Não categorizado

Nova entrevista de Rupert Grint feita pela LA Times

Dando continuidade à série de entrevistas divulgadas recentemente, a LA Times lançou uma reportagem exclusiva com o ator Rupert Grint, que interpreta o melhor amigo de Harry Potter, Rony Weasley, a qual já pode ser conferida aqui.
Na entrevista, Rupert fala sobre o seu personagem, Emma Watson(Hermione Granger), Daniel Radcliffe(Harry Potter), além de contar como se sente em relação à aproximação do fim da série.

Agora, parece estar muito distante. Eu realmente não sei o que vou fazer. Vou sentir falta dele, eu acho, porque ele foi toda a minha vida durante um bom tempo.

Mais ou menos uma hora antes da entrevista em seu camarim, Grint estava preso em um aparelho que é usado para filmar as cenas em que eles praticam um esporte voando em vassouras (pense em um lacrosse de grande impacto). Sob comando, Grint encarava para uma máquina de vento, levantando seu punho e gritando em triunfo. Mas entre os takes ele parecia com dor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isso deixa você ferido na, ah, área do assento da bicicleta“, disse o ator depois de descer. “Isso não é tão divertido quanto eu achei que seria.”

Grint ainda falou sobre o que ele achou do desfecho da série de JK Rowling:

Lendo o último livro, houve muito rumor sobre quem estava para morrer. Então eu fui meio esperando, eu acho, que Dan e Emma não sobreviveriam. Ou nossos personagens, eu acho. Eu estava agradavelmente surpreso, penso. Eu estou feliz que isso terminou do jeito q foi. Nós todos queríamos isso

A equipe do Ish já está traduzindo a matéria e, em breve, vocês poderão conferi-la aqui no site.

Atualizado: A entrevísta já pode ser conferida em notícia completa.

RUPERT GRINT
Rupert Grint na dor do amor e Quadribol

Geoff Boucher ~ L.A.Times
02 de julho de 2009
Tradução: Victor Garcia e Júnior Colares

Rupert Grint pode até andar no tapete vermelho, mas com seu sorriso fechado e sua completa ausência de pretensão, ele parece tão desencanado quanto os visitantes regulares do bar, que se divertem à tarde bebendo cerveja nos fundos de sua casa em Watton-at-stone.

Grint vai ter 21 anos mês que vem, mas ao redor dos olhos ele parece mais velho, e assim como seu personagem Rony Weasley, ele não é tão focado quanto os outros dois membros do trio. Daniel Radcliffe quer ser o “Laurence Olivier” de sua geração e Emma Watson tem uma vasta gama de opções de carreiras, mas Grint, bem, ele está indo de encontro com o futuro naturalmente sem se importar.

“Estava pensando sobre como vai ser quando tudo estiver terminado, depois do último filme,” Grint disse. “Vai ser realmente estranho, na verdade. No momento, isso parece estar longe. Não sei o que farei, sério. Vou sentir muita falta, eu acho, por que tem sido a minha vida por muito tempo. Me diverti realmente, a cada ano voltarmos e fazermos de novo. Isso tudo, é o que eu sei…”

Grint estava sentado em seu silencioso camarim no carvenoso set de Harry Potter fora de Londres, que tem uma mesa de pingue-pongue, uma miniatura de uma mesa de bilhar, uma televisão enorme, um jogo de dardos e uma figura de papelão de seu personagem. É um ótimo dormitório para um cara que nunca teve interesse em faculdade (diferente de sua coprotagonista Watson, que já tem opções de universidades) e acrescenta a sensação de que Grint é um passageiro sortudo e despreocupado no “Expresso Potter”.

Essa impressão não se adequa completamente a todos. Alfonso Cuáron, diretor do terceiro filme de “Potter”, por exemplo, previu que Grint era o integrante do trio Potter que tinha mais futuro no estrelato. Quando perguntado sobre isso, Grint ficou envergonhado. E Emma, quero dizer, ela é realmente muito boa. Nos damos muito bem; ela é uma ótima colega. Uma pessoa ótima.

“Dan é o que é muito direcionado; ele é ambicioso e tem a consciência de que existem algumas coisas a serem feitas na estrada. Sou um pouco mais retraído. E Emma, quero dizer, ela é muito boa. Nos damos muito bem; ela é uma colega. Uma pessoa incrível.

Grint disse que Watson é “como uma irmã”, respondendo sobre algumas cenas em “Enigma do Príncipe”. Um grande componente do filme é o romance juvenil, em particular o doloroso triângulo amoroso envolvendo o Rony de Rupert, a Hermione de Watson e a novata Jessie Cave, como a apaixonada Lilá Brown. Isso acarreta o grande aumento do humor nessa parcela, fora o apelo de Rony para se tornar a um jogador de Quadribol.

Mais ou menos uma hora antes da entrevista em seu camarim, Grint estava preso em um aparelho que é usado para filmar as cenas em que eles praticam um esporte voando em vassouras (pense em um lacrosse de grande impacto). Sob comando, Grint encarava para uma máquina de vento, levantando seu punho e gritando em triunfo. Mas entre os takes ele parecia com dor.

“Isso deixa você ferido na, ah, área do assento da bicicleta“, disse o ator depois de descer. “Isso não é tão divertido quanto eu achei que seria.”

Grint disse que ele deu uma olhada no primeiro filme “Potter” na TV uma semana antes e ele ficou assustado como ele era jovem e como seus amigos pareciam enquanto eles corriam pelo castelo. Isso o fez pensar sobre o final, tanto dos livros (que foi concluído ano passado) e dos filmes (que encerrará em 2011).

“Lendo o último livro, houve muito rumor sobre quem estava para morrer. Então eu fui meio esperando, eu acho, que Dan e Emma não sobreviveriam. Ou nossos personagens, eu acho. Eu estava agradavelmente surpreso, penso. Eu estou feliz que isso terminou; do jeito que foi. Nós todos queríamos isso“