Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

Mais detalhes são revelados da maquiagem de Greyback

Na quinta-feira nós publicamos uma notícia do LA Times a respeito da criação da maquiagem utilizada no lobisomem Ferir Greyback, interpretado pelo ator Dave Legeno. Agora, alguns novos detalhes foram divulgados pela Make-Up Artist Magazine!

O que fizemos foi enfiar pêlos finos de cabra nas peças e pintá-los previamente, por isso, quando aplicamos a maquiagem, ela não vai demorar tanto tempo. Como o cabelo já foi aplicado, não há cola, então o movimento será mais livre. A razão pela qual nós usamos pêlo é porque ele é pequeno e muito fino. Se você usar cabelo humano, bovino ou qualquer outro cabelo, devido ao fato dele precisar ser cortado, teria o mesmo comprimento nas duas extremidades e uma aparência grosseira, enquanto que o pêlo parece ótimo próximo à pele.

Nick Dudman também revela que a decisão por fazer tudo isso em sete pedaços de silicone e não apenas em dois foi para facilitar a colocação e colagem no lugar exato, sobrando tempo para a maquiagem logo em seguida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A tradução do artigo pode ser conferida na íntegra em notícia completa!

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Nick Dudman fala sobre Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Make-up Artist Magazine ~ Joe Nazzaro
23 de julho de 2009
Tradução: Daniel Mählmann

Entrar na oficina de objetos de criaturas de Harry Potter nos Estúdios Leavesden é um pouco como entrar em Hogwarts por si só: você nunca sabe o que vai encontrar ao redor de cada esquina. Ao longo da última década, Nick Dudman e a sua equipe de artistas e técnicos têm construído todos os personagens imagináveis, desde o elfo doméstico até o hipogrifo.

Como um visitante logo descobre, o último filme, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, não é nenhuma exceção a essa ampla gama de trabalho. Nessa manhã em particular, um membro do departamento de Dudman está trabalhando em um dublê para a gata de Filch, Madame Nora, enquanto outro está testando peles para o personagem lobisomem, Fenrir Greyback. Na próxima porta, vários artistas estão pintando um par de criaturas com aparência de zumbi chamadas Inferi, que no final serão scaneadas e transformadas em criaturas digitais.

Em termos reais de maquiagem, Greyback é a maior criação nesse filme, que Dudman e a sua equipe têm projetado como uma prótese de silicone de sete peças. “Ele é um personagem com uma grande quantidade de pêlos finos em todo o corpo”, Dudman explicou. “Nos velhos tempos, se estivesse fazendo um lobisomem, você iria apenas fixar cabelo solto em um ator, mas atualmente a câmera iria mostrá-lo, além disso, por ser uma técnica tão grosseira, ela ficaria diferente todos os dias.”

“O que fizemos foi enfiar pêlos finos de cabra nas peças e pintá-los previamente, por isso, quando aplicamos a maquiagem, ela não vai demorar tanto tempo. Como o cabelo já foi aplicado, não há cola, então o movimento será mais livre. A razão pela qual nós usamos pêlo é porque ele é pequeno e muito fino. Se você usar cabelo humano, bovino ou qualquer outro cabelo, devido ao fato dele precisar ser cortado, teria o mesmo comprimento nas duas extremidades e uma aparência grosseira, enquanto que o pêlo parece ótimo próximo à pele.”

“A razão de nós termos projetado a maquiagem em sete pedaços, incluindo as orelhas, é que se fossem apenas dois pedaços, manusear o silicone e colar na posição exata se tornaria muito difícil, então você escolhe tamanhos que pode manipular e dar um período de tempo para fazer a maquiagem.”

Com tanto trabalho em curso em Greyback, Dudman está justificadamente satisfeito com a aparência que o personagem ficou. “Eu acho que ele é um exemplo à mostra para nós nesse filme”, ele disse. “Além disso, ele vai nos dar alguma prática para os próximos!”