As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 1 ︎◆ Parte 2

RdM: Flitwick interpretará Grampo, nova tecnologia para Sete Potter

O Twitter tem sido uma maneira de obter atualizações em tempo real e interagir com pessoas que antes podiam ser vistas como intocáveis, como os atores da série Harry Potter. Esses dias, parte do elenco que possui uma conta nessa rede social trouxe novas e interessantes informações.Warwick Davis, por exemplo, que interpreta o Prof. Flitwick desde o início da franquia, vem publicado mensagens engraçadas em resposta a alguns fãs, como a lista de músicas que estariam no iPod de Snape, publicada aqui em notícia completa.

Além disso, o ator confirmou ontem à noite que também vai interpretar o duende Grampo em Relíquias da Morte, e ainda disse ter estado nos estúdios Leavesden recentemente, possivelmente para as cenas internas do Chalé das Conchas, cujos rumores afirmam terem sido filmadas nos últimos dias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, as atualizações do jovem Oliver Phelps (Jorge Weasley) revelaram uma nova tecnologia empregada nas gravações!

Hoje foi um dia de filmagens incrível. Posso dizer que sou o primeiro ator no Reino Unido a ter uma captura facial computadorizada em VFX MOVA. Tecnologia empolgante. Certo, então a MOVA é um sistema onde, usando 29 câmeras e maquiagem ultravioleta e com iluminação artificial, você pode obter movimentos muito detalhados de um rosto.

Essa técnica deverá ser utilizada nas filmagens do capítulo Sete Potter, visto que todos os atores serão submetidos a scaneamento facial para ter moldes sob medida quando eles tomarem a poção Polissuco e se transformarem no Harry.

O VFX MOVA já foi usado em filmes como “O Curioso Caso de Benjamin Button”, “Eragon” e “Beowulf”. Aos aficionados pelo cinema, uma explicação um pouco mais detalhada retirada do press release da tecnologia pode ser lida na extensão.

HARRY POTTER
TOP 10 de músicas no iPod do Snape

Twitter do Warwick Davis ~ Votação por fãs
27 de agosto de 2009

1. ‘Copacabanna’ – Barry Manilow
2. ‘Bad’ – Michael Jackson
3. ‘Walkin’ on Sunshine’ – Katrina & the Waves
4. ‘I’m Too Sexy’ – Right Said Fred
5. ‘For Lily’ – Michael Silvestri
6. ‘Barbie Girl’ – Aqua
7. ‘Bohemian Rhapsody’ – Queen
8. ‘Take a Chance (On Me)’ – ABBA
9. ‘The Sound of Silence’ – Simon & Garfunkel
10. ‘Magic Man’ – Heart

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Parte do press release do Contour

Contour Reality Capture
27 de agosto de 2009

O Contour emprega dois sistemas de câmera sincronizadas mas ainda separadas para gravar simultaneamente as informações visuais e geométricas do assunto. Esses dois conjuntos de dados são combinados para resultar em uma imagem digital 3-D em alta resolução. Com esse processo inovador baseado em ótica que usa menos pontos demarcadores no objeto/pessoa, todos os detalhes sutis de uma atuação humana – de um arqueamento de sobrancelha para arregalar os olhos até um sorriso malicioso – são filmados em tempo real, oferecendo aos diretores e produtores um nível de controle criativo que nunca existiu antes. Em essência, o Contour une o mundo da cinematografia tradicional à animação digital computadorizada, expandindo as possibilidades tanto dos filmes quanto dos fabricantes de vídeo games.

A representação volumétrica, 3-D e em alta definição da ação do Contour pode ser importada, modificada, manipulada ou redirecionada a outros personagens usando software à venda de animação CGI. O Contour pode rapida e facilmente importar o verdadeiro comportamento humano em toda sua complexidade distinta para uma esfera virtual, e trabalha bem tanto com os marcadores de captura de movimento quanto com os principais sistemas de animação quadro-a-quadro.

Os tradicionais marcadores de captura de movimento são usados para criar performances incrivelmente realísticas para a captura do esqueleto, mas nunca foi projetado para capturar a complexidade do movimento de tecidos suaves, como o franzir dos lábios ou as ondulações da pele. O Contour captura o movimento de qualquer superfície 3-D, deformável ou não, com precisão sub-milimétrica em até 120 quadros por segundo, em uma resolução acima de 100,000 polígonos por quadro. O resultado é um desempenho digital totalmente real que requer um mínimos retoques manuais.