A Ordem da Fênix ︎◆ Jogos

Jogo OdF: Nova entrevista com executivo da EA

O diretor executivo da EA, Harvey Elliott, cedeu recentemente uma nova entrevista ao portal IGN falando sobre o jogo Harry Potter e a Ordem da Fênix. Algumas informações quanto ao estilo do jogo foram revistas e certos detalhes foram novidade. Veja abaixo um trecho da entrevista:

IGN: O jogo explora o período da adolescência de Harry?
Harvey Elliott: Oh sim, nos divertimos com o tumulto dos relacionamentos adolescentes. Sempre que Cho e Harry se encontram no jogo, eles procuram desajeitadamente usar as palavras certas, e a maioria das vezes Harry não diz a coisa certa e acaba sentindo-se um pouco estúpido. O script é realmente forte. E, claro que, nós colocamos o famoso primeiro beijo.
Para ver a entrevista completa clique aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Editado: também foram adicionadas novas fotos do jogo em nossa galeria. Para vê-las clique aqui.

Entrevista: Harry Potter e a Ordem da Fênix
Matt Casamassina

EA nos conta que passos deu para assegurar que sua próxima visita á Hogwarts será mais imersiva ainda. Nova mídia, também.
20 de abril de 2007 – EA está trazendo o lançamento da mais recente franquia de Harry Potter coincidindo com o lançamento do novo filme. Harry Potter e a Ordem da Fênix trará os eventos do quinto livro e filme da série, levando jogadores através de uma imersão em Hogwarts nunca antes vista. Nós conversamos recentemente com o produtor executivo do jogo, Harvey Elliott, sobre o que poderemos esperar do mesmo. É isso que aqui ele irá dizer.

IGN: Em A Ordem da Fênix, Harry, Hermione e Ron estão crescendo. Como isso foi refletido no jogo?

Harvey Elliott: Bom, pra começo de conversa, a primeira mudança é no visual. Nós escaneamos as faces dos atores logo que eles saíram do set para termos os dados mais atuais de como exatamente são os personagens do filme. Nós também podemos vê-los melhores nas magias e se tornando bruxos mais poderosos. E finalmente, com a vasta maioria do elenco reprisando suas tarefas dos filmes…..seus personagens realmente se revelam no jogo – como resultado eles estao mais determinados e um pouco menos preparados para escutarem a autoridade.

IGN: Qual a proximidade do titulo com a aparência e o estilo do próximo filme?

Harvey Elliott: Um dos mantras da nossa equipe esse ano é ter uma autenticidade absoluta no filme. Porque uma parte enorme do filme se passa em Hogwarts, nós chegamos a extremos para recriar as locações do filme no jogo – talvez mais do que em qualquer jogo anterior. Começou conosco trabalhando com a equipe do filme para construir uma Hogwarts 3D virtual — adquirindo suas blue prints dos sets de filmagem, indo para os locais externos com câmeras digitais, e revisando como estes locais foram traduzidos nos filmes, se concentrando em todos os detalhes. Haviam algumas áreas descritas nos livros que não são vistas nos filmes então tivemos algumas conversas fascinantes entre as equipes para descrever e então criar essa autenticidade. Voltando em outubro, a experiência de correr ao redor de Hogwarts estava surrealista — o castelo foi construído completamente, mas as paredes parecem papel de arquiteto porque nós tínhamos escaniado as imagens literalmente dentro. Então ficamos um pouco obsessivos com o detalhe e levamos milhares de fotos dos sets de filmagens, nos asseguramos de capturar todos os elementos das salas, pátio e corredor. Como o filme foi movido através da produção, nós constantemente revisitamos o set para conferir, por exemplo, como a iluminação mudou de conceito ao produto final e ajustamos o nosso.

IGN: Você diria que Ordem da Fênix é mais escuro que o Cálice de Fogo ou Prisioneiro de Azkaban?

Harvey Elliott: O enredo que envolve o jogo definitivamente é mais escuro em certos lugares quanto o Cálice ou Azkaban, com Voldemort retornando ao poder, mas ninguém acredita em Harry ou Dumbledore de que ele está de volta, e com bruxos seniors do Ministério da Magia tentando enterrar a verdade — notoriamente Dolores Umbridge que assume a escola durante o ano escolar fez isso um lugar realmente incômodo. Até Harry achar um modo para convencer todo mundo que Voldemort voltou. Quando Harry volta a escola ele se encontra em uma Hogwarts cheia de alunos e professores pensando que ele mentiu sobre o retorno de Voldemort, então ele é forçado a se ferir fisicamente na detenção, a Professora Umbridge proibe o Quadribol, e então nas batalhas explosivas finais, um dos personagens principais morre. Tendo dito tudo aquilo, o foco do jogo, como o filme, é o entretenimento. Adicionamos uma nova jogabilidade que equilibra esta escuridão permitindo ao jogador lançar magia dentro e ao redor da escola e não só lutar com os Sonserinos malvados, mas descobrir os muitos segredos que rondam o mundo aberto de Hogwarts.

IGN: O jogo explora o período da adolescência de Harry?

Harvey Elliott: Oh sim, nos divertimos com o tumulto dos relacionamentos adolescentes. Sempre que Cho e Harry se encontram no jogo, eles procuram desajeitadamente usar as palavras certas, e a maioria das vezes Harry não diz a coisa certa e acaba sentindo-se um pouco estúpido. E no fundo, Ron está totalmente confuso com o romance, ocasionalmente fazendo críticas para Harry de Cho da sua preferência do time de Quadribol Tornados apenas porque eles estavam jogando bem esse ano — por outro lado ele pergunta a Hermione se ela notou alguma ação diferente de Harry com Cho. O script é realmente forte. E, claro que, nós colocamos o famoso primeiro beijo.

IGN: Como Hogwarts é representado em A Ordem da Phoenix? É um mundo aberto, como são os níveis, etc.?

Harvey Elliott: Fazer isso um mundo aberto foi uma enorme tarefa, mas uma equipe se encontrou inacreditavelmente bem. Criamos um jogo aberto com um estilo melhor que os jogos tradicionais, e construir isso de certo modo que o jogador nunca pause para carregar uma tela, e nós só não mudamos a arquitetura do filme de Hogwarts para fazer isso mais fácil para nós mesmos. Não acreditamos que mundo aberto signifique baixa qualidade gráfica então pegamos realmente pesado para fazer esse estilo e nos sentimos pasmos. E isto não é só para a próximo geração, nós colocamos o mesmo para PS2. Eu vi tantas pessoas apanharem o controlador no Salão Principal, correndo para a escadaria principal, escolhendo uma porta (ou passagem secreta) para entrar e duas horas depois ainda estavam surpresos que tinham achado novas salas, pátios novos, professores novos e estudantes para falar e claro que, mais segredos para descobrir. Felizmente, nós adicionamos um sistema de navegação mágico que lhe permite selecionar seu destino no mapa do maroto e seja conduzido na direção certa através de pegadas mágicas até que você começe a aprender os caminhos.

IGN: Você está satisfeito com os novos controles Wii? Como são os controles Wii e como são utilizados?

Harvey Elliott: Em algum ponto no desenvolvimento queriamos saber se a Nintendo começou a sua prototipação dos controlador Wii perguntando a eles o que estaria perfeito para um jogo de Harry Potter? Eu quero dizer, seriamente, isso é uma varinha! Então quando o jogador controlar certo a varinha, o jogo reconhece o gesto e efeito da magia. Você se sente realmente lançando uma magia. Se você quiser atear fogo em um objeto, você simplesmente sacode rapidamente a varinha da esquerda para direita, como se você estivesse golpeando algo. Se você quiser levitar um objeto usando wingardium leviosa, apenas levante a varinha e o objeto se erguerá, movendo o objeto na tela. É quase exatamente como você pode imaginar. E em combate continua da mesma forma – se você quiser atropelar seu oponente, lhe dê um empurrão, ou tomar a sua varinha, ataque-o por trás. Porque o controle é uma varinha na mão de Harry, achamos até mesmo que você não precisa de um censor para lançar a magia, e ao invés apenas usar isso como uma mira opcional, o que só aumenta sua imersão no jogo.