J. K. Rowling

Mais um para a família Murray!

J. K. Rowling integrou mais um membro à sua família! Não, ela não está grávida novamente. De acordo com o The Herald, a autora adotou uma “aposentada” cadela de corrida de 4 anos de idade, que recebeu o nome de Sapphire.
A adoção foi realizada numa visita que Jo e sua família fez à agência Greyhound Rescue Fife, na Escócia. Em troca, ela fez uma generosa doação, de £970 (aproximadamente R$ 3.581) à empresa.

Foi apenas quando [Celia Ferine] solicitou uma doação de £30 para “Greyhound Rescue Fife”, que a senhora de 61 anos de idade gerencia com seu marido, Jimmy, próximo à Kirkcaldy, que ela percebeu que estava lidando com a autora de obras infantis mais famosa do mundo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No canto de um cheque de £1000 estava a assinatura pela qual milhões de fãs de Harry Potter morreriam. “Quando olhei o cheque, não pude acreditar. A primeira coisa que eu notei foi a quantia que ela doou,” disse a Sra. Fernie ontem.

Aí eu olhei o nome dela e percebi quem era. Eu disse apenas ‘Oh, não reconheci você,’ e ela sorriu educadamente. Ela era uma mulher amável – a família inteira era muito simpática.

Eu sempre pergunto um pouco a pessoa sobre o seu estilo de vida – qual o tamanho de sua casa, se eles tem um jardim e se eles têm um muro de pelo menos 1,80m de altura, algo muito importante, pois eu detestaria que o cachorro escapasse e fugisse”, explicou a Sra. Fernie. “Ela parecia muito verdadeira. Eu pude ver que Sapphire estava indo para um bom lar. Agora eu sei exatamente o quão bom esse lar é.”, acrescentou.

A escolha por uma fêmea foi proposital; Jo estava em busca de uma cadela para fazer companhia ao primeiro cachorro da família Murray: Butch, da raça Jack Russell terrier.

Para ver fotos de Jo com seu mais novo animal de estimação, clique aqui. Leia o artigo traduzido em notícia completa.

Thanks to HPANA.

J. K. Rowling
Um mágico conto canino… criado por JK Rowling

The Herald ~ Damien Henderson
09 de outubro de 2007
Tradução: Angelus Maia
Revisão: Patricia Abreu

A impressão inicial de Célia Fernie era que aquela mulher identificada como Sra. Murray era uma “dama muito agradável” com uma família encantadora – alguém que daria um bom lar para um dos seus greyhounds.

Foi apenas quando ela solicitou uma doação de £30 para ‘‘Greyhound Rescue Fife’’, que a senhora de 61 anos de idade gerencia com seu marido, Jimmy, próximo à Kirkcaldy, que ela percebeu que estava lidando com a autora de obras infantis mais famosa do mundo.

No canto de um cheque de £1000 estava a assinatura pela qual milhões de fãs de Harry Potter morreriam. “Quando olhei o cheque, não pude acreditar. A primeira coisa que eu notei foi a quantia que ela doou,” disse a Sra. Fernie ontem.

‘‘Aí eu olhei o nome dela e percebi quem era. Eu disse apenas ‘Oh, não reconheci você,’ e ela sorriu educadamente. Ela era uma mulher amável – a família inteira era muito simpática.’’

Fotos mostrando J.K. Rowling e sua nova cachorra, Sapphire, foram postadas então no website de Fernie abaixo de um link de uma página sobre Harry Potter onde a autora de Edimburgo é descrita como uma ‘‘muito discreta, mas maravilhosa mulher’’.

Joane Murray, torna-se público, é o nome que J.K. Rowling usa quando deseja evitar as cargas do seu status de celebridade. Ela é casada com Neil Murray, um clínico geral com quem ela tem três filhos.

Antes de adotar Sapphire, uma cadela de corrida aposentada, a família visitou o centro do abrigo com o seu outro cachorro, um Jack Russel chamado Butch, antes de escolher a cadela de quatro anos.

Mas isso foi somente depois de um grande interrogatório por telefonema feito pela Sra. Fernie para saber se Rowling seria ou não uma dona adequada.

‘‘Eu sempre pergunto um pouco a pessoa sobre o seu estilo de vida – qual o tamanho de sua casa, se eles tem um jardim e se eles têm um muro de pelo menos 6 pés de altura, algo muito importante, pois eu detestaria que o cachorro escapasse e fugisse’’, lembrou a Sra. Fernie.

‘‘Ela parecia muito verdadeira’’, ela adicionou.

‘‘Eu pude ver que Sapphire estava indo para um bom lar. Agora eu sei o quão bom esse lar é’’, disse ela.