Sem categoria

Artigo da Broadway Magazine fala sobre Radcliffe

Com a proximidade da estréia de Enigma do Príncipe e da apresentação de Equus na Broadway, a revista Broadway Magazine dedicou um artigo ao Daniel Radcliffe, no qual fala sobre suas atuações como Harry nos filmes da saga e seu papel como Alan Strang na peça de Peter Shaffer. Como é explicado no artigo, Dan não é sinônimo de Harry Potter, visto que foi muito aplaudido em Equus, uma obra madura, emocional e um tanto perturbadora na qual ele representa um jovem de dezessete anos com graves problemas psicológicos que o levou a cegar alguns cavalos.

Segundo as palavras de Chris Columbus, diretor de Pedra Filosofal, Radcliffe é “encantador e sensível, qualidade que o ajudaram a ganhar o papel de Harry Potter“. Ao longo dos cinco filmes, Dan desenvolveu o caráter de Harry como alguém doce, vulnerável e valente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A respeito da peça, o ator quer buscar papéis diferentes que o levem a amadurecer não somente como ator, mas também como pessoa, mas isso não quer dizer que não queira o papel da saga e tudo o que ela lhe deu. Equus obriga-o a ser mais violento e sair do limite, oposto do que ocorre com Harry.

Segundo a revista, tudo isso demonstra que o jovem é um ator bastante versátil, não se prendendo ao papel do bruxo, demonstrando grande aptidão a realização de papéis muito diferentes, o que lhe garante uma ampla e segura carreira que não acaba com seu papel em Potter ou Equus.

Muchas gracias Blog Hogwarts.