J. K. Rowling ︎◆ Livros

JKR irritada com a insistência do HP Lexicon

Há algum tempo nós reportamos uma ação legal de JK Rowling e a Warner Bros contra Steven Vander Ark, editor do site HP Lexicon, que pretende publicar um dicionário não-autorizado da obra, o “Harry Potter Lexicon”.
O processo judicial ainda está em andamento e a escritora afirmou estar irritada com o fato do dono do site e a editora do livro, RDR Books, continuarem insistindo que ela autorize a obra gratuitamente.

Se a posição da RDR for acatada, terá, sem dúvida, um grande impacto negativo nas liberdades gozadas por fãs genuínos da internet. Autores serão obrigados a proteger suas criações com muito mais rigor, o que pode significar a negação a qualquer permissão bem-intencionada de fãs para legitimar suas atividades criativas. Eu acho devastador cogitar a possibilidade dessa severa mudança na relação entre autor e fã.

Conforme já explicou, Jo não autoriza a publicação porque ela mesma pretende lançar uma enciclopédia, que terá o lucro doado para instituições de caridade. Ainda assim, a advogada da editora, Lizbeth Hasse, diz que Rowling quer apenas o monopólio sobre o seu trabalho – o que não consta nos direitos autorais -, e afirma que o dicionário de Steven “é uma atividade literária legítima”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esse foi o último dia de arquivamento antes da audiência, que será no dia 13 de março, para determinar se será concedido uma ordem preliminar – parando com as atividades até o assunto ser examinado.

Confiram mais detalhes em notícia completa!

Fonte: Folha Online.

JK ROWLING
J.K. Rowling critica dicionário sobre Harry Potter

Associated Press
29 de fevereiro de 2008
Tradução: Folha Online

A escritora britânica J.K. Rowling, criadora da série Harry Potter, afirmou que se sentiu traída por um fã que tentou publicar uma obra não-autorizada baseada nas histórias do aprendiz de bruxo.

Steven Vander Ark, editor de um site que compila material relacionado ao universo de Harry Potter –incluindo listas de magias e poções encontradas nos livros e um catálogo de criaturas mágicas– tenta publicar o livro “Harry Potter Lexicon” (“Dicionário de Harry Potter”, em tradução livre).

Em uma nota para um processo judicial, a escritora afirmou estar irritada porque o dono do site e a suposta editora do livro, a RDR Books, insistem para que Rowling autorize a obra gratuitamente.

“Estou profundamente aborrecida por causa do meu esforço para proteger os direitos autorais sobre os livros de Harry Potter”, escreveu.

A própria autora, que lançou o último livro da série –“Harry Potter e as Relíquias da Morte”– no ano passado, disse que planeja lançar sua própria enciclopédia sobre o bruxinho.

“Se a posição da RDR for acatada, terá, sem dúvida, um grande impacto negativo nas liberdades gozadas por fãs genuínos da internet”, disse.

“Autores serão obrigados a proteger suas criações com muito mais rigor, o que pode significar a negação a qualquer permissão bem-intencionada de fãs para legitimar suas atividades criativas.”

“Eu acho devastador cogitar a possibilidade dessa severa mudança na relação entre autor e fã”, completou.

A advogada da RDR Books Lizbeth Hasse afirmou nesta quinta-feira (28) que Rowling quer o monopólio sobre seu trabalho, o que não consta na lei de direitos autorais.

“É uma atividade literária legítima”, disse a advogada, sobre o dicionário. “É como um livro de referência ou um guia para literatura, é um gênero bastante reconhecido… não estamos tentando substituir os romances ou roubar seu mercado.”

No ano passado, uma decisão já impediu que a editora publicasse o dicionário sobre o universo criado por Rowling. Atualmente, somente a Warner Bros detém os direitos sobre a obra e os filmes –além da autora.

Roger Rapoport, dono da RDR Books, afirmou que o dicionário não pretende competir com nenhuma enciclopédia oficial escrita por Rowling. “Estamos dispostos a publicar este livro para benefício dos fãs de Harry Potter.”

Com as aventuras do famoso personagem e os 400 milhões de exemplares que seus livros venderam no mundo todo, Rowling se transformou numa das mulheres mais ricas do Reino Unido.

Em entrevista em janeiro, Rowling afirmou que não retomará os romances sobre Harry Potter. “Acho que definitivamente acabei com esta história. Disse sete livros e houve sete livros”.