Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

Felton comenta sobre cenas de Draco em EdP e RdM

Os fãs do ator Tom Felton têm acompanhado aqui no Ish a divulgação periódica de uma entrevista conduzida pelo site Feltbeats com o jovem para falar sobre o que tem feito e responder algumas questões. A nossa equipe já publicou a tradução das duas primeiras partes, e a terceira acabou de ser noticiada pelo site.

Eu escutei que há uma cena em “Enigma do Príncipe” em que Draco chega a chorar?
Tom: Sim, no banheiro. Quando nosso jovem amigo Potter o encara de forma culposa e ele não consegue agüentar mais. Não estou certo do quando eu posso dizer, mas sim, ele chega no banheiro e as coisas se tornam muito pesadas para o jovem rapaz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Qual das cenas você está mais ansioso para ver? E, enquanto você lia o livro, como você se sentiu em ver a varinha de Draco apresentada de forma tão destacada na trama?
Tom: Foi obviamente muito divertido ler isso. E, obviamente, você tenta não fazê-lo, mas toda vez que você vê seu nome impresso seu coração começa a acelerar e você pensa, “Aqui vou eu. O que acontecerá aqui?” Então é, estou muito ansioso para ver minha casa, sabe, e estar na casa com Jason Isaacs e todos os outros Comensais da Morte com os quais trabalhei neste filme, porque eles foram muito divertidos. Então será muito bom, sem dúvida.

A tradução na íntegra pode ser lida, como sempre, em notícia completa!

O Feltbeats já prometeu que a última parte da entrevista, na qual Tom discute sobre linguagem explícita, seu maior medo, e sua versão de esportes radicais, além de especular sobre como Draco reagiria se Jack Osbourne o dissesse para pular de um penhasco, será divulgada no dia 10 desse mês.

Continuem ligados!

TOM FELTON
A definitiva entrevista feita por fãs: parte três

Feltbeats
04 de novembro de 2008
Tradução: Dérick Moreira

Algumas notas: Pelo motivo de que o Feltbeats.com também tinha uma ou duas pergunta para ela (sobre contas no YouTube e no que ela trabalhava, etc), Tom pediu à sua namorada Jade, a assistente do coordenador de manobras dos filmes Harry Potter (em adição a muitos outros filmes na indústria), para estar no viva-voz com ele também. Essa semana você pode ouvi-la rindo em algumas partes do áudio.

E, várias vezes ao longo da entrevista Tom se refere a América ou me pergunta sobre os Estados Unidos porque é lá que eu moro.

Sobre o filme de Harry Potter que está por vir, Enigma do príncipe, nós, fãs de Felton, estamos extremamente felizes por finalmente ver um filme com um Draco mais profundo e esférico. Vocês ficaram felizes por finalmente serem capazes de explorar melhor esse personagem?
Tom: Sim, claro. Quando David Yates me arrastou [de lado] no começo e disse, “Tenho completa fé em você,” blá blá, e eu espero que você abrace o papel e assim adiante. E eu fiquei bastante assustado. Nós fizemos uma leitura do roteiro com Michael Gambon, e eu fiquei petrificado com o pensamento da cena final.

Mas depois disso, eu acho que eu meio que aprendi muito no set, e David Yates foi realmente minha motivação. Ele foi muito, muito, elogioso de tudo que ele viu e foi muito bom com a direção. Ele sabia exatamente o que dizer para conseguir os resultados que queria. E o que os produtores viram os deixou muito, muito felizes também. E isso meio que me estimulou a ir mais longe. E, foi muito divertido. Eu realmente, realmente aproveitei mais esse do que qualquer outro filme, sem dúvida. Tentando abraçar o papel, se você quiser assim, e tirando o máximo possível dele.

Foi um grande alívio mostrar um lado diferente de Draco?
Tom: Foi ótimo; foi provavelmente a melhor coisa sobre interpretar o personagem esse ano. Obviamente, ele era um pouco bidimensional nos filmes anteriores. Ele era apenas um muleque maldoso; enquanto que no filme você vê que a razão de ele ser assim é por causa de seu pai e sua criação e assim por diante. Você é capaz de enxergar os dois lados, realmente, de seus extremos – o lado em que obviamente seu pai está distante e ele está tentando assumir o papel de homem da casa e assim adiante.

Mas igualmente, a pressão será muito grande para ele, e você verá um lado muito mais fraco dele. Então é, foi bom interpretar um personagem um pouco mais versátil, ao invés de somente bidimensional.

Eu escutei que há uma cena em “Enigma do Príncipe” em que Draco chega a chorar?
Tom: Sim, no banheiro. Quando nosso jovem amigo Potter o encara de forma culposa e ele não consegue agüentar mais. Não estou certo do quando eu posso dizer, mas sim, ele chega no banheiro e as coisas se tornam muito pesadas para o jovem rapaz.

Em termos de “Relíquias da morte,” há quaisquer cenas particulares – bem, realmente, não há somente duas ou três cenas de Draco?
Tom: Há duas cenas, na verdade, não? Há uma na mansão Malfoy e uma na Sala Precisa.

Sim, essas são as cenas importantes, e ele também está na cena de abertura.
Tom: Sim, ele está na última cena também.

Sim, olhando em volta, e assistindo a luta e se escondendo de todos.
Tom: (ri) Correto. Sim, sim. Ele está ao redor, ele está ao redor.

Qual das cenas você está mais ansioso para ver? E, enquanto você lia o livro, como você se sentiu em ver a varinha de Draco apresentada de forma tão destacada na trama levando ao fim de Voldemort?
Tom: Foi obviamente muito divertido ler isso. E, obviamente, você tenta não fazê-lo, mas toda vez que você vê seu nome impresso seu coração começa a acelerar e você pensa, “Aqui vou eu. O que acontecerá aqui?” Então é, estou muito ansioso para ver minha casa, sabe, e estar na casa com Jason Isaacs e todos os outros Comensais da Morte com os quais trabalhei neste filme, porque eles foram muito divertidos. Então será muito bom, sem dúvida.

E obviamente, a grande luta no final, onde eu perco um dos meus companheiros no fogo, ou resumindo desse jeito. Isso será muito divertido, porque será uma completa cena de batalha há muito adiada.

Sim, muitos fãs estão ansiosos pela cena do incêndio, então espero que eles não a cortem.
Tom: Mal posso esperar. Mal posso esperar. Espero que seja uma cena longa para que possamos ter algum tempo para aproveitá-la.

E eles não podem cortá-la, pois é uma cena de Horcrux, certo?
Tom: Correto! Sim. Certamente não haverá como eles cortarem ela. É. E na verdade, haverá algumas manobras arriscadas para o jovem rapaz.

Se ao menos tivéssemos um bom coordenador de manobras para ajudar com isso…
Tom: (ri) Agora eu sei que você está sendo sarcástico!

Só um pouco!
Tom: Você quase me pegou. (ri) Eu estava prestes a dizer, “Você está brincando! Você nunca vai adivinhar no que a Jade trabalha!”

Eu perguntei isso para ela antes!
Tom: É, eu adivinhei. (ri) Você é muito esperto! Estou vendo que vocês dois vão se unir contra mim…

Não há dúvidas!
Tom: (ri)

Feltbeats.com gostaria de agradecer Tom Felton por tirar um tempo (e foi um longo tempo, na verdade!) para falar com a gente. Somos eternamente gratos, apreciativos, agradecidos, e assim por diante. Blá blá, como diria Tom.

Na semana que vem: Discutimos linguagem explícita, seu maior medo, e sua versão de esportes radicais. Além disso, Tom especula sobre como Draco reagiria se Jack Osbourne o dissesse para pular de um penhasco.