Não categorizado

Wright e Lynch falam sobre Crepúsculo, filmagens e mais

Há alguns dias nós publicamos uma notícia que gerou polêmica porque a atriz Evanna Lynch (Luna Lovegood) afirmou não achar a série Crepúsculo tão boa quanto Harry Potter – e que as comparações feitas no começo as irritaram ao ponto de ter sido, um dia, uma anti-Twilight.Agora nós trazemos a tradução da entrevista na íntegra, que na realidade também foi conduzida com a atriz Bonnie Wright (Gina Weasley). Confiram mais um trecho inédito logo abaixo:

Então você precisa encontrar uma nova coisa para ser fã. O que vocês pensam sobre os livros da saga Crepúsculo?
BW: Eu li o primeiro livro e acho que eles fizeram um bom trabalho com o filme. Mas Harry Potter é melhor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eu também tentei ler Crepúsculo na espectativa de que achar algo que pudesse ser o “novo Harry Potter”, mas eu tive que desistir depois de 40 páginas.
EL: Você não gostou de Crepúsculo? Eu fico feliz de ouvir isso. É como se os livros fossem escritos por uma garota, uma adolescente. Mas é claro que esse também é o charme da série, mas você não pode dizer que ela é fantástica. Você viu o filme?

Sim. Eu entendo muito bem porque é tão popular, mas eu não me apaixonei.
EL: Haha. É meio cansativo que toda hora a Bella fique falando sobre como o Edward é bonito. Dá um tempo!

As jovens também falam sobre amizades dentro do elenco, a vida escolar, como conseguiram o papel, dentre outros assuntos. Confiram toda a conversa clicando em notícia completa!

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
“Eu beijei Harry Potter 20 vezes”

Kino ~ Af Søren Søndergaard
Tradução para o inglês: Bonnie Wright Online
Tradução para o português: Patricia Abreu

Holofotes: Kino.dk conversou com as pessoas atrás de Gina Weasley e Luna Lovegood sobre Potter, fama e Crepúsculo.

Em um dia quente de verão em Copenhagen, Kino.dk encontra Bonnie Wright e Evanna Lynch que interpretam Gina Weasley e Luna Lovegood em Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Mesmo sendo tão jovens, 18 e 17, as duas estrelas adolescentes são muito falantes e respondem às perguntas feitas pelos usuários do Kino.dk.

Pergunta: Essa é a primeira vez que vocês visitam a Dinamarca?
BW: Sim, nós fizemos um passeio de barco e a cidade é muito empolgante, com uma arquitetura* incrível.

EL: O clima é agradável e as pessoas parecem mais relaxadas do que em Londres.

Vocês têm dois papeis diferentes nos filmes de Harry Potter. Vocês se reconhecem em GW e LL?
BW: Eu conheço minha personagem há tanto tempo que pode ficar complicado separar a Bonnie da Gina, porque você leva partes da sua própria personalidade para o papel. Gina é muito independente e eu admiro isso na personagem.

EL: Eu sou como Luna, muito mente-aberta. Nós acreditamos nas coisas até que se prove o contrário e não julgamos as coisas com preconceito. Luna é o oposto da Hermione. Hermione tem que ler em um livro para acreditas. Eu acredito em magia e em anjos. Mas se você rejeita as coisas, você não as vê.

Onde o Chapéu Seletor colocaria vocês?
BW: Haha. Eu acredito que seria na Grifinória e não na Sonserina.

EL: Eu não tenho certeza. Eu gostaria de dizer Grifinória, mas eu acho que seria na Corvinal, como a Luna Lovegood.

Vocês todos parecem com uma grande família quando estão em um filme de Harry Potter, mas com quem vocês costumam conversar mais?
BW: Os irmãos Weasley, talvez por sermos uma família nos filmes, e depois Emma Watson e Evanna. Mas eu me dou bem com todos e espero manter contato com mais deles quando tivermos acabado os filmes.

EL: Diferente duma escola, quando você tem que ser amigo daqueles que estão na sua classe, é mais fácil fazer amigos em um grande estúdio com tantas pessoas diferentes. Mas eu fico mais com a Bonnie, Katie – que interpreta a Cho Chang e depois tem sempre alguém novo chegando para você fazer amizade.

Você tinha apenas 9 anos quando ganhou o papel de Gina Weasley no primeiro filme de Harry Potter. Quanto você sabia do mundo de Harry Potter naquele tempo?
BW: Nada! Eu comecei a ler o livro durante os testes e depois eu me apaixonei mais por esse mundo. Quando eu li o resto dos livros eu fiquei surpresa, mas feliz porque a Gina teve um papel maior e uma importância maior no enredo.

Essa é uma pergunta para a Bonnie de Amina, 14. Como foi beijar o Harry Potter?
BW: Bem estranho, agora que o Daniel e eu nos conhecemos há tanto tempo. Mas foi mais fácil do que eu pensei. Antes eu fiquei bem nervosa porque é um momento que muitos fãs estavam aguardando, mas eu acho que ficou bom no filme. A cena demorou dois dias para ser gravada e eu tive que beijá-lo umas 20 vezes ao todo.

E a Louse 12, quer saber como vocês conseguem tempo para acompanhar a escola.
BW: Nós temos 3 a 5 horas de aulas particulares todo dia no estúdio. Acaba sendo bem intenso, porque você não tem como se esconder como na sala de aula. Mas eu passei pelos mesmos testes que teria passado se estivesse indo a uma escola normal.

EL: Eu tento ir à escola sempre que possível, porque é muito diferente aqui no estúdio. É muito puxado, mas eles são os melhores professores que poderíamos ter.

Antes de você conseguir o papel de Luna, você escreveu uma carta para a JK Rowling e ela respondeu?
EL: Sim, eu escrevi para ela contando o quanto o livro significava para mim e disse a ela o quanto eu queria o papel de Luna nos filmes. E depois eu recebi uma carta a mão dela. Ela foi muito legal. Ela até me escreveu dizendo que talvez pudesse me ajudar a conseguir um papel como extra. Eu respondi que então eu não poderia fazer a Luna…..

Qual é a melhor e a pior parte de estar nos filmes de Harry Potter?
BW: Toda a experiência que você consegue fazendo parte de um projeto assim é a melhor parte. A pior, ou a coisa mais estranha é que é um grande fenômeno. É surreal ser reconhecida. Eu não sou reconhecida vezes o suficiente para ser um problema, e eu também gosto de conversar com os fãs de Harry Potter.

EL: O melhor é que você pode dizer que faz parte dos filmes de Harry Potter e os amigos que você faz. A pior parte é que você não pode ser um fã de Harry Potter da mesma forma que era antes. Você precisa ter uma vida fora do trabalho. Eu costumava discutir Harry Potter na internet, mas eu não faço mais isso porque agora há comentários sobre mim. Eu amava ficar na fila para comprar ingressos para o cinema e fazia minhas próprias camisetas de Harry Potter. Mas não é um preço muito alto a se pagar para ser parte dos filmes de Harry Potter.

Então você precisa encontrar uma nova coisa para ser fã. O que vocês pensam sobre os livros da saga Crepúsculo?
BW: Eu li o primeiro livro e acho que eles fizeram um bom trabalho com o filme. Mas Harry Potter é melhor.

EL: São bons livros, mas eu não acho que sejam tão fantásticos quanto Harry Potter. Eu não acho que eles sejam tão bons e por um tempo eu fui um pouco anti-Crepúsculo. Todos diziam que era o novo Harry Potter e eu não concordo.

Eu também tentei ler Crepúsculo na espectativa de que achar algo que pudesse ser o “novo Harry Potter”, mas eu tive que desistir depois de 40 páginas.
EL: Você não gostou de Crepúsculo? Eu fico feliz de ouvir isso. É como se os livros fossem escritos por uma garota, uma adolescente. Mas é claro que esse também é o charme da série, mas você não pode dizer que ela é fantástica. Você viu o filme?

Sim. Eu entendo muito bem porque é tão popular, mas eu não me apaixonei.
EL: Haha. É meio cansativo que toda hora a Bella fique falando sobre como o Edward é bonito. Dá um tempo!

Última pergunta é do Mikkel, 15. Quais filme e livro de Harry Potter são os seus favoritos?
BW: Meu livro favorito é o último da série, porque tudo fica amarrado junto e meu filme favorito é o último (6º) porque, pessoalmente, eu aprendi tanto sendo parte dele. E a parte visual também é a melhor. O diretor de fotografia realmente fez um trabalho fantástico e a música é a melhor da série. É um filme bem balanceado e dá tempo para os diferentes personagens. E o filme é uma grande despedida de Hogwarts, que não é realmente parte dos últimos dois filmes.

EL: Meu livro favorito é o quinto e o último. No quinto, Harry aprende tanto sobre si mesmo e todos esperam tanto dele. No sexto ele está muito mais independente e não se importa tanto com o que os outros pensam, algo que ele aprendeu no livro 5. E o último eu amo porque todos têm seus grandes momentos. Meu filme favorito é o último (6º). Ele não é tão guiado pelo enredo, como os fãs já devem saber, mas é muito mais sobre os personagens.

A entrevista acaba. Agora Bonnie e Evanna vão ao Tivoli antes do fim da tarde, em Imperial, onde elas vão assistir Harry Potter e o Enígma do Príncipe mais uma vez, se elas conseguirem ficar sentadas.

EL: Eu já assisti o filme três vezes e se eu assistir vezes demais vou simplesmente me cansar dele. Então talvez eu saia de novo quando o filme começar.