As Relíquias da Morte ︎◆ J. K. Rowling ︎◆ Livros ︎◆ O Enigma do Príncipe

¿Hablas Harry Potter? Como Harry está propagando o Inglês

spanish

Trouxas, quadribol e elfos-domésticos estão se tornando rapidamente parte do vocabulário inglês de crianças alemãs graças às enormes vendas do livro de Harry Potter em sua língua original. A editora Bloomsbury revelou ontem que a versão em inglês de DH vendeu tantas cópias pelo mundo quanto no Reino Unido.
Somente na Alemanha, 1 milhão de cópias foram vendidas mês passado. Compras antecipadas na China foram 200% maiores que as do último livro.Além de ser popular entre crianças que estão aprendendo inglês, a versão não traduzida de Harry Potter tem visto muitos fãs impacientes que querem os livros assim que eles são lançados. “Metade das vendas de Harry Potter são para exportação”, disse o presidente da Bloomsbury Nigel Newton. “Os leitores não querem esperar até que o livro seja traduzido”.

Harry Potter and the Deathly Hallows quebrou recordes no Reino Unido com vendas agora perto de 4 milhões, de acordo com a indústria de serviço de monitoramento Nielsen BookScan.

Continue after the AD

A demanda internacional também está mais forte do que nunca. A Bloomsbury revelou ontem que as exportações de Harry Potter and the Deathly Hallows já estavam um terço maiores do que as de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, com uma demanda particularmente forte na Alemanha, China, Japão, Franca, Itália, Holanda e Brasil.

Confira o resto da notícia em notícia completa.

HARRY POTTER AND THE DEATHLY HALLOWS
Sprechen Sie Potter? Como Harry está propagando a língua inglesa

The Guardian ~ Katie Allen
19 de setembro de 2007
Tradução: Renata Grando
Revisão: Patricia Abreu

O sucesso dos livros de Rowling no exterior deu à Bloomsbury confiança de que sua estrela vai gerar rendimentos ainda por um tempo. A cidade tem estado ansiosa sobre a vida pós-Harry da editora, o que tem se refletido na queda dos preços de suas ações.

Na primeira metade dos resultados de ontem, Sr. Newton enfatizou que os livros a serem lançados por outros autores e novos projetos online mostram que há mais razões para comemorar. Ele também insistiu que a era Harry Potter não está perto do fim.

“A principal coisa a se lembrar é que Harry Potter ainda será um grande livro por muitos anos”, ele disse, comparando a série com As Crônicas de Nárnia e o Ursinho Pooh. “O mundo ama os clássicos infantis britânicos e eles duram por décadas.”

Pelo menos por agora, vendas das partes anteriores continuam grandes, em parte graças aos filmes baseados nos livros. Um pacote fechado dos sete livros será lançado em Outubro, enquanto Deathly Hallows será lançado em brochura ano que vem.

Mas os investidores terão que esperar pela atualização da Bloomsbury ano que vem para ver o quanto a versão final de Harry Potter em capa dura pagará para a companhia que pagou £2,500 adiantados à Rowling.

Os resultados apresentados ontem cortaram o mês de Julho, embora tenham incluído as encomendas de exportação do livro, o que ajudou os rendimentos a saltarem mais de um terço para £51.4 milhões de £37.7 milhões.

Mas as vendas internacionais vieram ao custo de caras campanhas de marketing e isso, combinado aos baixos juros de rendimento, deixaram os lucros pré-impostos mais baixos em 8.5%, a £3.8 milhões.

Sr. Newton, que fundou Bloomsbury 21 anos atrás, disse que estava começando a ver os benefícios de uma nova “estratégia de crescimento” revelados no surgimento de um aviso dos lucros antes do Natal.

Ele assinalou os mais vendidos do primeiro tempo, incluindo “Austerity Britain: 1945-1951”, de David Kynaston; “How we built Britain”, de David Dimbleby; “A Thousand Splendid Suns”, de Khaled Hosseni; e “Imperial Life in the Emeral City”, um livro de Rajiv Chandrasekaran sobre a vida na zona verde no Iraque.

Quanto a se ele pode ter certeza se Bloomsbury será a editora dos próximos de Rowling – que foi até e a editora após oito rejeições – Sr. Newton diz que seu grupo continuará a jogar com suas forças como uma companhia independente.

“Diana, a deusa da caça, é nosso logotipo. Ela está caçando novos talentos. Essa é nossa maior missão como uma companhia.”