Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

Jovem figurante de Harry Potter morre em tragédia

Nós temos que comunicar a vocês uma triste tragédia relacionada a um dos atores secundários que haviam sido escalados para aparecer no sexto filme da série, Harry Potter e o Enigma do Príncipe.Há alguns meses nós reportamos que o ator Robert Knox iria interpretar o Marcos Belby, estudante da Corvinal, e possivelmente faria parte do Clube do Slugue. Com o filme em pós-produção, com certeza suas cenas já tinham sido gravadas.

Hoje o The Telegraph noticiou que o jovem de 18 anos foi espancado e esfaqueado até a morte na tentativa de proteger seu irmão mais novo de dois homens, um dos quais armado com duas facas, dentro de um bar, em Sidcup, no sudeste da Inglaterra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O crime aconteceu na noite de ontem e Robert foi levado ainda com vida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos feitos por faca, falecendo por volta de 1h da madrugada. Seu irmão, de 16 anos, também sofreu alguns golpes superficiais com a arma, mas está bem.

Um porta-voz da Scotland Yard disse: “Um homem com idade por volta de 21 anos foi preso sob suspeita de homicídio. Ele está sendo mantido sob custódia.

A Warner Bros, por sua vez, declarou: “Nós estamos todos chocados e tristes com esta notícia, e neste momento a nossa simpatia está com a família dele.

Essa é a segunda triste notícia de morte relacionada ao elenco Potter. Em 2002, o ator Richard Harris, que interpretou com maestria Alvo Dumbledore nos dois primeiros filmes, morreu devido a um câncer no sistema linfático.

Os nossos mais sinceros pêsames à família Knox e aos amigos do jovem.

Atualizado: Confiram um vídeo do G1 sobre a morte de Robert clicando aqui, e em notícia completa a tradução de um artigo do Daily Mail com a declaração dos pais e amigos do garoto.

ROBERT KNOX
Outra família destruída por facas: o tributo de amargurados pais ao ator de Harry Potter, 18, assassinado

Daily Mail ~ Stephen Wright
26 de maio de 2008
Tradução: Renata Grando

Foi uma mensagem das profundezas do sofrimento.

O desolado pai do ator esfaqueado de Harry Potter, Robert Knox avisou: “Com facas nunca há vencedores, apenas perdedores. Se você carrega uma faca, pense nas conseqüências e, pelo nome de meu filho, não faça isso.”

Colin Knox, e a mãe de Rob, Sally, corajosamente foram à TV para falar sobre seu popular e talentoso filho que morreu quando defendia seu irmão contra um homem com uma faca.

Sr. Knox contou da explosão de emoção quando ouviu sobre a morte do menino de 18 anos no começo de sábado. Agora, ele disse, Sally tinha “ficado sem lágrimas”.

Rob, que era louco por esportes e vivia em Sidcup, Kent, tinha acabado de terminar seu trabalho no novo filme Harry Potter, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, que deverá ser lançado em novembro.

Ele tinha um papel secundário como o bruxo Marcus Belby e parentes dizem que ele já tinha concordado em aparecer no próximo sucesso Potter.

Seus pais disseram que esperavam que sua fama nas telas ajudasse atrair atenção para o crime com a faca. Sr. Knox, 55, que trabalhou em produções de mídia, disse: “Se servir para esse propósito, então Robert terá feito algo excepcional em sua curta vida”.

Sra. Knox, 50, uma conpradora da Marks & Spencer, acrescentou: “É impossível conduzir a tristeza e a perda que nós todos sentimos, mas nós agora percebemos que Rob tocou a vida de muitas pessoas. Ele era uma pessoa feliz, extrovertida e divertida, ele era o centro social de seu grande círculo de amigos. Rob sempre colocava todos antes de si, ele sempre era a primeira pessoa a se levantar contra o errado. Ele conquistou tanto”.

O filho mais novo deles, Jamie, 17, apontado pelas testemunhas como tendo sido o alvo inicial do ataque, disse: “Minha relação com Rob era muito forte. Nós fazíamos quase tudo juntos e ele me levava para todo lugar que ele ia. Ele era simplesmente meu melhor amigo”.

Ambos pais falaram de seu último encontro com o filho.

Em uma trágica ironia, as últimas palavras de Sr. Knox a seu filho foram para alertá-lo sobre os perigos de ser pego na cultura de se carregar uma arma.

Lutando contra lágrimas, ele relembrou: “Nós tivemos uma conversa sobre os problemas de pessoas carregando facas e clarificando as problemáticas pequenas áreas nas quais você poderia se colocar”.

Descrevendo seu filho como “um anjo na terra com asas”, ele acrescentou. “Rob era um cara muito positivo, nada nunca era um problema para ele, e ele sempre virava sua mão para tudo. Não havia nada para Robert como uma parede ou cerca, porque elas seriam escaladas ou cobertas”.

Sra. Knox disse lembrar de Rob ter perguntado como seu cabelo estava, e se ele parecia gordo naquela camiseta antes de sair na sexta-feira à noite. Ela disse: “Há tantas boas memórias que você não consegue apenas escolher uma. Ele era uma pessoa tão feliz”.

Rob foi morto, e três outras pessoas feridas, em uma luta do lado de fora do Metro bar em Sidcup. Seu amigo Lee Howard, 19, que estava com ele, disse: “Um grupo de amigos estava no bar, bebendo um pouco na sexta-feira à noite como normal, quando começaram a falar que alguém estava vindo, equipado com facas. Então dois homens apareceram lá fora. Os seguranças não pareceram revistá-los, e os deixaram entrar no bar. Começou logo em seguida”.

Outro amigo contou como ele ajudou Rob enquanto ele se deitava morrendo.

Callum Turner, 18, disse: “Ele olhou nos meus olhos e disse ‘Callum, eu preciso de ajuda, eu preciso que você me ajude’. Eu sabia que ele estava com problemas. Eu o deitei, segurei sua mão e fiquei falando com ele e tentando matê-lo calmo. Eu sabia que ele estava indo, foi simplesmente tão triste. Não havia nada que eu pudesse fazer para salvá-lo”.

Em uma triste coincidência, Rob era um membro do mesmo clube de rugby de Sidcup que o menino de 16 anos Jimmy Mizen, que foi assassinado duas semanas atrás perto de Lee, sudeste de Londres. As duas famílias viviam a menos de seis milhas uma do outra.
Na noite de ontem os pais de Jimmy, Barry e Margaret Mizen, e seu filho mais velho, Danny, disseram estar horrorizados que outra vida tivesse sido tirada em um ataque de faca.

Danny, 30, disse: “É tudo tão sem sentido. Nós sentimos por essa família”.

Rob, um aluno de notas A na Beths Grammar School, Bexley, tinha rapidamente construído uma reputação como ator.

Ele apareceu com Roxanne Ricketts e Nicholas Lyndhurst na comédia de 2007 da BBC TV, ‘After You Have Gone’, sobre uma família que muda para a África para ajudar os pobres.

A Srta. Ricketts disse: “Ele era um cara tão bom e nós ríamos muito. Eu posso honestamente dizer que ele era uma das melhores pessoas com as quais eu já trabalhei”.
Excrevendo em um site de tributos na internet, ela acrescentou: “Eu não podia acreditar em meus olhos quando vi as notícias. Eu estou profundamente chocada e triste e meus pensamentos e orações estão com a família dele nesse triste momento”.

Tributos ao adolescente foram empilhados na cena do assassinato.

Eles incluíam uma camiseta de futebol americano do seu amado Charlton Athletic e um colete de seu clube de rugby.

A avó de Rob, Margaret Knox, 79, também visitou o local onde ele morreu.

Ela disse: “Ele era como um grande urso de pelúcia. Ele sempre defendia aqueles tendo problemas e ficava amigo deles. Foi por ele ser tão amável que custou a vida dele”.

A Sra. Knox disse que ela teme que o respeito pela vida, a crença em educação e boas maneiras em relação aos outros estejam em baixa na Inglaterra.

Ela disse: “Você ouve tanto isso de gerações mais velhas, mas essas coisas acontecem porque esse país está ficando cada vez pior. Muitas pessoas jovens estão se tornando pais, eles não sabem o que seus filhos fazem com facas, bebendo e brigando. Eu apenas quero que cada pai que tenha um adolescente note o que eles estão carregando, revistando-os, apenas tentar, ou pelo menos dar um fim a essa violência”.

Na noite de ontem um homem local de 21 anos ainda estava sendo interrogado sob suspeita do assassinato.