As Relíquias da Morte

Deathly Hallows: Protestos atrasam lançamento na Grécia

O lançamento de Ο Χάρι Πότερ και οι Κλήροι του Θανάτου, Harry Potter e as Relíquias da Morte, foi atrasado na Grécia, por causa de protestos realizados pelos empregados de livrarias gregas, que não queriam trabalhar à noite, para o lançamento de um livro estrangeiro.
Funcionários protestaram após serem convidados a trabalhar forçadamente nas quatro principais livrarias da Grécia, para o lançamento à meia-noite do último livro da série Harry Potter em grego, Ο Χάρι Πότερ και οι Κλήροι του Θανάτου.

Os eventos que nós planejamos para Sexta-feira à noite foram cancelados, e eles serão realizados no Sábado durante a manhã,” disse um porta-voz da livraria Eleftheroudakis.

Continue after the AD

A Associação dos Funcionários Privados da Grécia (OIYE) queixou-se que “o direito do trabalhador de voltar para casa no seu horário” foi comprometido pelo lançamento noturno de Harry Potter, e complementou que era um “ato ilegal e imoral” por parte das livrarias.

A questão ainda gerou uma discussão no Parlamento da Grécia, pela ala esquerda de oposição – Partido de Coalizão de Esquerda. As livrarias informaram que os protestos teriam sido realizados por um pequeno número de trabalhadores que se propuseram a ajudar.

“É com tristeza e indignação que decidimos cancelar os eventos,” disse uma livraria grega em nota oficial.

A editora grega Psichogios não se pronunciou sobre protestos e pelo adiamento do lançamento do sétimo livro na Grécia.

Thanks, The Snitch.