A Ordem da Fênix

“Harry Potter” volta com inimigos ilustres

O site Folha Online traz uma reportagem sobre os ilustres inimigos de JK Rowling, leia um trecho:

“Ele está de volta, com seus números astronômicos. Só de páginas, a edição brasileira de “Harry Potter e a Ordem da Fênix” que chega às livrarias tem 704. Com o lançamento deste quinto livro em junho na Inglaterra e nos Estados Unidos, J.K. Rowling bateu mais um daqueles recordes até então impensáveis: dias atrás, seu agente anunciou que as vendagens somadas dos cinco livros chegam à marca de 250 milhões de exemplares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nessa trajetória de cifras cada vez mais impressionantes, começada pelo lançamento de “Harry Potter e a Pedra Filosofal” em 1997, Rowling também atraiu inimigos em muito menor quantidade do que os fãs, mas, por sua vez, mais poderosos e influentes. Depois de conquistar a inimizade militante do escritor e crítico Harold Bloom, “A Ordem da Fênix” mereceu também uma longa e ácida crítica da escritora inglesa A.S. Byatt.

Em artigo ao “The New York Times”, a escritora diz que, se Tolkien criou um mundo secundário na saga do “Senhor dos Anéis”, o mundo de Rowling é “secundário do secundário”,…”

Bom, crítico é crítico! Para ler o resto da matéria clique aqui.

Fonte: Folha Online