Não categorizado

Preferências e fotos de Jason Isaacs

A revista online Variety divulgou no dia 29 de setembro uma entrevista com o ator Jason Isaacs sobre seus gostos e preferências em várias áreas, como música, literatura, cinema e até o seu vício favorito. Uma entrevista leve e sem grandes novidades em relação ao seu trabalho.
Quando perguntado quais os seus três livros favoritos, o ator citou:

Harry Potter e a Câmara Secreta” de J. K. Rowling. Narrativa brilhante que, em muitos sentidos, mudou minha vida. Mal posso esperar até que minhas meninas tenham idade suficiente para que eu possa lê-lo para elas.

Continue after the AD

O ator, que interpreta Lúcio Malfoy da série Harry Potter, fala um pouco sobre suas filhas e comenta que o também ator Gary Oldman (Sirius Black na série) é um excelente escritor e diretor de cinema e que chora quando ouve a música “Little Dreamer”, escrita por Craig Jerris para sua filha de 3 anos.

Além disso, o ator compareceu à premiere do filme Ratatouille no Reino Unido. Vocês podem ver algumas fotos em nossa galeria clicando aqui.

Ratatouille estreou nos cinemas brasileiros no dia 6 de julho, mas somente ontem teve a sua premiere na Grã-Bretanha.

Para conferir a tradução da entrevista na íntegra, vá em notícia completa.

JASON ISAACS
Estrela como o gangster de Providence, Michael Caffee, em “Brotherhood”

Variety ~ Staff
29 de setembro de 2007
Tradução: Raisa Garcia
Revisão: Patricia Abreu

Jason Isaacs, que estrela como o gangster de Providence, Michael Caffee, em “Brotherhood” da Showtime, com estréia marcada para este domingo, às 10 da noite.

Último livro que comprei:
“Over My Head: A Doctor’s Own Story Of Head Injury From the Inside Looking Out” (sem título em português) de Claudia L. Osborn. Igualmente inspirador e aterrorizante.

Livro que estou lendo:
“Uma Casa na Pradaria” de Laura Ingalls Wilder. Para Lily, minha filha de 5 anos, a noite. Sem nenhuma inspiração, acontecimentos e com referências altamente questionáveis a “The Indians”. Ela ama e eu adormeço antes dela.

Número total de livros que possuo:
Incontável. Nós não temos espaço o suficiente nas estantes. Muitos deles não foram lidos, estão esperando por aquele dia chuvoso que nunca virá quando os roteiros tiverem acabado, as crianças saído de casa, e o computador estiver quebrado (não acontece comigo porque eu tenho um Mac, graças a Deus).

Três livros que são muito importantes para mim:
Os Diários de Victor Klemperer. 1933-41, 1942-45, 1945-59. Para não pensarmos que isso nunca aconteceria conosco. Não há sabedoria retrospectiva aqui; apenas a porção de perversidade diária de tudo que é decente, são e democrático sob os Nazi.

“Harry Potter e a Câmara Secreta” de J. K. Rowling. Narrativa brilhante que, em muitos sentidos, mudou minha vida. Mal posso esperar até que minhas meninas tenham idade suficiente para que eu possa lê-lo para elas.

“A Marca Humana” de Philip Roth. Me lembrou que o romance é o maior escavador da condição humana… especialmente nas mãos de um gênio.

Último filme que vi:
“10,000B.C.,” dirigido por Roland Emmerich, em pré-estréia. Épico, emotivo e um banquete total para os sentidos. Fez com que eu quisesse caçar um mamute peludo.

Três filmes que são muito importantes para mim:
“Violento e Profano,” dirigido por Gary Oldman. Facilmente a melhor, mais variada e terrível explicação sobre alcoolismo e seu poder destrutivo já filmado, e ainda assim cheio de amor e esperança. Alguém dê a Gary Oldman algum dinheiro para escrever e dirigir novamente, rápido.

“Spinal Tap,” dirigido por Rob Reiner. O único filme que saberei todas as falas. Eu não poderia amar qualquer um que não o achasse engraçado.

“Festa em Família,” dirigido por Thomas Vinterberg (mas sem o crédito de acordo com o IMDb). O filme Dogme sem orçamento que ganhou em Cannes. Provou que um roteiro brilhante e atores são sempre os ingredientes mais importantes em qualquer mistura. Desafiou-me a parar de evitar legendas. Hilariante, torturante e chocante. Acha que ele está formatado corretamente? http://www.imdb.com/title/tt0154420/

Último CD que comprei:
‘Teach Yourself Spanish” (“Ensine-se espanhol”) no aeroporto – estou em Madri filmando, e meu sotaque é bem melhor que meu espanhol, mas ninguém acredita em mim e todos eles falam como metralhadoras, então eu tenho que melhorar.

Música que está ouvindo agora:
“Ruby,” Kaiser Chiefs. Porque, não surpreendentemente, Ruby, minha filha de dois anos, a ama.

Três músicas que são muito importantes para mim:
“War”, Bob Marley. Aquela voz inconfundível, uma mensagem desafiante, e um groove incrível.

“Minnie the Moocher”, por Cab Calloway. A família inteira canta junto no carro, no volume máximo. Já temo o dia em que terei que explicar a letra.

“Little Dreamer,” por Craig Jerris. Escrita para sua filha de 3 anos enquanto ela dormia. Se você é um pai eu te desafio a não chorar. Não consigo achar no Google… acho que tudo bem.

Bebida Favorita:
Amora e refrigerante.

Caridade Favorita:
Great Ormond Street Children’s Hospital Charity

Férias favoritas:
Qualquer lugar com um oceano, uma quadra de tênis e pernoites.

Vício favorito:
Ah, claro. Como se eu fosse dizer…

Cinco pessoas que você gostaria que respondessem essa pesquisa:
Robert Mugabe, George W. Bush, Paris Hilton, Jeff Bridges, minha mãe.