As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças

RdM: Novas informações sobre a direção e divisão do filme

O jornal australiano The Daily Telegraph publicou um artigo abordando a possibilidade do sétimo e último filme da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte, seja dividido em duas partes, mas dessa vez com citações dos produtores David Heyman e David Barron.

Nós ainda estamos discutindo isso. O pronunciamento será feito, esperançosamente, num futuro não tão distante, com detalhes da forma que o sétimo irá tomar,” Barron contou ao The Back Room.

Continue after the AD

A único mal em dividir o livro em dois filmes, disse Barron, “é que as pessoas poderiam percebê-lo como sendo a última possibilidade de participar. Mas o ponto positivo, se nós formos fazer isso, será que nós não teríamos a batalha que nós sempre temos de ‘Como você comprime todo esse livro em por volta de apenas duas horas de projeção?’

E enquanto David Heyman diz que duas pessoas se mostraram interessadas em dirigir o final da franquia, num artigo da Digital Spy o ator Daniel Radcliffe falou que os rumores de que o Steven Spielberg ganharia o posto são uma absoluta besteira.

Eu não faço idéia de como esse rumor começou ou de onde ele veio. Não é verdadeiro. Como isso está para uma resposta definitiva? É uma completa besteira que Spielberg é o diretor do último filme. Isso não é verdade. Não há absolutamente nenhum fundamento nisso.

Confiram a tradução na íntegra dos dois artigos clicando em notícia completa.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Livro de Harry Potter pode ser transformado em dois filmes

The Daily Telegraph
11 de fevereiro de 2008
Tradução: Daniel Mählmann

Novidades diretas do set do próximo filme de Harry Potter, O Enigma do Príncipe: os produtores da franquia, David Heyman e David Barron, estão recusando rejeitar a possibilidade de dividir o sétimo e último livro Potter de JK Rowling, As Relíquias da Morte, em dois filmes.

“Nós ainda estamos discutindo isso. O pronunciamento será feito, esperançosamente, num futuro não tão distante, com detalhes da forma que o sétimo irá tomar,” Barron contou ao The Back Room.

A único mal em dividir o livro em dois filmes, disse Barron, “é que as pessoas poderiam percebê-lo como sendo a última possibilidade de participar. Mas o ponto positivo, se nós formos fazer isso, será que nós não teríamos a batalha que nós sempre temos de “Como você comprime todo esse livro em por volta de apenas duas horas de projeção?'”

“Iria ser brilhante não ter que cortar nada.

Mas ao mesmo tempo, nós temos que pensar corretamente. Nós teríamos de estar muito certos de que haveria dois próprios filmes autônomos que poderiam ser gerados a partir do material de fonte.”

O rumor gira também em torno, dessa vez, de quem vai dirigir o(s) último(s) episódio(s).

“Há um maravilhoso número de diretores, felizmente para nós, que são muito entusiasmados em terminar a franquia,” diz Barron.

Heyman é um pouco mais prudente.

“Duas pessoas expressaram interesse, pessoas têm recebido algumas chamadas e alguns e-mails, mas isso ainda está a um ano de distância,” Heyman diz.

“Nós não começaremos as filmagens até fevereiro do próximo ano. Assim, realmente ainda não frutos. Nós reunimos pensamentos, e eu estou certo que algo será anunciado num futuro não tão distante.”

O sexto filme, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, será filmado por outros três meses, e está previsto para lançamento em novembro.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Radcliffe revoga ligação entre Spielberg e Potter

Digital Spy ~ Alex Fletcher
11 de fevereiro de 2008
Tradução: Daniel Mählmann

Daniel Radcliffe negou os rumores de que Steven Spielberg iria dirigir o sétimo filme de Harry Potter.

O experiente diretor foi repetidamente ligado ao trabalho, mas Radcliffe descreveu as informações como “absolutas besteiras”.

Falando ontem da cerimônia do BAFTA em Londres, ele contou à rádio Heart: “Eu não faço idéia de como esse rumor começou ou de onde ele veio. Não é verdadeiro. Como isso está para uma resposta definitiva?

É uma completa besteira que Spielberg é o diretor do último filme. Isso não é verdade. Não há absolutamente nenhum fundamento nisso.”

No assunto do sexto filme, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, ele adicionou: “Nós estamos passando bem por ele. Eu estou realmente apreciando-o. Nós estamos nele por volta de seis meses e temos apenas mais quatro por vir.”