As Relíquias da Morte

Rupert Grint: 5 minutos

Em entrevista ao VH1, Rupert Grint revelou que a morte de Rony, para ele, seria “maneiro”. Ele também comentou, dentre outras coisas, sobre sua primeira cena de sexo nas telonas, e falou o que achava sobre o final de seu personagem com Hermione.

Há muitos rumores circulando, principalmente sobre o sétimo livro e o que pode acontecer entre eles. Eu não sei. Na verdade, seria bastante bizarro. Não estou certo se estou ansioso para isso. Emma Watson é como se fosse uma irmã para mim. Nós nos conhecemos a seis anos! Seria realmente estranho.

Leia a entrevista, na íntegra, clicando aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: VH1.

Rupert Grint: 5 perguntas
O homem tranquilo de Harry Potter fala sobre Driving Lessons, didjeridu [instrumento musical de sopro feito de bambú ou madeira] e por que a morte de Rony Weasley seria “até que maneira”.

Pergunte a Laura Linney sobre Rupert Grint, a estrela da nova comédia britânica Driving Lessons, e ela irá sorrir. “Eu adorei estar perto dele” ela disse. “Ele é super tranquilo, modesto, uma pessoa muito gentil”. Depois de conhecer melhor o ator “cabeça-vermelha” (mais conhecido como o parceiro de Harry Potter), é surpreendente como ele pouco se parece com alguém internacionalmente famoso, e sim com um adolescente consciente que gosta de Arctic Monkeys.

O britânico de 18 anos faz um bom uso de sua complicada idade em Driving Lessons. Rupert interpreta um tímido Londrino que gosta de escrever poesias, e é influenciado por sua mãe religiosa. Quando ele arruma um emprego de verão como companheiro de uma trivial atriz Julie Walters (que faz sua mãe em Harry Potter), sua vida vira de ponta-cabeça.

É uma tentativa de dar um passo fora do mundo Potter, que está fervendo de espectativas em torno do final do sétimo livro. Isso aponta que há muito mais em Grint do que apenas Rony. O ator contou ao VH1 sobre sua perda de virgindade nas telonas, tocar didjeridu e por que ele não teme sua morte.

Todos os filmes que você havia feito eram superproduções. Como foi fazer um filme pequeno?

É um tanto quanto assustador, porque é um personagem bem maior e há uma certa diferença de atmosfera em relação ao que eu estou acostumado a fazer nos filmes de Harry Potter. O orçamento de Harry Potter é realmente grande e nós filmamos em estúdios com cenários bastante caros. Em Driving Lessons, nós filmamos praticamente por Londres. Não há efeitos especiais. Foi tudo bem simples, real. Eu realmente adoro essa maneira de trabalhar.

Você também fez sua primeira cena de sexo.

(Risos) É um pouco assustador, já que a equipe inteira fica te observando. A atriz com quem fiz a cena era mais velha, e isso ajudou bastante. A pior parte é assistir isso com a sua familia. Não acho que a atriz estava pensando “oh meu deus, estou transando com Rony de Harry Potter”. Ela tinha uns 21 anos. Era muito madura em relação a isso.

Você acha que Rony ficará mesmo com Hermione?

Há muitos rumores circulando, principalmente sobre o sétimo livro e o que pode acontecer entre eles. Eu não sei. Na verdade, seria bastante bizarro. Não estou certo se estou ansioso para isso. Emma Watson é como se fosse uma irmã para mim. Nós nos conhecemos a seis anos! Seria realmente estranho.

Há também muita conversa em torno da morte de um personagem. Você já pensou que ele poderia ser você?

Sim, eu penso nisso. Não acho que seria ruim por que é o último livro, de qualquer maneira. Aliás, ninguém realmente morre. Você volta como um fantasma ou coisa do tipo. Não é realmente um fim. Não sei se eu estou preparado para uma grande cena de morte. Mas seria até que “maneiro”.

Você e Daniel Radcliffe são grandes fãs de música. Qual sua banda favorita no momento?

Há legiões de bandas realmente boas. Eu gosto muito da Arctic Monkeys. Eu tenho algumas guitarras, mas não sei tocar. O que sei é tocar didjeridu. Não sou tão bom, claro, embora seja basicamente um estrumento de sopro. O que você pode fazer com um didjeridu? Não muita coisa. É basicamente um som só. Só não lembro onde.