Livros

JKR é duplamente premiada no Great Britons Awards 2007

A autora JK Rowling havia sido nomeada à categoria de Artes do Morgan Stanley Great Briton de 2007 pelo “alcance global inesperado” dos seus livros, e ia concorrer ao lado do ator Sir Ian McKellen e do artista Damien Hirst. O evento, que homenagea os que “contribuíram com realizações excepcionais em seu campo neste ano de um modo distintamente britânico”, anunciou os ganhadores num jantar no dia de ontem. A autora venceu em sua categoria e numa outra em particular. Confiram abaixo o texto que o The Telegraph escreveu sobre Jo:

Rowling deixou uma marca eterna na história literária do país, por isso os juízes insistiram que ela deveria receber uma honra dupla, vencendo a categoria de artes e sendo nomeada a Morgan Stanley Ovewall Great Briton de 2007.

Continue after the AD

Leia a tradução na íntegra em notícia completa!

De acordo com o The Scotsman, a autora infelizmente não pôde comparecer à cerimônia de premiação, e recebeu o prêmio por um vídeo em sua casa, em Edimburgo. Ela descreveu o ano de 2007 como “um ano muito agridoce para mim”, mas disse que ela estava “emocionada e honrada” com o prêmio.

JK ROWLING
Morgan Stanley Great Britons Awards 2007

01 de fevereiro de 2008
The Telegraph
Tradução: Daniel Mählmann
Revisão: Renata Grando

Um fenômeno de publicação, JK Rowling mudou os hábitos e padrões da leitura ao redor do mundo. O sucesso dos livros de Harry Potter – o último livro da série vendeu 11 milhões de cópias nas primeiras 24 horas – uniu uma geração de crianças e adultos em um verdadeiro amor pela leitura.

Os juízes sentiram que a Sra. Rowling transformou a opinião do mundo sobre a Inglaterra e que seus livros são “brilhantemente ingleses”. Ela também conseguiu o topo da lista dos livros mais vendidos na França com Harry Potter e a Ordem da Fênix, a primeira autora de língua inglesa a fazer isso, é uma clara comprovação do seu apelo global.

Rowling deixou uma marca eterna na história literária do país, por isso os juízes insistiram que ela deveria receber uma honra dupla, vencendo a categoria de artes e sendo nomeada a Morgan Stanley Ovewall Great Briton de 2007.