteja com vocês”. A platéia aplaudiu de pé e era possível ouvir os comentários entusiasmados de todos que saíam. Certamente, este dia nunca sairá de nossas memórias. Espero que todos os estados brasileiros tenham um dia a oportunidade de presenciar algo parecido.