As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 1 ︎◆ Parte 2

Nada mais o assusta”, diz Lewis sobre Neville em RdM

O ator Matthew Lewis (Neville) concedeu uma nova entrevista ao Wicked Local para promover a exposição de Harry Potter na cidade de Boston. O jovem respondeu sobre os livros, o amadurecimento de sua personagem, as adaptações, a fama, Relíquias da Morte e outros.

Eu recebi o roteiro final há algumas semanas. Neville recebeu um monte de coisas para fazer. Os três estudantes principais se afastaram de Hogwarts, mas Neville fica e assume o comando da Armada de Dumbledore. Ele está liderando uma resistência secreta. Ele apanha e fica um pouco ensanguentado. Acho que os fãs vão adorar. Neville realmente se sobressai. Ele tem esse comportamento mais adulto. Nada mais o assusta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lewis também comentou sobre qual decisão tomada pelo roteirista realmente o chateou – e que provavelmente também entristeceu boa parte dos fãs.

“Eu fiquei um pouco chateado quando a cena no livro “Harry Potter e a Ordem da Fênix” não foi incluída, quando Neville vai ao Hospital St. Mungo para ver seus pais. Essa cena foi tão crucial para o personagem de Neville. Mas, devido à duração do filme, nós tivemos que cortar essa sequência.

A tradução da entrevista pode ser lida na íntegra em notícia completa!

MATTHEW LEWIS
Neville lidera a resistência para a exposição Potter no Museu de Ciência

Wicked Local ~ Margaret Smith
28 de outubro de 2009
Tradução: Daniel Mählmann

Neville Longbottom desmaia ao som dos gritos das raízes de mandrágoras e não pode nem mesmo vencer contra os mal-humorados Diabretes da Cornualha, que o agarram pelas orelhas e o penduram no teto da sala de aula.

Mas o garoto de dentes tortos da série Harry Potter na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts se revela um verdadeiro líder em sua luta contra o mal, e ainda consegue uma companheira para o Baile de Inverno antes do Harry.

O ator britânico Matthew Lewis, 20, tem interpretado Neville ao longo da série cinematográfica.

Lewis, que apareceu em Boston para promover a abertura de “Harry Potter: A Exposição” no Museu de Ciência, falou brevemente sobre interpretar uma das figuras heróicas mais improváveis da série.

Na maioria dos filmes até então, Neville Longbottom é um personagem coadjuvante com aparições limitadas. Como você contrói o personagem para que ele seja memorável?
Estou sempre em contato com (o diretor) David Yates, e nós conversamos constantemente sobre o que Neville estaria fazendo e sentindo, mesmo quando ele está em segundo plano… isso é algo no qual David Yates é bom, não apenas com Neville Longbottom, mas com todas as personagens, manter a cena inteira viva.

Como alguém que era fã dos livros desde a infância, há alguma coisa nos filmes até agora que você gostaria que fosse diferente?
Eu fiquei um pouco chateado quando a cena no livro “Harry Potter e a Ordem da Fênix” não foi incluída, quando Neville vai ao Hospital St. Mungo para ver seus pais (vítimas torturadas de Belatriz Lestrange, seguidora de Lord Voldemort). Essa cena foi tão crucial para o personagem de Neville. Mas, devido à duração do filme, nós tivemos que cortar essa sequência.

As histórias dos livros e filmes são contadas principalmente do ponto de vista do Harry. Será que isso limita a capacidade de contar a história?
Obviamente, os livros são sobre como era Harry Potter quando órfão, como ele cresceu, como ele pensou a princípio quando era um trouxa (uma pessoa que não pode fazer magia)… de suas interações com as outras personagens, realmente me tocou muito a com Neville, ele o ajuda a sair de sua concha. Suas interações com Neville ajudaram a levá-lo durante a história.

Junto com as personagens principais, parece que quase toda personagem coadjuvante, incluindo Neville, tem uma base de fãs. Isso tem algum efeito em como você interpreta a personagem?
(Risos) As pessoas dizem, “Mais Neville, por favor. É uma vergonha que não haja mais dele no filme”. No último filme (“Harry Potter e o Enigma do Príncipe”), Neville tinha apenas duas falas. Eu gostaria de ter mais, mas é uma história tão grande que algumas personagens tiveram que assumir um papel mais secundário. Além disso, houve novos personagens que precisaram ser apresentados.

Há pessoas que escrevem fanfics sobre as personagens, incluindo Neville, com finais alternativos e realidades. Você está familiarizado com qualquer uma dessas históris?
Tenho recebido algumas fanfics de vários fãs. É interessante. Algumas delas são evidentemente estranhas. Mas se as pessoas gostam tanto das personagens e escrevem suas próprias histórias, eu acho que é maravilhoso. Se os fãs sentem que eles conhecem a personagem o suficiente para escrever uma história completamente diferente, então isso é maravilhoso.

Algumas fãs também têm uma queda por Neville e por você. Você esperava isso?
Definitivamenet não por mim, mas eu não vou reclamar disso (risos). É legal para um cara de 20 anos ter isso. Quando entrei em “Harry Potter”, isso nunca foi realmente o objetivo.

O que podemos esperar de Neville no próximo filme (“Harry Potter e as Relíquias da Morte, Parte Um”, a ser lançado em 2010)?
Eu recebi o roteiro final há algumas semanas. Neville recebeu um monte de coisas para fazer. Os três estudantes principais (Harry e os amigos Rony Weasley e Hermione Granger) se afastaram de Hogwarts, mas Neville fica e assume o comando da Armada de Dumbledore (que lidera o ataque contra Voldemort e suas forças). Ele está liderando uma resistência secreta. Ele apanha e fica um pouco ensanguentado.

Você está satisfeito com o papel que ele vai desempenhar?
Acho que os fãs vão adorar. Neville realmente se sobressai. Ele tem esse comportamento mais adulto. Nada mais o assusta.