J. K. Rowling

JK e a busca por inspiração na arte

Em uma introdução escrita para um novo guia para livros infantis feito em Edinburgo, no Reino Unido, JK Rowling descreveu como ela, uma vez, se viu andando por alguma das grandes coleções de arte da Escócia, procurando por inspiração enquanto escrevia alguma das estórias de Harry Potter.

O The Scotsman acaba de publicar que JK [i]resolveu andar pelos corredores da National Galleries of Scotland numa medida desesperada e aleatória enquanto buscava por inspiração. No entanto, isso só a deixou se sentindo péssima[/i].

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jornal continua, citando citações subseqüentes de Rowling a partir do livro Reading Round Edinburg:
As memórias de Edinburg [i]enchem as páginas de Harry Potter para mim[/i], escreve Jô, [i]os lugares que eu descrevi em passagens e capítulos em particular; onde eu me desesperei por nunca ter outra idéia; onde eu experimentei todas as alegrias e frustrações de viver em um mundo ficcional[/i].

Mas ainda que a cidade tem muitas vistas [i]Potterescas[/i], ela não pode apontar para prédios ou ruas específicas retratadas em seus livros.
Ela refuta totalmente a idéia de que Hogwarts seria baseado numa [i]certa escola pública[/i] da cidade.

Na página do livro há mais uma fala de JK, dizendo [i] Meu caso de amor com a escrita nessa cidade culminou no fato do lançamento do sexto volume de Harry Potter no Castelo de Edinburgo, de longe meu lançamento preferido até agora.[/i]

Thanks, TLC.