As Relíquias da Morte ︎◆ O Enigma do Príncipe ︎◆ Parte 1

Bonnie Wright fala sobre HBP, escola e intimidades

Bonnie Wright, intérprete de Gina Weasley na saga potter, recentemente dera uma entrevista para o SheKnows e falou dentre outras coisas sobre sua intimidade com Daniel Radcliffe na frente e atrás das câmeras, além de revelar planos futuros dentro da cinematografia.

SheKnows: Em relação ao beijo de Gina e Harry. Foi embaraçoso no set se aproximar dessa maneira e com tantas pessoas e técnicos assistindo?
Bonnie Wright: Foi estranho. Apesar de se tornar um conjunto fechado, ainda há um grande número de pessoas envolvidas e é estranho, porque, não só por conhecer o Dan Radcliffe faz muito tempo, mas estamos todos no mesmo barco também, por isso se torna um pouco como “oh, nós estamos fazendo essa cena hoje”. Eles sabem que é difícil, mas penso que houve muita preocupação para que isso ocorresse bem.

Bonnie Wright, cuja personagem faz aniversário no dia de hoje, comentou ainda sobre as garotas quando chegam em sua idade e sobre sua vida pessoal. A entrevista completa está na extensão e você pode visualizar através deste link.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bonnie Wright fala sobre HBP, escola e intimidades
SheKnows ~ Lynn Barker
11 de agosto de 2009
Tradução: Roberta Escher e Iago Sales

Desde Harry Potter e o Enigma do Príncipe a estrela revelação Bonnie Wright era uma criancinha ruiva, a bonita atriz de 18 anos tem interpretado a irmã mais nova de Ron Weaskey, Gina, nos filmes de Harry Potter.

No inicio da série Harry Potter, Wright era uma alegre e bonita criança nos fundos de cena surgindo mais tarde como uma vitima de mágia das trevas ou olhando timidamente para Harry, começando a desenvolver uma sombra de atração que iria atrair o duo mais tarde na adolescencia.

ALMA GÊMEA DO POTTER

Agora, no sexto filme potteriano, Harry Potter e o Principe Mestiço, Gina passa a ser a grandiosa e verdadeira companheira que Harry merece enquanto o duo nos intriga com os sinais do apaixonado, unido casal que eles se tornaram.

Encontrar Bonnie no famoso e memorável hotel de Nova Iorque, Waldorf-Astoria, SheKnows fic ou satisfeita em descobrir o quao feliz interpretar Gina fez a jovem atriz aumentado o desejo de um dia ela dirigir, escrever e produzir filmes.

Após finalizar o sexto e sétimo filmes baseados no ultimo livro Reliquias da Morte, Bonnie irá estudar cinema em Londes. Mas, hoje, ela sentou conosco para discutir o desenvolvimento das cenas intimas e romanticas com o amigo de muito tempo Daniel Radcliffe, as suas advertencias para seus futuros pretendentes e a inspiração que ela pegou do seu irmao mais velho, quando, tendo lido o primeiro livro potteriano, ele sugeriu que ela lembra ele da Gina.
SheKnows: Você tem um irmão mais velho. Essa relação é parecida com a de Fina e Rony no Filme?
Bonnie Wright: Sim, eu acho que tem sido definitivamente ótimo ter conhecido essa relação na vida real. Eu pude levar alguns coisas da relação de irmão (para o pael) Eu acho, com um irmão mais velho também, tem aquele senso de proteção que eles dão pra você. Eles são apoiadores e eles deixam você fazer o que quiser, mas eles tem um motivo. Obviamente o relacionamento com Gina e Rony é claramente isso, ele é muito protetor dela e, nesse filme, você realmente vê isso quando ele vê ela com o (namorado dela) Dino Thomas no inicio do filme.

SheKnows: O seu irmão achou que você seria uma boa Gina e disse para tentar o papel?
Bonnie Wright: Isso é verdade. Ele tinha lido os primeiros livros e realmente amado eles e ficava tipo “Ah, vocês realmente me lembra da personagem Gina” e eu dizia “okay” sem saber quem era, porque nós tínhamos ouvido que eles estavam fazendo os testes de elenco. Esse foi basicamente o motivo de eu ter ido pro teste na realidade. Eu provavelmente deveria dizer obrigada pra ele.
SheKnows: Esses filmes tem sido uma grande reviravolta na sua vida, você acha que você perdeu alguma coisa por ter feito eles ano após ano?
Bonnie Wright: Eu acho que eu perdi aquela dinâmica de sala de colégio, quando estão todos aprendendo juntos. Minha educação foi bastante particular, o que é ótimo, você consegue fazer muito em uma hora comparada em estar na escola e ser interrompido.

SheKnows: Vocês todos estudavam no set ao mesmo tempo?
Bonnie Wright: Sim, quando éramos mais novos e todo mundo tinha matérias parecidas, tinha mais de nós nas aulas. Mas quando fomos ficando mais específicos em o que fazíamos, era apenas particular. Mas, para ser honesta, eu acho que olhando pra trás agora isso definitivamente enriqueceu a minha infância muito mais do que me fez perder. Eu acho de trabalhar com todo mundo no set, todo mundo é muito apoiador e inspirados no que eles fazem que tem sido uma inspiração. A ética de trabalho deles é algo que transmitia para todos nós.

GINA EVOLUI PARA SRA. POTTER

SheKnows: O quão feliz vocês ficou que Gina tem muito mais o que fazer nesse filme e nos próximos?
Bonnie Wright: Eu definitivamente estava antecipando isso quando eu li o livro. É difícil porque você nunca sabe como eles vão adaptar para o roteiro então você não pode ficar empolgada demais. Mas eu lembro quando li o roteiro eu fiquei muito empolgada. Eu acho que a personagem aparece meio que gradualmente durante o filme e não apenas no inicio e no fim, você pode trabalhar para o desenvolvimento do seu personagem e isso foi uma coisa que foi definitivamente a mais empolgante pra mim como atriz, ser realmente capaz de me aprofundar no papel que teve mais conteúdo e foi ótimo trabalho com o David Yates e o Dan quando nós estávamos olhando para esse relacionamento e como nós iríamos construí-lo. Mesmo se você não é capaz de explorar todas essas emoções quando você está filmando, ao menos você criou o fundamento e pareceu que tinha mais história por trás dos personagens.

SheKnows: Quando você descobriu pela primeira vez que a Gina e o Harry seriam um casal?
Bonnie Wright: Quando eu li o livro. As pessoas ficavam falando “Ah,você chegou na pagina 400 e alguma coisa?” “Não, não me contem!”

SheKnows: Então nos diga mais sobre você e o Dan se encontrando antes de gravar para falar das cenas.
Bonnie Wright: A maior parte foi nós dois conversando com David Yates sobre como fazer uma relacionamento sutil que cresceu. Se acontecesse do nada, não nos dava muita longevidade para a idéia de que, no final, eles acabariam juntos. Eu acho que eu e o Dan olhamos em como eles se aproximaram e começa, não um choque para eles, mas eles percebem isso um com o outro.

SheKnows: Ela parecia sempre gostar do Harry, mas ele não parecia corresponder.
Bonnie Wright: O personagem do Harry nunca teve sentimentos por ela e ela já tinha esses sentimentos, mas meio que esqueceu eles e Harry começa a perceber algo que ele não achou que estava nele. Então eu acho que era isso que queríamos ver. Como esses momentos de tensão que cresceram entre eles sempre são separados por alguma coisa que está acontecendo ou por Rony interrompendo.

SheKnows: Ou por ele se metendo no meio de vocês dois.
Bonnie Wright: (risadas) Sim.

O TIPO DE BONNIE WRIGHT

SheKnows: O que um homem nunca deve fazer se não quiser deixá-la irritada?
Bonnie Wright: Oooh, eu não gosto quando os caras amam demais. Isso é uma verdadeira chatice. Tem que existir um sentimento igual. Então acho que com o tipo de sermos reconhecidos pelo que fazemos, penso que quando as pessoas tratam você de maneira diferente, nesse sentido, não é certo. Ou eles agem de maneira diferente ou não. Seja você mesmo.

SheKnows: Em relação ao beijo de Gina e Harry. Foi embaraçoso no set se aproximar dessa maneira e com tantas pessoas e técnicos assistindo?
Bonnie Wright: Foi estranho. Apesar de se tornar um conjunto fechado, ainda há um grande número de pessoas envolvidas e é estranho, porque, não só por conhecer o Dan Radcliffe faz muito tempo, mas estamos todos no mesmo barco também, por isso se torna um pouco como “oh, nós estamos fazendo essa cena hoje”. Eles sabem que é difícil, mas penso que houve muita preocupação para que isso ocorresse bem.

SheKnows: Então, qual o seu segredo pra não deixar isso tudo te incomodar?
Bonnie Wright: Você tem que esquecer tudo que está a seu redor. Você precisa. Especialmente nessa cena de Harry e Gina juntos. Estão apenas os dois na sala e é um momento bem íntimo e não há este elemento de sigilo, assim você tem de esquecer de todos lá, para tornar esse momento mágico entre ambos.

SheKnows: Como você se identifica com Gina? E o quanto são diferentes?
Bonnie Wright: Gina provém desta enorme, realmente grande família. Eu só tenho um irmão, e ela tem o que? Seis. Ter um irmão torna-se uma boa conexão, isso eu posso tirar na vida real e sendo apenas um garoto crescendo na escola passando pela adolescência. Eu não acho que Gina necessariamente não possua nenhum medo, mas ela está ali para Harry e existe um momento que A Toca está sendo incendiada e que Gina corre entre algumas palhas a fim de salvá-lo, eu acho realmente a bravura uma coisa que definitivamente eu admiro nela. E inspiro isso para mim.

TODO O SEU AMOR

SheKnows: Existe uma diversão na utilização de algumas poções do amor no filme. Se você realmente gostasse de um cara, usaria uma poção do amor com ele, se estivesse disponível e você soubesse que ela iria trabalhar?
Bonnie Wright: Deus, sim! (nós rimos). Bem, você poderia… mas, e se ele sair de moda? Só se houvesse uma de curta duração. É um bocado idiota, mas não vejo porque não.

SheKnows: Como você acham que as mulheres jovens devem tratar seu primeiro amor?
Bonnie Wright: Depende se os sentimentos são compartilhados por ambos. É muito difícil, e penso que algo mostrado muito bem nesse filme com Lilá e Rony, esta ideia de que uma pode ser mais obcecada que a outra também. É difícil, nessa idade, quando você descobre os diferentes tipos de sentimentos e com qual deles entram a parte dos garotos, mas ainda parece algo tão imaturo. Acho que as meninas vencem mais rapidamente. Se um cara mostra interesse, chegam perto delas de um modo que elas possam perceber. E, obviamente, ser você mesmo. Tantas garotas são pressionadas com essa história de aparência física colocada em pessoas diferentes.

SheKnows: Excelente conselho. Que tipo de música você tem ouvido agora? Kings of Leon ou Killers, algo mais passado?
Bonnie Wright: Sim, esse é o tipo de música que eu uso para o amor. Não creio que existam coisas muito modernas que eu ame. Durante a infância eu ouvia Bob Dylan e Johny Cash ou Velvet Underground. Eu realmente gosto de coisas que você pode realmente ver o músico trazendo o artista para frente junto a seu som uma mensagem peossoal. Eu particularmente não gosto muito de música pop, pra ser honesta. E também para meus exames, quando estou estudando, fico com música clássica na minha casa, é só ouvir que consigo me concentrar.

SheKnows: O que você gostaria que seus fãs soubessem e ninguém nunca perguntou?
Bonnie Wright: Acho que gostaria que eles soubessem que não estou interessada somente na parte da atuação nos filmes, eu também me interesso em fotografia. Sou inspirada por tudo que assisti enquanto filmagens, estou também interessada na cinematografia, na direção.

SheKnows: Gostaria de escrever e dirigir algum dia, então?
Bonnie Wright: Sim, definitivamente. Eu estou indo em setembro pra escola de filmagem. Eu realmente amo e quero continuar atuando, mas quero enxergar uma foto maior. É tão inspirador assistir a esses incríveis diretores e editores cinematográficos.

SheKnows: Você vai para que escola de filmagem?
Bonnie Wright: Vou pra Universidade das Artes – Londres, uma das principais. Até agora tenho sido capaz de equilibrar a educação com a carreira. Gostaria de continuar a atuar enquanto estudo cinema, mas, se eu não puder, então eu vou me concentrar na aprendizagem. Então vou esperar três anos depois, quando tiver férias de verão, para fazer novas peças e projetos.