Filmes e peças

Dublê de Hermione fala sobre seu trabalho em HP

Muitas pessoas, ao assistirem os filmes de Harry Potter, acham que Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson filmam todas as suas cenas, ou deixam apenas as mais perigosas para os seus respectivos dublês.
No entanto, Charlotte Hunter, a dublê de 26 da personagem Hermione, revelou numa entrevista concedida ao EADT 24 que as cenas nas quais não aparecem o rosto também são feitas com eles.

Quando eles terminam, voltam para escola e meus amigos dublês e eu somos usados para cenas longas e cortes de longe. Se você vê as pernas de Hermione correndo por algum lugar ou um par de mãos pegando uma varinha ou uma pena, então provavelmente sou eu”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para saber como a atriz conseguiu o papel de dublê da nerd mais adorada da série, bem como outros detalhes, cliquem em notícia completa.

CHARLOTTE HUNTER
Atriz de sucesso vem em estágios

EADT 24
7 de novembro de 2007
Tradução: Renata Grando

A jovem atriz Charlotte Hunter, 26 anos, conhece tão bem as desvantagens quanto as emoções que fazem parte da vida de um ator. Ela está no momento atuando em A Doll’s House, no Teatro Sudbury’s Quay, tendo tido papéis menores como dublê de Hermione Granger em Harry Potter e a Ordem da Fênix e apareceu em alguns pequenos filmes independentes.

“Eu sempre amei atuar e me apresentar, mas nunca realmente pensei que fosse fazer disso uma carreira – eu não pensei que eu fosse realmente capaz. Você assiste às pessoas na TV e nos filmes e a maioria é americana e você acha que é algo que você jamais terá a chance de fazer. Você está no país para se começar”.

Mas Charlotte mesmo nova tinha a vontade de atuar e possui fotos suas na pré-escola sendo ajudada no palco porque suas pernas eram muito curtas para superar o palco.

“Desde pequena eu estive no palco e adorava isso. De lá eu fui para a dança, ginástica. Eu fiz ginástica a nível nacional e então comecei o trabalho de modelo – que eu fiz para conseguir um caminho para a faculdade.”

(…)

Tendo completado dois cursos na RADA, ela balanceou sua florescente carreira de atriz com trabalhos de modelo para manter as contas pagas. “Eu fui contratada como modelo de lingerie para uma companhia chamada The Cotton Club – então eu me tornei a modelo deles do Reino Unido por um ano, assim como continuei atuando. Mas então eu consegui uma audição para ser a dublê de Hermione. Em um primeiro momento, pensei: ‘Milhares de pessoas vão fazer isso. Eu nunca vou conseguir.’ Mas eu fui persuadida a tentar, mesmo que eu tenha saído de casa falando ‘Eu nem pareço com Hermione Granger.’ Mas para minha felicidade, eu consegui o trabalho. Aconteceu de eu ter o tamanho, forma, peso e cor de cabelo certo e eles gostaram da forma como eu trabalhava então eu consegui o trabalho e isso significou que eu teria que dizer adeus ao trabalho de modelo. Eu estava trabalhando sem uma segurança, mas eu estava finalmente onde queria estar – uma atriz em tempo integral”.

Ela disse que trabalhar em um grande orçamento de Hollywood foi uma experiência de abrir os olhos. “Pelas as regras regendo horas de trabalho infantil serem tão rígidas, significava que quando Daniel (Radcliffe), Emma (Watson) ou Rupert (Grint) estavam no set, eles queria usa-los – então eram feitos somente close-ups e cenas em que você pode ver os rostos deles.”

“Quando eles terminam, voltam para escola e meus amigos dublês e eu somos usados para cenas longas e cortes de longe. Se você vê as pernas de Hermione correndo por algum lugar ou um par de mãos pegando uma varinha ou uma pena, então provavelmente sou eu”.

Ela disse que como muito em sua vida, contatos pagam as contas e no set de Harry Potter ela encontrou um estudante de filmagem chamado Bertie Stephens que produziu um tratamento para um filme como parte de seu trabalho final. Ela disse que estava tão impressionada com o caráter de liderança de Eleonor Dare nesse drama que implorou a ele que a permitisse atuar nesse papel quando ele fosse feito. Ele conseguiu arrumar fundos e por ter visto-a trabalhando em Harry Potter, ficou feliz em escalá-la para o papel.

“O filme, Roanoke: The Lost Colony, está agora em DVD e você pode comprá-lo online. É uma conexão de um ao outro. Eu conheço pessoas, você faz amigos e nós nos ajudamos uns aos outros. Ele precisava de atores, eu precisava de um diretor e mais experiência, então todo mundo ganha. É o modo como você consegue. Quando eu for para outro trabalho em filme, eu tenho agora experiência de ter feito o papel principal em um filme próprio.”