Pottermore


TRADUZIDO: “Uagadou”, a escola africana, por J.K. Rowling

//Por Pedro Martins - sábado, 30 de janeiro de 2016 às 14:25


O Pottermore divulgou ontem (29) um texto inédito escrito por J.K. Rowling sobre a escola de magia e bruxaria africana “Uagadou”, a maior das onze escolas, cujos alunos são especialmente “bem versados em Astronomia, Alquimia e Auto-Transfiguração”.

“A varinha é uma invenção europeia, e embora bruxos e bruxas africanos a adotaram como uma ferramenta útil no século passado, muitos feitiços são lançados simplesmente apontando o dedo ou através de gestos com as mãos. Isso dá aos alunos Uagadou uma linha resistente de defesa quando acusados de quebrarem o Estatuto Internacional de Sigilo (‘Eu só estava acenando, nunca quis fazer o queixo dele cair’).”

Traduzido por: Gabriela Oliveira em 30/01/2016.
Revisado por: Morgana dos Santos em 30/01/2016.

A escola situada no continente onde grande parte da magia (ou toda ela) se originou é incrível. Para conferir mais detalhes sobre Uagadou, vá ao nosso Hotsite de traduções do Pottermore por meio deste link e leia o texto traduzido pela nossa equipe na íntegra.

Os textos “Escolas de Magia” e “Castelobruxo” e “Mahoutokoro” já foram traduzido pela nossa equipe, como vocês podem conferir clicando no nome de cada um deles.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

TRADUZIDO: “Mahoutokoro”, a escola japonesa, por J.K. Rowling

//Por Pedro Martins - sábado, 30 de janeiro de 2016 às 12:41


O Pottermore divulgou ontem (29) um texto inédito escrito por J.K. Rowling sobre “Mahoutokoro”, a escola japonesa de magia e bruxaria, que possuí “o menor corpo estudantil das onze grandes escolas de magia”, mas “recebe alunos a partir dos sete anos”.

“Os alunos são presenteados com vestes encantadas quando chegam, as quais crescem conforme o crescimento dos mesmos e mudam de cor gradualmente conforme o aprendizado dos seus usuários aumenta, começando em um rosa claro e se tornando (caso notas máximas sejam alcançadas em todas as matérias mágicas) douradas. Se as vestes ficarem brancas, isso é um indicativo de que o aluno traiu o código japonês dos bruxos e adotou práticas ilegais (que na Europa chamamos de magia ‘negra’) ou quebrou o Estatuto do Sigilo Internacional. ‘Ficar branco’ é uma desgraça terrível, resulta na expulsão imediata da escola e um julgamento no Ministério da Magia japonês.”

Traduzido por: Morgana dos Santos em 30/01/2016.
Revisado por: Pedro Martins em 30/01/2016.

Esplêndida a escola japonesa, não? Para conferir mais detalhes sobre Mahoutokoro, vá ao nosso Hotsite de traduções do Pottermore por meio deste link e leia o texto traduzido pela nossa equipe na íntegra.

Atualização: as traduções de “Escolas de Magia“, “Castelo Bruxo” e “Uagadou” já foram publicas no Potterish e podem ser lidas clicando no nome de cada um dos textos.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

TRADUZIDO: “Castelobruxo”, a escola brasileira, por J.K. Rowling

//Por Pedro Martins - sábado, 30 de janeiro de 2016 às 03:30


O Pottermore divulgou ontem (29) um texto inédito escrito por J.K. Rowling sobre “Castelobruxo”, a escola brasileira de magia e bruxaria, que abriga estudantes de toda a América do Sul.

Desde a publicação de “Harry Potter e o Cálice de Fogo”, há quase 16 anos, onde Rony Weasley diz que “Gui teve uma correspondente em uma escola no Brasil…”, todos os fãs brasileiros se perguntam sobre como seria essa tal escola, qual é o seu nome, onde está localizada etc. Agora a espera acabou!

“Os estudantes do Castelobruxo usam vestes verde-claro e são especialmente avançados em Herbologia e Magizoologia; a escola oferece programas de intercâmbio bem populares para estudantes europeus* que desejam estudar a flora e fauna mágica da América do Sul. Castelobruxo produziu um grande número de ex-estudantes famosos, incluindo um dos mais famosos preparadores de poções do mundo, Libatius Borage (autor de, entre outros trabalhos, Estudos Avançados no Preparo de Poções, Contravenenos Asiáticos e Tenha a Sua Própria Fiesta Engarrafada), e João Coelho, capitão do mundialmente renomado time de quadribol Rasa-árvores de Tarapoto.”

Traduzido por: Rodrigo Cavalheiro em 29/01/2016.
Revisado por: Pedro Martins em 30/01/2016.

Para conferir mais detalhes sobre Castelobruxo, vá ao nosso Hotsite de traduções do Pottermore por meio deste link e leia o texto traduzido pela nossa equipe na íntegra.

Atualização: as traduções de “Escolas de Magia“, “Mahoutokoro” e “Uagadou” já foram publicas no Potterish e podem ser lidas clicando no nome de cada um dos textos.

Comentários: 19

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

TRADUZIDO: “Escolas de Magia”, por J.K. Rowling

//Por Pedro Martins - sábado, 30 de janeiro de 2016 às 01:37


O Pottermore divulgou ontem (29) um texto inédito escrito pela autora J.K. Rowling sobre as escolas de magia e bruxaria que existem ao redor do mundo, revelando informações que há tanto os fãs da série “Harry Potter” anseiam saber.

“Existem onze escolas de magia há muito estabelecidas e prestigiadas pelo mundo, todas elas são registradas na Confederação Internacional dos Bruxos. Instituições menores e menos regulamentadas apareceram e desapareceram, são difíceis de controlar e raramente são registradas no Ministério apropriado (neste caso, eu não posso atestar o padrão de educação que elas podem oferecer). Qualquer pessoa que deseja saber se existe uma escola de magia aprovada em sua região deve enviar uma coruja ao Escritório da Educação da Confederação Internacional dos Bruxos.”

Neste texto também há detalhes como a regra geral da localização dessas escolas e mais. Para conferi-lo traduzido pela nossa equipe na íntegra, vá ao nosso Hotsite de traduções do Pottermore por meio deste link.

Atualização: as traduções de “Castelobruxo“, “Mahoutokoro” e “Uagadou” já foram publicas no Potterish e podem ser lidas clicando no nome de cada um dos textos.

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Pottermore revela nomes e informações das escolas de magia do Brasil, América do Norte, África e Japão

//Por Pedro Martins - sábado, 30 de janeiro de 2016 às 00:38


O Pottermore realmente está proporcionando uma semana especial a todos os fãs da série “Harry Potter”. Na última quinta-feira (28), o Chapéu Seletor e o teste das varinhas voltaram ao portal, como noticiamos anteriormente, e ontem (29) foram revelados os nomes e informações das escolas de magia e bruxaria do Brasil (“Castelobruxo”), Estados Unidos (“Ilvermorny”), África (“Uagadou”) e Japão (“Mahoutokoro”).

A revelação aconteceu da seguinte forma: no evento “A Celebration of Harry Potter”, que está acontecendo nos parques temáticos de Orlando (EUA), o Pottermore preparou uma atração especial – um mapa com as escolas de magia ao redor do mundo -, que intrigou todos os fãs logo pela manhã. À noite, na cerimônia de abertura do evento, a atriz Evanna Lynch (Luna Lovegood foi convidada ao palco e leu um novo texto de J.K. Rowling, “Escolas de Magia”, revelando que existem dez escolas de bruxaria ao redor do mundo além de Hogwarts. Em seguida, Evanna leu parte dos textos de Rowling sobre as escolas brasileira, japonesa, africana e, por fim, a atriz revelou o nome da escola norte-americana: Ilvermorny!

Mas e o texto sobre Ilvermorny, e as informações sobre esta escola?

“Com relação à Ilvermorny… Todos os fãs olhos de águias tiveram uma suspeita de que essa palavra significaria algo especial, e o Pottermore trará mais escritos de J.K. Rowling sobre essa escola de magia em breve.”

Para aqueles que não se lembram, o Potterish publicou, no dia 9 de agosto de 2015, um artigo exclusivo escrito por Rafael Bento relatando detalhadamente a descoberta do nome “Ilvermorny” e questionando o que ele poderia significar, sugerindo que fosse a escola de magia dos Estados Unidos. Na noite passada, pudemos ver que estávamos certos, e o Pottermore parece ter notado isso, não é mesmo?

Em instantes, publicaremos os novos textos de Jo Rowling traduzidos pela nossa equipe e, então, vocês poderão saber todas as informações sobre as escolas.

Atualização: as traduções de “Escolas de Magia“, “Castelobruxo“, “Mahoutokoro” e “Uagadou” já foram publicas no Potterish e podem ser lidas clicando no nome de cada um dos textos.

Comentários: 6

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Vendas de eBooks e áudio-livros de “Harry Potter” dobraram nos últimos meses

//Por Anna Luisa Constantino - quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 às 20:38


Há alguns anos, com o Pottermore, J.K. Rowling lançou os livros digitais e áudio-livros de “Harry Potter”. No início, os eBooks estavam à venda apenas no Pottermore, porém, há alguns meses, a venda foi estendida à Amazon, Apple, Barnes & Noble, Google, Kobo, Blackwell’s, WHSmith, Sainsbury’s etc, fazendo com que a vendas dobrassem.

Se compararmos o número de vendas dos livros digitais e dos áudio-livros no período de outubro a dezembro de 2014, quando a venda restringia-se apenas a plataforma Pottermore, com o mesmo período de 2015, com a venda expandida, percebermos um crescimento de 100%, ou seja, o dobro de pessoas adquiriram os livros em seu formato digital nos últimos meses de 2015.

Tal ação fez com que a empresa se recuperasse dos problemas financeiros sofreu no decorrer de 2015. A empresa caiu de um faturamento de 31.8m libras para apenas 7m libras em 2015. Assim, foi necessário dispensar vários funcionários, reduzindo, em média, 40 a 30 funcionários no período citado.

Como o acordo firmado previamente com a Sony não permitia a venda de livros digitais e áudio-livros fora do Pottermore, a reviravolta veio apenas com o fim deste acordo. Segundo Susan Jurevics, chefe executiva do Pottermore, após a abertura para outras plataformas os produtos venderam mais do que a soma das vendas dos 12 primeiros meses.

“Esse é um novo e animador capítulo para o Pottermore. Estamos animados com o sucesso que tivemos nos últimos meses e estamos embarcando em novas estratégias para levar os amados personagens de J.K. Rowling a um público ainda maior, internacionalmente”, disse Jurevics.

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Chapéu Seletor e teste das varinhas voltam ao Pottermore!

//Por Pedro Martins - quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 às 13:32


Como o Pottermore bem relata, uma das mais importantes perguntas da vida de um Potterhead é: “A qual casa eu pertenço?”. Comemorem, pois o Chapéu Seletor está de volta, e o teste das varinhas também!

Para ambos os usuários que já passaram pela cerimônia se seleção ou não, é necessário um novo cadastro no site, o qual pode ser feito por meio deste link, informando a sua idade, endereço de e-mail e senha. Feito o cadastro, o usuário precisará confirmar a sua conta pelo e-mail que receberá. Neste momento, todos podem podem fazer os testes. Aqueles que o fizeram anteriormente podem também resgatar as suas informações anteriores informando o seu antigo usuário, caso não queiram confirmar a legitimidade da sua varinha ou casa na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Para ajudar aqueles que não são familiarizados com a língua inglesa, traduziremos as perguntas em breve. Fiquem de olho!

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Pottermore nos mostra todos os artefatos mágicos do mundo bruxo

//Por Pedro Oliveira - segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 às 15:23


O Pottermore foi atualizado com uma rápida mostra dos objetos mágicos mencionados e mostrados nos livros e filmes da série “Harry Potter”. O infográfico está separado por tipos de objetos e suas funções, incluindo itens para transporte, comunicação, relíquias etc.

objetos img

Confira a imagem em maior qualidade através deste link.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

POTTERMORE: A lista de convidados definitiva do banquete de Natal de Hogwarts

//Por Pedro Martins - sexta-feira, 25 de dezembro de 2015 às 16:31


A ceia natalina é um momento realmente mágico, mas às vezes alguns imprevistos de relacionamentos acontecem, não é mesmo? Para evitar isso, o Pottermore fez uma lista de convidados definitiva para um banquete de Natal (e também daqueles que devemos evitar!).

“Sim, ela pode ser severa, mas Minerva McGonagall é conhecida por se soltar depois de uma ou duas taças de gemada e até mesmo deixar escapar uma risadinha, para a grande surpresa de Harry. Testemunhar um espetáculo tão raro faria o banquete de Natal mais especial.”

Que tal conferir a lista para não errar no jantar de hoje à noite, já que ainda é Natal?! Vão ao modo notícia completa para ler na íntegra traduzida pela nossa equipe!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Pottermore lança calendário especial de 2016

//Por Pedro Martins - sexta-feira, 25 de dezembro de 2015 às 08:35


O Pottermore, coração digital do Mundo Mágico, lançou hoje um calendário especial do ano de 2016. Decorado com ilustrações feitas para os antigos capítulos plataforma online e trazendo alguns lembretes de datas importantes da série “Harry Potter”, o arquivo em PDF pode ser baixado através deste link e impresso de acordo com a sua preferência.

Pottermore_Calendário_2016

Quem aí já está baixando e imprimindo?!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

POTTERMORE: As maquiagens e cabelos no Set de “Animais Fantásticos”

//Por Anna Luisa Constantino - quarta-feira, 25 de novembro de 2015 às 12:30


Na manhã de ontem (24), o Correspondente do Pottermore publicou mais um relato de suas idas ao set de filmagens de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” para observar e falar um pouco sobre as maquiagens e penteados que serão vistos nos filmes.

Como visto nas imagens divulgadas pela Entertainment Weekly no inicio deste mês, como noticiamos à época aqui, a história de “Animais Fantásticos” se passa em 1926, assim, as mulheres possuem uma forma única de se arrumar. E isso seria diferente para a comunidade bruxa americana?! Absolutamente não!

“A maquiagem é um trabalho realmente delicado e sensível. Minha equipe é escolhida a dedo por mim e eu tenho que escolhê-los por suas sensibilidades, por sua capacidade de saber fazer um ator se sentir seguro. Em alguns dias o ator vai querer conversar e fazer piadas, em outros não vai querer dizer nada”.

Confiram a tradução na íntegra no modo notícia completa!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

POTTERMORE: Desvendando os segredos do logo de “Animais Fantásticos”

//Por Donizete Junior - terça-feira, 03 de novembro de 2015 às 17:06


Logo após a divulgação do logo oficial de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, o Pottermore publicou uma matéria com detalhes sobre o logotipo, extraindo informações diretamente dos designers responsáveis por ele.

O Correspondente do Pottermore conversou com a equipe criativa responsável pelo longa de “Animais Fantásticos” e discutiram as inspirações e ideias que os levaram até a arte final divulgada nesta tarde.

“Com ‘Harry Potter’ os livros existiam e, portanto, os fãs sabiam o que o raio representava ao ir ver o filme. Com ‘Animais Fantásticos’ há uma antologia que J.K. Rowling escreveu, mas a história é desconhecida. É um mistério”

Para conferir a matéria completa e traduzida pela equipe do Ish, acesse o modo completo da notícia.

Com direção de David Yates e roteiro original de J.K. Rowling, “Animais Fantásticos e Onde Habitam” tem previsão de estréia para 17 de novembro de 2016 no Brasil.

A equipe do Potterish mal pode esperar para publicar as próximas novidades do filme que virão pelos próximos meses (ou semanas)!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

POTTERMORE: Criando o salão comunal da Grifinória

//Por Ohanna Schmitt - terça-feira, 20 de outubro de 2015 às 19:55


E o Potterish dá continuidade à série de publicações de artigos do Pottermore traduzidos pela nossa equipe, desta vez com um especial sobre como foi o processo de criação do salão comunal da Grifinória.

“Harry viveu em um armário sob as escadas”, explica o diretor de set Stephanie McMillan. “Queríamos um contraste com essa existência bastante desagradável”.

O aposento quase não sofreu alterações durante as filmagens, com exceção de alguns acréscimos em Prisioneiro de Azkaban, como retratos de antigos diretores da casa e uma pequena pintura a óleo de uma partida de Quadribol.

Veja como foi o processo de criação do salão comunal no modo notícia completa!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

POTTERMORE: Projetando o Beco Diagonal

//Por Ohanna Schmitt - segunda-feira, 19 de outubro de 2015 às 15:21


Dando continuidade ao processo de tradução dos artigos do Pottermore publicado no site oficial, em inglês, o conteúdo de hoje fala sobre a criação do Beco Diagonal, bem como a aquisição dos materiais presentes nas cenas.

Mercados de pulgas, lojas de sucata e leilões no mundo real foram vasculhados por semanas para encontrar itens apropriados para estocar as lojas do Beco Diagonal. O desafio era que ninguém estava autorizado a revelar que estava comprando itens para os filmes de Harry Potter. Uma assistente, quando comprou vassouras em massa, disse ao vendedor que era porque ela tinha muito o que varrer.

Veja como foi a produção do Beco Diagonal no modo notícia completa!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

TRADUZIDO: Pottermore divulga os pensamentos de J.K. Rowling sobre a Lufa-Lufa

//Por Pedro Martins - sexta-feira, 25 de setembro de 2015 às 10:32


O Pottermore, “coração online do Mundo Mágico de J.K. Rowling”, divulgou os pensamentos da autora sobre o salão comunal da Lufa-Lufa, uma das quatro casas de Hogwarts.

Neste parágrafo divulgado hoje como um complemento de outro texto maior, publicado logo no início do Pottermore, Jo Rowling explica, dentre outras coisas, o porquê de Harry não ter visitado o salão comunal da Lufa-Lufa, casa daqueles que valorizam o trabalho duro, a paciência, a lealdade e o jogo limpo.

“Quando inicialmente planejei a série, eu esperava que Harry visitasse todas as quatro salas comunais durante o seu período em Hogwarts. Chegou um momento em que eu percebi que nunca teria uma razão válida para entrar na sala comunal da Lufa-Lufa.”

Traduzido por: Pedro Martins em 25/09/2015.
Revisado por: Virag Venekey em 25/09/2015.

O anterior, divulgado em 2011, revela mais detalhes sobre a Casa:

“O Salão Comunal da Lufa-Lufa tem sua entrada no mesmo corredor das cozinhas de Hogwarts. Passando pelo grande quadro de natureza morta que forma a entrada para a escada, uma pilha de barris grandes é encontrada, empilhados em um recuo sombrio de pedra no lado direito do corredor. O segundo barril a partir da base, no meio da segunda fileira, se abrirá ao bater nele no ritmo de ‘Helga Hufflepuff’. Como um dispositivo de segurança para repelir não Lufanos, bater no barril errado ou bater o número incorreto de vezes resulta em uma das outras tampas estourar e encharcar o intruso em vinagre.”

Traduzido por: Raquel Monteiro em 24/10/2011.
Revisado por: Juliana Torres em 25/10/2011.

Para conferir ambos traduzidos pela nossa equipe na íntegra, acessem o nosso Hotsite do Pottermore através deste link.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...