A Ordem da Fênix ︎◆ Filmes e peças

OdF: Nova entrevista com Bonnie, Matthew, Katie e Evanna

E as entrevistas parecem não acabar! Para a felicidade dos fãs da série, temos uma entrevista super recente dos atores Bonnie Wright, Katie Leung, Matthew Lewis e Evanna Lynch, integrantes da AD e com grande destaque no quinto filme.

As entrevistas foram concedidas ao Digital Spy e mostram momentos cômicos dos sets, comentários sobre os shippers, o último livro e as gravações, como a citação de Katie, vista abaixo:

Como foi beijar Daniel Radcliffe? Vocês praticaram muito?
Ele beijava bem! Acho que é melhor não praticarmos, porque deve ser um momento particularmente desajeitado. Muito doce, mas ao mesmo tempo, é seu primeiro beijo, então não é perfeito. Mas sim, espero que quando as pessoas vejam, ele traga de volta lembranças de seus primeiros beijos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ficou curioso? Para ler na íntegra clique aqui ou vá para notícia completa.

BONNIE, KATIE, MATTHEW E EVANNA
Digital Spy ~ Miriam Zendle
20 de junho de 2007
Tradução: Adriana

Harry Potter: A Armada de Dumbledore


Bonnie Wright – Ginny Weasley

Seu personagem tem se tornado mais interessante com o passar dos anos. É mais interessante interpretá-la?
Sim, definitivamente – acho que neste filme, através da Armada Dumbledore e até o seu fim, ela mostra um pouco mais de afinidade com Harry. Realmente quer estar com ele e lutar contra o que ele tenta combater, e acho que isso é mais interessante para ela. Ela está se tornando um pouco mais esperta, confiante e arteira na sua magia.

Como você gostaria de ver seu final no último livro?
Acho que no sexto livro, Gina se relacionou com Harry e isso teve que acabar para ele partir e terminar o que havia começado. Acho que seria interessante, como nós seis a respeito deste filme… seria chato vê-lo fazer tudo sozinho, então outras pessoas se juntando a nós em sua tarefa seria interessante, porque não creio que você possa fazer algo assim sozinho.

Gina e Harry se beijaram no último livro, Cho e Harry no último filme. Você espera filmar algo assim e você estava no set para o grande momento de Katie Leung com Daniel?
Quando eu li, não esperava por isso de jeito nenhum, e quando fiz foi tipo OK. Acho que verei quando chegar o momento. Acredito que quando vemos Katie e Dan, isso me dá um sentimento sobre o que está por vir… Eu estava lá, mas em um set fechado, então nenhum de nós viu realmente a própria filmagem – seria algo excitande de se ver!… Nós não quisemos dar tanta importância para ela, mais do que realmente tem, nós… não quisemos perguntar certas coisas a ela.

Como é ver a si mesma aos nove anos?
É realmente estranho, é como olhar para aqueles álbuns de família e pensar essa sou eu? É quase como ver outra garota. Claro que sou eu, mas quando vejo clips do segundo filme… ainda me lembro vividamente daqueles dias de filmagem, quando fizemos tudo, o que foi legal. Mas é quase como se não fosse eu, mas obviamente é.

Você planeja continuar nos negócios após terminar Harry Potter?
Sim, eu definitivamente estou interessada em atuar, mas acho que quando comecei, não sabia realmente muita coisa sobre atuar, e não pensava que isso é o que quero fazer quando for mais velha. Mas acho que estar em um filme me fez ficar muito mais interessada em fazer outros. Mas talvez ainda mais interessada em outros aspectos da indústria cinematográfica. Obviamente, atuar é algo criativo, mas [às vezes] mais artístico, eu estou realmente interessada em todas as funções, elas parecem ser tão divertidas de se fazer. Então talvez algo mais na área de desenho de produção ou desenho de figurinos?

Katie Leung – Cho Chang

O quanto as coisas mudaram para você desde que se envolveu com os filmes de Harry Potter?
Eu viajei tanto para diversos lugares que nunca pensei que fosse visitar. Fui para o Japão, China, Nova Iorque. É provavelmente uma das faces mais glamurosas de fazer um filme. Só estar de volta para fazer o quinto foi algo realmente delicioso. Me senti mais em casa dessa vez, rodeada novamente de rostos familiares e também estava mais confortável na frente das câmeras, mais confiante. Achei que minha atuação melhorou desde que comecei.

Como foi beijar Daniel Radcliffe? Vocês praticaram muito?
Ele beijava bem! Acho que é melhor não praticarmos, porque deve ser um momento particularmente desajeitado. Muito doce, mas ao mesmo tempo, é seu primeiro beijo, então não é perfeito. Mas sim, espero que quando as pessoas vejam, ele traga de volta lembranças de seus primeiros beijos.

Cho mudou muito desde o último filme?
Ela está bem diferente neste. Sua personalidade – seu namorado morreu no fim do quarto filme, então ela ficou realmente emotiva. Dessa vez, foi um desafio fazer o papel dela.

Algum momento divertido durante a filmagem?
Não, eu queria que tivesse. Sempre nos perguntam isso. Não realmente entre nós, mas nas cenas da Sala Precisa – todos os alunos envolvidos, a maioria do tempo nós apenas esperávamos e tínhamos que ficar em um círculo enquanto treinávamos. Rupert às vezes simplesmente começava a rir, dar risadinhas sem razão aparente. Assim que ele começava, todo mundo começava também, e era incrivelmente difícil parar. Mas não, nós tivemos muita diversão. É só quando olhávamos para ele, começávamos a rir, é difícil não fazer isso. A equipe ficava muito injuriada, porque estavam tentando intensamente continuar a filmagem. Mas continuávamos bagunçando, porque somos crianças.

Você já viu o beijo na tela?
Já, eu assisti quando estavam fazendo a ADR para o filme, que é a sonorização. Havia um pouco de diálogo quando nós nos beijamos. David Case estava lá, então ele quis que eu assistisse. Repetiram algumas vezes. Foi realmente difícil de assistir, mas fiquei contente com isso. Eu gostei muito.

Você acha que Cho estará no próximo livro?
Acho que não, para ser honesta. Ela já não é algo interessante para Harry, Harry gosta de Gina, então… Conheço várias pessoas que têm teorias diferentes, várias teorias sem fundamento – textos escritos sobre como ela acha que vai acontecer. Eu não quero pensar nisso, nem tirar nenhum tipo de conclusão. Quero ser surpreendida pelo que acontecer.

Matthew Lewis – Neville Longbottom

Você se importa por Neville ser mais um personagem de comédia do que o bacana?
Não, na verdade. Gosto muito de Neville, porque ele faz as pessoas rirem. Isso é algo que simplesmente adoro fazer, adoro assistir comédias e programas de humor, meus irmãos costumam me fazer rir muito. Se eu posso fazer outras pessoas rirem tanto quanto eles me fazem, seria ótimo. Neville me permite fazer isso. A vida é bem chata, então se você tentar e rir quando as coisas não são engraçadas, é bom. Além disso, este ano particularmente, há muito mais ação, emoção e drama, então me sinto desafiado como ator também este ano. Não poderia imaginar fazer qualquer outro papel.

Você está preocupado com a possibilidade de ficar rotulado?
Não muito, porque não me pareço muito com Neville. Tenho que usar um traje de gordo, e o cabelo repartido de lado e coisas para ficar orelhudo. Sou muito sortudo por não parecer muito com ele. Só espero que quando sair de Harry Potter, apareçam outras coisas que possa fazer e que sejam muito diferentes de Neville, talvez algum drama ou papel em filme de ação. Adorei fazer este filme, a ação foi muito divertida, ser um herói foi fantástico. Mas novamente, eu não quero me afastar muito da comédia, porque simplesmente adoro isso.

Houveram muitas brincadeiras ou trotes no set?
Particularmente no Prisioneiro de Azkaban, não sei se você se lembra, mas há um assassino à solta em Hogwarts, então todos estávamos dormindo no Salão Principal, e estava muito silencioso quando… Michael Gambon e Alan Rickman estavam dizendo seu texto e tudo estava quieto. De repente houve um pum, o barulho mais alto que ouvimos. Eles são profissionais, então continuaram… Mas então aconteceu de novo, e ficou acontecendo, e de repente eles pararam e falaram o que está acontecendo? E Alfonso Cuaron veio de trás das câmeras rindo, e ele tinha um controle remoto em sua mão de um aparelho que solta puns que estava escondida em uma das almofadas. Toda a equipe ficou histérica e as crianças, que deviam estar dormindo, ficaram rindo. Foi um dia legal.

O que você aprendeu com os adultos em Harry Potter?
O que eu realmente aprendi com os atores adultos foi o quanto eles não deixam isso subir por suas cabeças, de jeito nenhum. Há alguns atores realmente soberbos ali, que poderiam ser muito auto-centrados, não querer trabalhar com as crianças novas porque elas são inexperientes. Imelda Staunton fez sua a tarefa de juntar todo mundo e se apresentar, contar piadas e fazer todo mundo rir. Isso deixou mesmo uma marca em mim, para lembrar que você não deve ser cheio de si e arrogante – são pessoas 10.000 vezes mais talentosas que eu e não sou como elas. Respeito todos eles por isso.

Você já falou com J.K. Rowling sobre seu personagem?
Eu falei com ela [e] quando falei, perguntei eu estou fazendo direito? e ela disse está sim, de verdade. Ela dizer isso foi a melhor coisa do mundo, mas não sei se ela já cansou de falar sobre Harry Potter. Começamos falando sobre Napoleon Dynamite e Kill Bill e coisas assim. Não quero mesmo saber o que acontece até eu ler. Quando começo a ler, me perco no universo e na história, e é assim que quero descobrir o que acontece.

O que você quer que aconteça com Neville?

Quero que ele sobreviva, sim, isso seria legal. Uma vez que ele esteja lá lutando no final e ainda com suas armas, ainda com Harry e lutando do lado do bem, eu ficarei feliz.

Evanna Lynch – Luna Lovegood

O que você quer que aconteça com Luna no último livro?
Realmente não posso dizer, porque J.K.Rowling me contou algumas coisas, então se eu disser o que quero, você pode achar que isso vai acontecer. [Mas] eu gostaria de vê-la encontrar mais pessoas como ela, que pudessem ficar com ela. Sei que Harry, Ron e Hermione, todos os outros cinco, na verdade gostam dela, mas nunca conheceram ninguém como ela, que realmente fique com ela.

Quando você conheceu J.K. Rowling?
30 de março de 2006. Foi muito especial. Estavamos no set nos aprontando e era um dia normal, tão normal quanto possível. Eu estava no setor de cabelo e maquiagem. Estava falando com Tom Felton e foi a primeira vez que o encontrei, então como qualquer fã fiquei muito excitada, e então ela entrou. Por um minuto, não pude acreditar, eu simplesmente parei na frente dela e ela deu um pasos atrás. Eu pulei e a abracei e fiz a ela um monte de perguntas. O tempo passou rapidamente. Eles não me avisaram! Ela simplesmente veio.

Ela falou algo sobre Luna que fosse útil para você interpretá-la?
A maioria das coisas sobre ela eu já sabia, mas me reassegurou que Luna é muito honesta e não é sem vergonha… me disse que ela é consciente que todos pensam que ela é estranha e têm um pouco de medo dela, mas isso não fará com que ela mude. Ela sabe que eventualmente encontrará seu lugar e pessoas que supostamente gostem de estar com ela. Ela é feliz simplesmente esperando.

Você ainda é tão fã como antes, mais ou menos?
Mais! Isso simplesmente aumenta. Eu nunca deixei de ser uma fã. Vou fazer fila para Deathly Hallows, tive que me acalmar um pouco porque em casa eu era uma grande fã, que usa palavras de feitiços, e só porque as pessoas não entendem isso, tudo pode estar relacionado. Todas as minhas tarefas na Irlanda, nós tínhamos que escrever frases e eu tentava e escrevia sobre Hogwarts. Mas agora se eu fizer isso, as pessoas vão pensar que você está apenas tentando chamar atenção para o fato de que está em um filme, então não posso mais fazer.

Que poderes você gostaria de ter na vida real?
Gostaria de ser uma Animaga, porque é muito útil, se você quer se esconder um pouco e explorar as coisas. E também gostaria de saber mais sobre os animais, porque não consigo entendê-los mas estou certa que eles têm muito a dizer. Gostaria de falar com eles e então contar às pessoas o que eles disseram.