Filmes e peças ︎◆ J. K. Rowling ︎◆ Livros ︎◆ O Prisioneiro de Azkaban

Entrevista com JK Rowling sobre o filme

A autora de Harry Potter, JK Rowling, disse que Alfonso Cuarón, que dirigiu O Prisioneiro de Azkaban, que estréia na sexta, inadvertidamente deixou pistas fatos que ocorrerão nos livros VI e VII, os quais ela nem sequer terminou.

O último livro publicado foi o quinto da série, Harry Potter e a Ordem da Fênix. As duas primeiras adaptações dos filmes foram campeãs de bilheteria.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ler o restante dessa fantástica entrevista, clique aqui.

Agora uma nota da revista Entertainment Weekly, comentando sobre o sucesso do personagem Harry Potter no mundo:

Na edição dessa semana da revista Entertainment Weekly, Harry Potter é o número 1 na lista dos personagens mais poderosos e amados de Hollywood, superando de Shrek, Homem-Aranha e Darth Vader.

1º Lugar: Grifinória ganha! Nenhum personagem lança um feitiço tão bom em relação a produtos, gráficos e nações assim como os bruxos de Hogwarts. Os primeiros 5 romances de JK Rowling venderam mais de 250 milhões de cópias no mundo inteiro e a espera para o dia 4 de junho está voando mais alto que um pomo de ouro. Ainda por vir: 2 livros e 4 filmes.
Top 10:
1º Harry Potter
2º Shrek
3º Spider-Man
4º Darth Vader
5º James Bond
6º Batman
7º Santa Claus
8º Bart Simpson
9º Spongebob Square-Pants
10º Wolverine

Obrigado HPANA.

“Eu realmente me sinto bem quando eu vejo essas coisas e penso que, as pessoas estão olhando para trás e pensando que essas coisas foram colocadas lá deliberadamente em forma de indícios.” Disse Rowling em uma entrevista liberada pela Warner Bros., que está distribuindo o filme.

Por parte de Cuarón, ele diz: “De algum modo, foi intuição, mas tudo é tão eloqüentemente emocional, os livros lhe dão todas as pistas.”

Rowling cita “a boa intuição sobre aquilo que funciona e aquilo que não funciona” de Cuarón em sua versão do filme, que é uma visão menos literal do que os dois últimos filmes. E também mais curta.

Ela ficou particularmente impressionada a visão dele sob as criaturas de outro mundo que guardam a prisão de Azkaban, os dementadores.

“Eles são tão assustadores como eu imaginei, simplesmente soberbos!”ela disse. “Um dos grandes temas no livro é a vitória do Harry sob os dementadores. E os dementadores para mim são sobre depressão, não sobre tristeza apenas. Eu acho que Alfonso fez realmente um grande trabalho neste tema, mostrando como se sente e quando você está vulnerável a isso.”

Rowling disse que o processo de criação do terceiro livro foi “o melhor processo de criação que eu tive. Dos cinco livros que foram publicados, escrever Azkaban foi o mais fácil, e em alguns momentos acho que isso é notado. Eu estava bem confortável quando escrevi o (número) três: Problemas financeiros estavam acabados e o interesse da imprensa não era excessivo com anteriormente”.

Rowling disse que ao saber da idéia de Cuarón dirigir o terceiro filme imediatamente a intrigou. Ela tinha “amado muito o (o filme mais recente de Cuarón) E sua mãe também. Alfonso obviamente entende de adolescentes e você sabe que meus personagens estão com 13 agora…. Neste livro Harry literalmente aprende como cuidar de si mesmo. Ele nota seu pai, onde sempre esteve, e encontra dois pais substitutos, mas aquele que realmente o salva é ele mesmo”.

Rowling disse que foi absorvida pela habilidade de Cuarón em fazer filmes sem serem romances infantis clássicos. “Eu assisti A Princesinha, que eu achei uma adaptação excelente, não tão literal, mas fiel à verve emocional da história”.

Simultaneamente, ela vê o filme como “A versão de Alfonso para o meu mundo. É o seu filho. Por razões obvias de que literatura e cinema são artes diferentes, fazer uma adaptação literal não daria um resultado final muito bom, e acredito que ele fez exatamente o que eu esperava que fizesse. Ele colocou muito humor no filme, e achei isto fantástico! Eu ficaria muito, muito surpresa se a maioria dos expectadores não acharem sua parte favorita do livro neste filme!”