Livros ︎◆ O Enigma do Príncipe

Editora tenta proteger novo livro de Harry Potter da pirataria

A Folha Online publicou a seguinte matéria falando da segurança ao redor do livro.

Para garantir o sigilo total cobrado pela escritora britânica J.K. Rowling, as editoras Bloomsbury e Scholastic, que imprimem respectivamente as versões britânica e americana da série literária Harry Potter, viram-se obrigadas a fazer mágicas dignas de Dumbledore.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agora, das livrarias que já receberam o precioso carregamento, as editoras exigem cuidados redobrados de segurança, sob pena de não receberem cópias antecipadas do próximo e derradeiro volume da série.

No Brasil, os livros já chegaram em algumas lojas.

Enquanto a livraria on-line Amazon.com criou áreas restritas em seus depósitos para armazenar os livros, onde os funcionários só podem entrar com crachás especiais, a brasileira Americanas.com mantém seus exemplares no mesmo depósito que as demais mercadorias, em Barueri.

O Submarino designou uma área específica, separada das demais mercadorias, mas não revela se a segurança foi intensificada.

A Livraria Cultura, que adquiriu 5.000 exemplares e já tem cerca de 2.500 reservados, exibe os livros encaixotados na loja do Conjunto Nacional desde a última terça.

E a edição brasileira só sai no fim do ano.

“Precisamos receber o livro ainda, o que só vai acontecer no sábado”, disse a assessora Cintia Borges.

“Todo ano é assim, faz parte do esquema de segurança deles. Não sabemos de nada, a tradutora Lia Wyler fica desesperada.” Segundo Borges, não é possível nem dizer ainda qual será o título do livro em português. “Pode ser tanto “o príncipe mestiço” como o “príncipe bastardo”, precisamos ler para saber o contexto.”