Eventos no Brasil ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Não categorizado ︎◆ O Enigma do Príncipe

[ATUALIZADO] Cobertura da Pré-estréia

Como nós anunciamos, comparecemos à pré-estréia de Enigma do Príncipe no Rio de Janeiro na última segunda-feira, e também à sessão realizada em São Paulo no mesmo dia. O Potterish levou 40 fãs em cada uma das cidades. Confira a cobertura completa dos eventos agora.
Conforme iam chegando, os fãs pareciam ter tomado sua própria dose de Felix Felicis: exibindo sorrisos, posando para fotos ou conversando com os amigos do fandom, o clima era de muita animação naquela segunda-feira. Todos pareciam pensar que nada poderia dar errado.O material promocional do filme estava espalhado pelos locais, criando áreas onde as pessoas se concentravam para bater fotos. Era comum ver o público parando os cosplayers para tirar fotos ou comentando sobre a estréia do filme, gritando incentivos a determinada casa ou personagem.

Apesar do aviso constar nos convites e de todos terem sido recomendados que deixassem qualquer câmera em um guarda volumes, dentro das salas de exibição, seguranças enormes cuidavam para que nada fosse fotografado ou filmado. Quem estava ao telefone dentro das salas recebeu o aviso de que os celulares deveriam ficar desligados durante a sessão. A organização estava bem preocupada com o sigilo.

Não deixe de conferir os relatos dos participantes na notícia completa. Se você foi um dos sortudos, entre em contato comigo. Veja também se a sua cidade é uma das que terá a cobertura do Potterish para a estréia, comente sobre ele no fórum Grimmauld Place e aproveite o filme da penúltima parte da história!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fique atento para as atualizações com fotos na nossa galeria.

Atualizado: Você já pode conferir as fotos e os relatos de Franca-SP, aqui e aqui.

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Relato sobre a Pré-estréia – Rio de Janeiro

Lorena Assis
14 de julho de 2009

Não farei aqui uma crítica do longa. Afinal, você já conferiu uma crítica brilhante de Arthur Melo na semana passada, e uma análise minha não chegaria nem aos pés de sua resenha. Estou aqui para compartilhar com vocês a incrível sensação de comparecer à exibição de Harry Potter e o Enigma do Príncipe para convidados da Warner, ontem à noite no Rio de Janeiro. Estar naquele lugar repleto de fãs ansiosos para a sessão foi algo indescritível. A emoção e a empolgação de cada um naquele lugar era contagiante e me deixavam nervosa.

Logo localizei a Patricia Abreu, o Mike, a Lara e a Maya – uma celebridade do fandom carioca – e peguei meus convites (lindos!). Tinha muita gente de cosplay, fantasias perfeitas. Alguns pareciam estar de fato saindo de Hogwarts. Estavam lá também Sibila Trelawney, Alastor Moody, Ninfadora Tonks e Alvo Dumbledore. A magia parecia estar à nossa volta.

Na fila, a ansiedade tomava conta de todos. A sala 4 demorou uma eternidade para ser aberta. Pelo menos foi o que nos pareceu. Quando enfim entramos, e vimos a logo da Warner ser exibidas na tela, a platéia se manifestou com os habituais aplausos e gritos. No decorrer do filme, se ouviam sons de surpresa de alguns fãs que não acompanharam as notícias e as resenhas que falavam sobre as alterações que haveriam na história, como o ataque à Toca. Ouviam-se também lamentos pelo sofrimento de Hermione ao ver Rony e Lilá, suspiros com o beijo de Harry e Gina e aplausos a cada momento brilhante de Alan Rickman e Helena Bonham Carter. Os atores dos jovens Tom Riddle, tanto o de onze anos quanto o de dezesseis, conseguiram transmitir a aura do personagem magnificamente. Jessie Cave esteve incrível como Lilá. A comédia estava no ponto certo e o romance não estava exagerado como muitos fãs – inclusive eu – temiam. E quem pensava que o humor seria exclusividade de Rony, também se enganou. Horácio Slughorn também garantiu boas gargalhadas e aplausos por parte de todos.

Meu namorado, vez ou outra, me interrompia para perguntar coisas como “O que são Horcruxes” e “Quem é o Príncipe Mestiço”. Eu respondia apenas “assista ao filme” deixando-o impaciente. Foi divertido ver a sua expressão de surpresa ao ver Snape matar Dumbledore e depois se revelar o Príncipe Mestiço. Eu fiquei um pouco frustrada por Harry não chamá-lo de covarde, como eu ansiava ver, fazendo-o revidar dizendo “não me chame de covarde” com ferocidade.

Saindo da sala, animadíssimos e comentando as cenas, tiramos várias fotos e fomos enfim pra casa, exibindo sorrisos exultantes, e imaginando quantas pessoas no mundo não gostariam de estar no nosso lugar aquela noite.

Todas as adaptações anteriores m surpreenderam, seja por uma cena cortada ou pelas belas sequências de ação. Mas não sei o que dizer nesta em especial. É fato que a equipe técnica ganhou pontos positivos comigo por fazer o melhor filme da série. Mas ainda assim, na minha opinião, fizeram também a pior adaptação da história de J.K.Rowling, por se fastar tanto do livro cortando coisas importantes e incluindo coisas desnecessárias e, pior, alterando partes que já estavam perfeitas na sua forma original. Além de pequenas coisas continuarem me indignando como “por que a marca negra fica no braço esquerdo em vez do direito? O que custa seguir o livro pelo menos nisso?” Enfim. Isso já coisa de fã perfeccionista, como eu. E apesar dos inúmeros spoilers divulgados como cenas vazadas e resenhas contando cena por cena, o filme de David Yates conseguiu agradar aos fãs ali presente, sem duvida. Mesmo observando o fato de todos terem aplaudido no final e parando imediatamente quando o nome do diretor apareceu na tela. Fã de Harry Potter é cabeça dura mesmo e muito difícil de conquistar.

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Relato sobre a Pré-estréia – São Paulo

Aline Penha
14 de julho de 2009

Sou uma pessoa privilegiada, sim sou mesmo muito privilegiada, afinal estou aqui para relatar os maravilhosos momentos que o Potterish e a Warner Bros me proporcionaram na fria segunda feira de 13 de julho de 2009.

Eram 19hrs e 40 minutos, faltavam poucos minutos para a realização de um sonho. Desci do carro com um pouco de vergonha, confesso. Não é nada fácil entrar em um shopping Center lotado vestindo um discretíssimo cosplay de aluna da Grifinória.

Fui direto ao elevador para chegar o mais rápido na área dos Cinemas do Shopping Eldorado em São Paulo, a visão que tive do ambiente foi a mais incrível que se possa imaginar. Vários fãs fervorosos da série Harry Potter reunidos para uma grande festa: A Pré estréia Exclusiva de Harry Potter e o Enigma do Príncipe. A beleza dos trajes de cosplay dos fãs impressionava a grande parte da imprensa que estava por ali. Milhares de flashes foram necessários para registrar a emoção de aproximadamente 1.400 pessoas que tiveram a grande chance de conferir o tão aguardado filme antes que muitos fãs em todo o mundo.

Enquanto aguardava o horário da sessão encontrei diversos amigos de vários fã clubes de São Paulo, entre eles claro, nossos aliados da Hogfriends. Encontrei também maravilhosos fãs do Potterish, que sempre muito educados tiraram uns minutos da espera que parecia interminável para conversar um pouco comigo. Creio que esses raros momentos fazem o dia-a-dia de uma Newsposter valer á pena.

Os minutos que seguiram passaram com uma incrível lentidão devido à grande ansiedade de adentrar em uma das 5 salas reservadas para a exibição.

08h40min, finalmente chegou a hora, os fãs foram instruídos á formar uma fila para organizar a entrada. Aos pares os 1.400 fãs foram encaminhados á cada sala disponível.

Com direito a pipoca e refrigerante, adentrei a uma das salas lotadas na companhia do meu grande amigo Dérick, tradutor do Potterish e minha mãe que insistiu em fazer parte do momento de realização do meu sonho.

Saltitando feito Luna Lovegood subi ás escadas do cinema em busca do lugar perfeito para apreciar cada momento precioso da película.

Sentamos e aguardamos mais alguns minutos. Logo reparei que eu era a única pessoa com cosplay naquela sala, porém não liguei para isso, a minha felicidade realmente falava mais alto!

Não demorou muito para que aparecesse na telona o conhecido logo de Harry Potter. Com muita emoção apreciei cada segundo de filme exibido, me sentindo uma das pessoas mais felizes do mundo. Sorri, chorei, estranhei, chorei mais um pouco, o Dérick é claro, não perdeu a oportunidade de se divertir com a minha emoção exacerbada. Cada segundo do filme foi mágico, especial, emocionante. Muitos podem dizer que o filme não ficou fiel ao livro no qual é baseado, porém podemos afirmar que a essência da história permanece. Com a sensação de sonho realizado saí da sala após o final da exibição com os olhos borrados pelas lágrimas, mas com um grande sorriso no rosto e a deliciosa sensação de sonho realizado. E que venha a próxima Pré estréia!


HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Relato sobre a Pré-estreia – Franca/SP

Deny Eduardo
14 de julho de 2009

Pré-estreia. Todos demasiado ansiosos para saber se realmente as críticas de Enigma do Príncipe se confirmariam em seus variados aspectos. Numa atmosfera de extrema ansiedade mas ao mesmo tempo alegria foi que na Moviecom Cinemas o nosso “Enigma” foi desvendado, ou melhor, lançado. A primeira exibição para os fãs não contou com tanto alarde em meio aos filmes tal como ocorreu na estreia. Um público mais seleto que determinantemente permaneceu desde as oito horas da noite no Franca Shopping foi o responsável pelo grande sucesso do lançamento do longa na capital calçadista brasileira.

Numa parceria entre o fanclub Dumbledore’s Army, os Marauders Brothers e a Moviecom Cinemas na pessoa da Michela preparou uma grande surpresa para os fãs enlouquecidos para ver o tão esperado beijo de Harry Potter e Gina Weasley. A simulação do sequestro de um casal, numa espécie de teatro alusivo à trama, foi o que iniciou a sessão de pré-estreia. O casal entrando correndo na sala chamou a atenção de todos mas ao mesmo tempo não deixou que a encenação tivesse os diálogos compreendidos. Uma invasão dos comensais (eu era um deles!) separou o casal romântico e os levou para o Lorde das Trevas. Emocionante viver um dia do lado mais negro da história (risos).

Por favor, não leia os parágrafos seguintes caso não queira saber de spoilers do filme!

Agora, se me permitem, uma crítica sobre o filme. Não tenho tantos conhecimentos técnicos para uma boa avaliação mas posso dizer que o filme ficou muito bom. Só achei que foi um pecado o roteiro deste filme. Com tantas coisas a explorar o filme ficou meio que feito em flashes e a mim não apresentou um entrelaçamento entre algumas partes da história. Contudo, posso felicitar o Yates por ter apresentado, ao menos à mim, algo que eu nunca tinha visto em outros filmes (pode ser por falta de percepção mesmo!): as ampulhetas do salão principal. É, elas estavam lá; consegui até mesmo identificar a posição delas que se não me engano era Sonserina, Corvinal, Grifinória e Lufa-Lufa, todas zeradas.

Parando de falar de coisas meio inúteis como esta e continuando a falar, de fato, do filme ainda cito um outro pecado que não critiquei anteriormente. A cena do ataque À Toca ficou perdida dentro do filme. Não teve muito sentido para a trama e não influenciou em nada o restante da história – até o presente momento!
E quem será que não teve um baita susto quando um inferi agarrou a mão de Harry Potter? Sim, foi praticamente um grito em unísono… todo o Cine 1 foi surpreendido por aquela mão asquerosa e molhada que saiu do lago.

E, é claro, para finalizar com chave de ouro minha crítica, não poderia deixar de citar Alvo Dumbledore. Não achei que eu iria sentir tanto como senti quando vi ele ser morto. E aqui, outro adendo, Harry Potter sem imobilização me pareceu muito medroso. Se fosse o Harry Potter que eu conheço ele teria, com certeza, desobedecido Snape e tinha sido morto ou defendido e salvado o Diretor debilitado. Uma cena, certamente, emocionante. “Severo, por favor!” foi algo marcante e caracterizará, para mim, o Dumbledore do sexto filme. Um bruxo tão respeitado e temido por alguns pede clemência e tenta diferenciar seu destino de morte.

Agora, sem spoilers!

No mais, a estreia na interiorana Franca “do Imperador” foi espetacular e digna de matéria jornalística. Neste final, agradeço imensamente aos meus amigos do fã-clube que de uma forma ou de outra, colaboraram para a Cobertura Potterish 2009 na cidade. Aguardemos Relíquias!