As Relíquias da Morte

Bill Nighy mantém silêncio sobre roteiro de HP7

Bill Nighy, intérprete do Ministro da Magia Rufo Scrimgeour em Harry Potter e as Relíquias da Morte, durante a premiére do seu novo filme, Astro Boy, brincou sobre as medidas de segurança que envolvem o roteiro do sétimo filme e preferiu silenciar-se sobre ele.

Confira um trecho abaixo:

“Eles te matam se você deixar o seu roteiro por aí ou se deixá-lo no ônibus, você está morto. Você tem que assinar um contrato de confidencialidade e coisas assim que são perfeitamente compreensíveis. Então, se eu te disser mais alguma coisa, eles vão até a minha casa”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia o restante desta curta entrevista em notícia completa.

“Harry Potter e as Relíquias da Morte” está em franca produção! A qualquer momento podem surgir novidades empolgantes! Portanto, vigilância constante!

BILL NIGHY
Bill Nighy silencia sobre o roteiro Potter

Yahoo News UK
21 de outubro de 2009
Tradução: Daniel Mählmann e Flávio Jr.

Bill Nighy brincou sobre a forte segurança em torno dos roteiros de Harry Potter. O ator britânico interpreta o Ministro da Magia Rufo Scrimgeour no próximo filme, Harry Potter e as Relíquias da Morte, e brincou ao dizer que teve que rasgar seu roteiro para mantê-lo em segurança.

“Eles te matam se você deixar o seu roteiro por aí ou se deixá-lo no ônibus, você está morto”, disse, rindo.

“Você tem que assinar um contrato de confidencialidade e coisas assim que são perfeitamente compreensíveis. Então, se eu te disser mais alguma coisa, eles vão até a minha casa”.

Bill revelou que se divertiu trabalhando com Daniel Radcliffe – que interpreta o menino-bruxo, Emma Watson (Hermione Granger), Rupert Grint (Rony Weasley) e o diretor David Yates.

“Foi muito gostoso e legal trabalhar com ele, e com Emma e Rupert, e com David Yates, já que essa é a quarta vez que trabalho com ele”, ele acrescentou na premiere de Los Angeles do seu último filme, Astro Boy.

“É ótimo. Pensei que ia ser o único ator britânico de uma certa idade a não estar em Harry Potter, e isso mostrou-se não ser verdadeiro, então é algo legal”.