Filmes e peças

Emma Watson fala sobre sua carreira à revista OK!

Em abril desse ano a atriz Emma Watson foi entrevistada pela revista OK!. Graças ao EW.net, nós podemos trazer a vocês os scans e a tradução da conversa, durante a qual Emma fala sobre lidar com a mídia, a pressão Potter, seu papel como Hermione, e muito mais. Confiram um trecho abaixo:

Você estudou para seus exames A Levels enquanto fez o último filme – o quão difícil foi isso?
Eu tenho um professor nas locações, então faço aproximadamente quatro horas de tarefa escolar por dia. Eu gostaria de terminar minha educação e ir para a universidade. Mas isso não significa que eu não posso interpretar mais um pouco. Nós temos longas férias de verão. Eu não gostaria que Harry Potter fosse o último filme que eu fosse fazer, mas eu não sei o que vou fazer ou quanto tempo vai levar até eu fazer outra coisa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia a tradução na íntegra em notícia completa, e veja os scans aqui, aqui e aqui!

EMMA WATSON
Emma fala sobre lidar com a mídia

OK! Magazine
Abril de 2008
Tradução: Daniel Mählmann
Revisão: Virág Venekey

“Eu sei que isso soa estranho, mas para mim isso é normal”. Emma Watson, a estrela de Harry Potter, sobre homens, fazer filmes e porque todos querem que ela se apaixone por Daniel Radcliffe.

É um acontecimento notavelmente arriscado de se acertar, o crescimento de uma estrela mirim bonitinha para uma futura deusa hollywoodiana respeitável – e é certo dizer que a beldade de Harry Potter, Emma Watson, está oscilando no meio desse processo público.
Enquanto a maioria das jovens passam seus anos adolescentes descobrindo quem são, Emma – que ganhou milhões fazendo a Hermione Granger na franquia de filmes – em vez disso assiste cada escolha sua de sair, cabelo e braço masculino sendo exibido pelas revistas do mundo afora. Uma vez na condição da irmãzinha britânica não estragável, Emma está desabrochando para o epítono de uma rosa inglesa, sob a divisória para se tornar mulher adulta. Sem surpresas, ela enfrenta o rumor de estar saindo com todos os homens dos quais fica ao lado – do co-estrela Daniel Radcliffe ao bad-boy Johnny Borell.

“Não acontece nos livros, então todos ficam desesperados para ver acontecer na vida real”.

Em uma adolescente mais insegura, esse tipo de atenção, crítica e discussão, poderia acarretar alguns problemas sérios do tipo Britney Spears no futuro. Mas assim como uma Emma relaxada, desaprovadora e falante, que completa 18 anos essa semana, se curvando para uma conversa sobre sua vida amorosa, suas escolhas na moda e seu amor duradouro pelos filmes de Harry Potter, nós percebemos que Emma é pé no chão, talentosa e suficientemente bonita para sobreviver e enfrentar o percurso de uma estrela infantil…

Crescer no olhar do público deve ter tornado incrivelmente difícil de ter uma vida privada. Todas as histórias sobre quem você pretende namorar fazem você rir?
Ah sim, isso me faz parecer completamente, qual é a palavra? Um pouco devassa. Você realmente só tem que rir. Se você começar a levar isso a sério, acho que vai enlouquecer um pouco. Dan Radcliffe é muito encantador e muito, muito doce e sabe como lidar com isso. Bem, nós temos lidado com essa situação por seis anos agora. Todos têm vindo, “você e o Dan estão juntos”? Como isso não aconteceu nos livros, todos estão tão desesperados para que aconteça na vida real, que qualquer oportunidade de aparecer com uma história sobre isso é considerada.

Então você ficou aliviada quando Johnny Borrel apareceu e pegou um pouco do holofote dele?
Sim, acho que sim, algo do tipo. Mas isso foi como sair de uma frigideira e entrar em outra.

Como você se sente sobre as críticas do que você veste nas premieres?
Há alguns meses tinha uma foto minha em uma revista – eles têm essas páginas, como, o tipo de coisa que ela está vestindo – e eu estava em uma delas. Eu fiquei como “Ah Deus!” [risadas] Suponho que seja cruel, porque eu acho que ser uma adolescente é o momento quando você tende a cometer esses erros e veste roupas horrendas e faz coisas estúpidas. É também esquisito, porque não muitas pessoas de 12 anos vão a premieres, não existem vestidos para pessoas da minha idade para esse tipo de coisa. Então minha maior dificuldade tem sido tentar enxergar a minha idade na maioria das vezes. É estranho tantas pessoas analisando tudo o que estou fazendo e vestindo. Eu separo bastante a minha vida normal que tenho com meus amigos das entrevistas e o trabalho de publicidade que faço. Quando estou trabalhando, eu tento estar na linha e não fazer nada muito louco.

Está ficando mais difícil fazer os filmes de Harry Potter? As pessoas são muito apaixonadas por eles…
Como tenho ficado mais velha de repente fiquei mais consciente do quanto os filmes significam para muitas crianças, para os críticos, aos irmãos mais velhos, para todos. Tornou-se um pouco mais assustador. Existe um pouco de pressão aí. Estou contente que tenha sido eu quem conseguisse a chance de fazê-los. Eu apenas espero que nós continuemos correspondendo às expectativas das pessoas, que nós continuemos ficando melhores e os filmes continuem ficando melhores. Eu espero que os efeitos especiais e as direções fiquem um pouco mais arriscados.

É esquisito crescer ao lado de Hermione?
Eu comecei as audições quando tinha nove anos e comecei as filmagens quando tinha 11. Eu realmente não tinha conhecimento de muita coisa além disso. Sei que isso soa estranho, mas, para mim, é normal. Existe uma verdadeira atmosfera familiar.

Algumas pessoas têm se queixado que você se tornou muito bonita para interpretar Hermione – como isso faz você se sentir?
Lisonjeada. É legal, eu suponho. Mas espero que não signifique que eles não acham que eu sou apropriada para o papel.

Você estudou para seus exames A Levels enquanto fez o último filme – o quão difícil foi isso?
Eu tenho um professor nas locações, então faço aproximadamente quatro horas de tarefa escolar por dia. Eu gostaria de terminar minha educação e ir para a universidade. Mas isso não significa que eu não posso interpretar mais um pouco. Nós temos longas férias de verão. Eu não gostaria que Harry Potter fosse o último filme que eu fosse fazer, mas eu não sei o que vou fazer ou quanto tempo vai levar até eu fazer outra coisa.

Sendo uma grande franquia faz você se sentir mais assustada com a vida no mundo grande e mau quando tudo chega ao fim?
Eu penso bastante no futuro e sou uma pessoa genuinamente muito ambiciosa. É um período divertido no momento. Uma das coisas maravilhosas em estar nisso é que eu sei que tenho muitas escolhas. Foram-me ofertados um grande número de roteiros diferentes e papéis diferentes por causa disso. Existem tantos caminhos diferentes que eu posso trilhar agora. É realmente animador, mas eu honestamente não saberia te dizer onde estarei em cinco anos. Mas isso é empolgante, não assustador.

Você não tem medo de ser esteriotipada como Hermione?
Eu gosto de pensar que as pessoas podem me ver fora da franquia e que eu não tenho enfrentado estereótipos meus como Hermione. Hermione tem passado por poucas e boas, ela passou por bastante coisa. E eu acho que ela está mudando gradualmente e seus valores estão definitivamente mudando. No primeiro filme, ela preferia morrer a ser expulsa, mas no último ela se torna a criança rebelde. Então eu tenho que interpretar um vasto leque de emoções. Muito raramente uma atriz tem a chance de interpretar uma personagem por um período de tempo tão longo e de conhecer tão bem sobre sua vida e é isso que a torna complexa. Eu posso colocar muita profundidade nela, porque eu sinto como se a conhecesse muito bem. E há tanto de mim nela, então eu suponho que tem se tornado mais fácil. Mas então, outra vez, conforme ela fica mais velha existem problemas maiores com os quais tem que lidar e ela está ainda mais mal humorada e emocional, o que eu adoro. Nós somos tão parecidas, fato de que me orgulho, embora eu gostaria de vesti-la um pouco melhor!

Quem mais te impressionou na locação do filme?
Emma Thompson! Não apenas o modo como ela compõe a sua interpretação, mas também como ela de verdade uma pessoa simplesmente tão amável. Ela me inspirou muito. Se eu for continuar a atuar, espero que um dia eu seja alguém como ela.

E nós ouvimos que você foi bombardeada com cartas de amor e propostas – nunca precisará ficar sozinha, então?
[Risadas] Eu li todas que pude. E escrevi uma carta em resposta. Mas tenho que lembrar, as cartas de amor não são realmente para mim. Eu as aceitei graciosamente em nome da Hermione!