J. K. Rowling

JK Rowling considerada heroína pela revista “Time”

A revista Time Europe publicou, em homenagem aos seus sessenta anos, uma edição especial da revista, que incluiu uma reportagem sobre “60 anos de Heróis”, e dentro destes heróis estava nossa escritora JK Rowling. Além dela, constavam figuras importantes como Nelson Mandela, Mikhail Gorbatchev, o papa João Paulo II, e Bono Vox. Sobre Rowling, escreve a revista:

“Tenha sempre fé em si mesmo. Seja leal a seus amigos. E nunca retire uma planta de mandrágora sem usar protetores de ouvido (seus gritos são fatais, vocês sabem). Como os fãs de Harry Potter sabem, não é necessária uma varinha para se aprender as lições mais importantes da vida”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O resto da declaração da Time pode ser conferido clicando aqui.
E discuta mais sobre nossa autora favorita em sua seção especial em nosso fórum, clicando aqui.

“Tenha sempre fé em si mesmo. Seja leal a seus amigos. E nunca retire uma planta de mandrágora sem usar protetores de ouvido (seus gritos são fatais, vocês sabem). Como os fans de Harry Potter sabem, não é necessária uma varinha para se aprender as lições mais importantes da vida.

Harry pode ter nascido um bruxo, mas sua tragetória através da adolescência é puramente humana. Para as crianças, ele é um companheiro confiável durante a agoniante e angustiante aventura chamada crescer. Para os adultos, suas escapadas oferecem a eles a chance de se sentirem como crianças novamente. E esse é o grande truque de JK Rowling: relembrar a adrenalina, os medos de ser jovem.

Começando por Harry Potter e a Pedra Filosofal, os seis livros de Rowling foram traduzidos em mais de 60 idiomas, deram base para uma série de filmes campeões de bilheteria, e transformou uma mãe solteira desempregada em uma celebridade internacional. mas o triunfo real de Rowling é trazer milhões de trouxas não-leitores para o mundo da leitura novamente. Suas histórias podem ser doces como uma história de ninar, e ao mesmo tempo negras como pesadelos, sempre com brilho, inteligência e – acima de tudo – diversão.

Harry e seus amigos convidam os leitores para dentro de Hogwarts, mas é a escrita de Rowling que os mantém magicamente presos. Ela agora está trabalhando em seu sétimo livro – e o último, segundo ela – e o fans não podem esperar para ver como ele termina. Numa era onde tudo chega até nós através de bits e bytes, Rowling fez com que contar histórias voltasse a ser legal. E isso é algo realmente mágico”.