Entrevistas


TRADUZIDO: J.K. Rowling fala sobre sua vida, carreira e muito mais em nova entrevista

//Por Donizete Junior - sábado, 28 de novembro de 2015 às 19:53


A edição mais recente da revista Weekend, do jornal The Guardian, trouxe J.K. Rowling em sua capa anunciando uma matéria especial com entrevistas de diversas personalidades como Jo Rowling, Edward Snowden, Lauren Laverne e Brian Eno.

Com o objetivo de mostrar como a arte da conversação está morrendo, a matéria trouxe diversas conversas casuais sobre a vida e carreira dos entrevistados e com J.K. Rowling não foi diferente.

jkr-laverne-ish-1

“Eu sou uma pessoa de grupos pequenos. Meu sonho é um pequeno grupo que conheço muito bem, aí podemos ter conversas intensas. Não quero uma briga, mas quero uma conversa sobre coisas que realmente importa.”

A autora falou muito sobre sua carreira, sobre como está lidando com a fama e o quão sua vida mudou desde o sucesso da publicação do primeiro livro de “Harry Potter”. Ela também não apenas falou sobre Robert Galbraith, como deu um pequeno detalhe do que o quarto livro do autor trará como um dos temas e comentou o quão está feliz com os projetos de “Harry Porter and the Cursed Child” e “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

Ela também falou sobre sua vida e disse entender os fãs e o impacto que causa neles, citando o exemplo de quando encontrou seu maior ídolo, Morrissey, o líder e cantor da banda The Smiths.

Hoje (28), em seu Twitter, a autora comentou que a entrevista com a apresentadora Lauren Laverne foi uma das mais divertidas que teve em sua carreira.

A equipe do Potterish tratou de traduzir a entrevista completa e na íntegra que foi publicada no site do The Guardian. A tradução do bate-papo você confere no modo notícia completa, assim como a capa da revista e todas as outras fotos que ilustram o encontro entre de Jo Rowling e Laverne.

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

TRADUZIDO: J.K. Rowling discute “Career of Evil” e novos projetos em entrevista à BBC Radio 2

//Por Donizete Junior - segunda-feira, 09 de novembro de 2015 às 15:11


Recentemente, para a promoção do livro “Career of Evil”, J.K. Rowling deu duas entrevistas em nome de Robert Galbraith, seu pseudônimo autor de livros de mistério e suspense – a série “Cormoran Strike”.

Veja o que a autora diz sobre o novo livro:

“É definitivamente o mais obscuro da série até agora. É o único livro que escrevi que literalmente me deu pesadelos. E não foi tanto na escrita, mas eu fiz muita pesquisa. Li muitos relatórios policiais sobre assassinos em série e alguns dos pensamentos que se passam nas mentes dos meus assassinos em série fictícios, porque você sabe, alguns dos capítulos são contados da perspectiva do assassino… Obviamente, você não sabe qual dos suspeitos é… Mas eles foram inspirados nos relatórios de assassinos em série notórios. Embora o que eles estivessem pensando não seja claro, há algumas pessoas que fizeram essas coisas e falaram os seus motivos e sobre como eles se sentiam com relação às vítimas. Então, eu fiz muita pesquisa e foi isso que literalmente me deixou bastante perturbada.”

Uma das entrevistas foi dada para a rádio NPR e promovia o livro nos EUA, que já foi traduzida pela nossa equipe e e pode ser conferida neste link.

Nesta segunda entrevista, para a BBC Radio 2, J.K. Rowling não apenas falou sobre “Career of Evil”, mas também sobre os projetos paralelos no qual está trabalhando e um novo livro!

“Tenho planos de escrever como J.K. Rowling de novo. Não vou te dar uma data fixa porque as coisas vêm sendo fantásticas e eu estou escrevendo um roteiro para “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, que tem sido muito legal, então eu estou muito ocupada, mas definitivamente vou escrever mais romances como J.K. Rowling. E sim, romances no plural, eu tenho muitas ideias…”

Como prometido anteriormente, confiram a entrevista completa, transcrita e traduzida (com muita exaustão e carinho) pela equipe do Potterish, no modo notícia completa.

O áudio original pode ser escutado no site da BBC Radio 2

“Career of Evil” já está disponível para venda no formato brochura, capa dura e digital. A tradução e lançamento do livro em português está prevista para 2016, pela Editora Rocco.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

TRADUZIDO: Em entrevista à NPR, J.K. Rowling fala sobre a escrita de “Career of Evil

//Por Donizete Junior - terça-feira, 03 de novembro de 2015 às 16:07


Para a divulgação do livro “Career of Evil” nos Estados Unidos, J.K. Rowling concedeu uma entrevista livre de spoilers à National Public Radio (NPR), estação de rádio dos estadunidense.

A autora não apenas discutiu suas inspirações para a série Cormoran Strike, como também falou sobre a identidade de Robert Galbraith, a violência contra a mulher, fama e privacidade, e os acontecimentos e pesquisas que resultaram no lançamento do terceiro livro da série.

“Por mais engraçado que seja, eu sinceramente não me lembro qual dos três enredos me veio primeiro à mente, porque eu tinha todos eles e meio que os alinhei várias vezes para ver qual arranjo me agradava mais. Por causa da grande história que eu tinha para o Cormoran e para a Robin, decidi que o primeiro caso deles seria sobre a pessoa mais famosa, porque eu queria tê-lo fazendo a jornada, no primeiro livro, de total obscuridade para alguma forma de reconhecimento, que o prepara para o segundo livro, onde teria uma boa razão para alguém o procurar, já que ele é claramente bom no que faz. Então cada mistério dá uma margem para o próximo, e eu tenho uma visão da história completa, então eu a arranjei de forma que funcionasse como um todo.”

O livro foi o primeiro de muitos que deu pesadelos à Rowling…

“Foi horrível, na verdade. Esse foi o primeiro livro que me deu pesadelos, pesadelos literais. O que me deu pesadelo foi a pesquisa, porque eu achei que tinha a necessidade de fazer muita pesquisa para entender certa mentalidade, que é, claramente, muito diferente da minha. Eu li uma quantidade horrível de estudos de casos. Isso me deu pesadelos. Cada um daqueles suspeitos é baseado livremente, mas possuem as características de um verdadeiro criminoso ou assassino. Eu estava tentando assegurar que cada um daqueles suspeitos eram psicologicamente bastante concisos.”

Para conferir o áudio a entrevista traduzida na íntegra pela equipe do Potterish, confira o modo completo da notícia.

J.K. Rowling também deu uma longa entrevista para a BBC Radio, cuja tradução será publicaremos em breve. Enquanto isso, você pode conferir trechos importantes da entrevista onde a autora falou sobre “Harry Potter” e novos projetos de escrita.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

J.K. Rowling fala sobre “Career of Evil”, Harry Potter e novo livro infantil

//Por Donizete Junior - terça-feira, 03 de novembro de 2015 às 12:51


Foram divulgadas ontem (2) duas entrevistas dadas por J.K. Rowling durante a divulgação de seu mais recente livro: “Career of Evil” (Carreira do Mau, em tradução livre), escrito sob o pseudônimo de Robert Galbraith.

No decorrer das entrevistas, foi impossível não tocar em assuntos relacionados à série “Harry Potter”, principalmente agora com o anúncio da peça “Harry Potter and the Cursed Child” e do filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, este último roteirizado pela própria Rowling.

Na primeira entrevista divulgada, J.K. Rolwing falou com a NPR (National Public Radio), uma rádio dos Estados Unidos, e discutiu especialmente sobre “Career of Evil”. Confira alguns trechos abaixo:

“Esta foi a primeira vez que um livro literalmente me deu pesadelos. Não foi escrever o livro que me deu pesadelos, foi a pesquisa.
Eu pensei que seria muito importante entender a mentalidade, pois alguns dos capítulos são escritos do ponto de vista de um assassino psicopata. Então, o que esses homens dizem sobre como eles se sentem pelo o que fazem? O que esses homens sentem é um questionamento muito interessante, porque eu acho a capacidade deles de sentir é muito embotada. Portanto, toda essa pesquisa foi fascinante e incrivelmente perturbadora ao mesmo tempo.”

Ela também discutiu um pouco sobre inspiração para a criação de Cormoran Strike:

“Alguns [personagens] simplesmente saem de seu subconsciente e surgem na sua frente. E ele apenas fez isso. Ou saiu mancando do meu subconsciente. Se eu precisasse analisar o porque ele saiu de lá, eu poderia dizer que eu conheço muitos veteranos de guerra.
Eu estou interessada, assim como penso que diversas pessoas estão, no que acontece com pessoas que deixam as forças armadas e precisam trilhar seu caminho em uma vida civil. Isto parece uma grande questão em nossos tempos. Eu acabei conhecendo alguém, essa pessoa que conheço é ex-Special Investigation Branch* e mulher, não homem – mas ela foi muito generosa em me deixar entrevistá-la extensivamente sobre como sua carreira foi.”
* Special Investigation Branch: Divisão de Investigação Especial. Nome dado a todas as divisões de detetives dentro das três armas da polícia militar britânica.

Rowling também discutiu sobre Robin durante a entrevista, assim como a violência contra mulheres presente no livro e temas como fama e privacidade que vem sendo discutidos nos livros de Robert Galbraith desde o lançamento de “O Chamado do Cuco“.

Confira a tradução da entrevista na íntegra.

Já para a divulgação do livro na Inglaterra, Rowling conversou com a BBC Radio 2 e discutiu diversos temas além de “Career of Evil”, incluindo novos projetos em desenvolvimento.

Apresentada como Robert Galbraith, a autora falou sobre “Cursed Child” e seus sentimentos sobre a peça e uma nova história de Harry Potter anos depois do lançamento do último livro.

“É realmente animador. Eu sempre disse que não diria nunca porque haviam coisas que tinha em mente sobre o que aconteceu 19 anos depois. Eu particularmente não tenho desejo em escrever isso no formato de um romance por motivos que eu acho que ficarão mais claros quando as pessoas verem a peça.
Irei apenas dizer que essa peça nunca teria acontecido se esta equipe não tivesse vindo até mim porque eles são extraordinários e eu acho que juntos traremos uma experiência realmente fantástica para as pessoas. Mas foram pelas pessoas, eu não saí procurando por isso, foi ao contrário.”

Jo também falou sobre um novo projeto voltado para o público infantil, o primeiro após o lançamento de “Os Contos de Beedle, o Bardo” em 2007, e deu uma declaração comovente sobre um de seus principais medos da meia-idade.

“Eu tenho uma ideia para um livro infantil, na verdade escrevi parte de um livro infantil que realmente amei, então eu definitivamente irei terminá-lo. Haverá outro livro infantil.
Não irei lhe dar nenhuma data exata porque as coisas estão bem agitadas e venho escrevendo também um roteiro para ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’, o que tem sido bem divertido, então ando bem ocupada. Mas definitivamente escreverei mais romances como J.K. Rowling – romances no plural, pois eu tenho muitas ideias.
Às vezes me preocupo se irei morrer antes de publicar todos. Esta é minha crise da meia-idade – que irei deixar esta terra sem ter escrito todos esses livros.”

Tenho certeza que essa também é a preocupação de todos seus fãs, J.K. Rowling.

Confira o áudio completo da entrevista no site da BBC Radio 2.

Fiquem atentos as novidades do Potterish! Em breve iremos publicar todas as entrevistas na íntegra, enquanto isso nos conte: que tipo de livro vocês gostariam de ver nossa querida autora publicando?

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Editora Hachette entrevista o narrador dos audiolivros da série “Cormoran Strike”

//Por Donizete Junior - segunda-feira, 28 de setembro de 2015 às 10:00


Em uma recente entrevista, o narrador dos audiolivros britânicos da série “Cormoran Strike”, Robert Glenister, falou sobre a experiência de narrar os livros que J.K Rowling escreveu sob pseudônimo e de sua fascinação com O Chamado do Cuco muito antes da revelação da identidade de Robert Galbraith.

“Eu sinceramente pensei que tinha sido escrito por um veterano militar, alguém que soubesse o que estava falando, porque ele passou por isso de alguma forma. Claro que se aposentou do serviço militar e aí pensou que agora iria escrever e, sabe, embarcar em uma carreira que ele sempre quis ter.”

A entrevista trouxe um olhar do ator sobre a série e foi conduzida por Mark Billingham, autor conhecido por seus romances de mistério e suspense. Glenister falou sobre como ficou animado com a leitura de “O Chamado do Cuco” e imediatamente sabia que gostaria de narrar o audiolivro de Robert Galbraith.

Faltando apenas alguns dias para o lançamento do terceiro livro da série, “Career of Evil” (Carreira do Mau, em tradução livre) também será narrado por Robert Glenister, que mal pode esperar pelo lançamento que acontece em 20 de outubro nos EUA e dois dias depois no Reino Unido.

O áudio original da entrevista, assim como a tradução feita pela nossa equipe, pode ser conferido no modo notícia completa.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Lançado o novo Pottermore

//Por Pedro Martins - terça-feira, 22 de setembro de 2015 às 14:45


O Pottermore, plataforma online criada por J.K. Rowling como uma extensão do seu Mundo Mágico, foi relançado há poucas horas. O website que conhecemos e utilizamos por anos se foi, mas algo inovador veio em seu lugar! Assistam abaixo uma mensagem de ninguém menos que a criadora Rowling convidando os fãs a explorarem tudo o que o novo Pottermore tem para oferecer:

Transcrição em português brasileiro feita pela nossa equipe:

“Bem vindos ao Pottermore.

Este é o meu cantinho mágico da internet. Um lugar onde você pode explorar os meus textos, ambos os que você já conhece e os novos, e onde você pode ler informações, artigos e novidades pela equipe do Pottermore.

Novas informações serão reveladas sobre os personagens, lugares e a mágica que você está familiarizado, bem como apresentações para alguns novos personagens, lugares e conceitos.

O Pottermore é um lugar onde você pode soltar a sua imaginação e permitir que ela te leve em aventuras; então, se você precisa de um pouco mais de magia na sua vida, você veio ao lugar certo.”

Transcrito por: Amanda Mendes em 22/09/2015.
Revisado por: Pedro Martins em 22/09/2015.

Como havíamos informado anteriormente, o site passou por uma reforma total: novo layout mais simples e facilmente acessível através de aparelhos móveis, conteúdos escritos pela editoria do Pottermore, a promessa de três vezes mais textos inéditos de J.K. Rowling e mais!

Para inaugurar esta versão com o pé direito, hoje foi liberado um texto escrito por Jo Rowling sobre “A Família Potter”, revelando as origens do nome, a descendência de Harry, a explicação de como o seu vó quadruplicou a fortuna da família e como a Capa da Invisibilidade se tornou uma relíquia da família. A nossa equipe já está trabalhando na tradução deste conteúdo e, em alguns instantes, ele estará disponível em português.

Vários artigos escritos pela editoria do site também foram publicados há pouco, como “Os feitiços essenciais ensinados pela Armada de Dumbledore”, “8 razões para amar Luna Lovegood”, “11 vezes que Snape foi o professor mais difícil de agradar”, “A sagacidade e a sabedoria de Rúbeo Hagrid” e mais! Vocês gostariam que traduzíssemos este conteúdo?! A decisão cabe a vocês, contem-nos abaixo, nos comentários, e por meio das redes sociais!

Além disso, o site também virou uma fonte de notícias para os fãs da língua inglesa:

“O Pottermore continuará a ter em seu núcleo novos textos de J.K. Rowling, e terá muito mais conteúdos inéditos. Isso inclui comentários e itens de notícias frescas do Correspondente Pottermore, um jornalista profissional contratado pelo Pottermore especialmente para este trabalho. O Pottermore apresentará notícias relacionadas ao Mundo Mágico, incluindo o filme da Warner Bros., ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’, baseado no roteiro original de J.K. Rowling, e a peça teatral ‘Harry Potter e a Criança Amaldiçoada’, baseada em uma nova história de J.K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany, e escrita por Jack Thorne, que está programada para estrear em Londres em 2016.”

Os conhecidos “Momentos” dos capítulos de cada um dos sete livros não estão mais disponíveis no site, que, a partir de agora, só terá versão em inglês, abandonando até mesmo o espanhol, francês, japonês e outras línguas que tinham traduções oficial. O Potterish, entretanto, manterá o Hotsite de traduções no ar através deste link.

O que acharam do novo Pottermore, pessoal?! Corram para explorá-lo e fiquem atentos no Potterish para a tradução dos conteúdos!

Comentários: 16

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

J.K. Rowling revela a inspiração para a criação de Madame Pince

//Por João Pedro Xavier - quinta-feira, 25 de junho de 2015 às 19:34


Para a felicidade dos Potterheads, J.K. Rowling anda muito presente no Twitter ultimamente. A página da autora na rede social é conhecida por ser o principal meio de comunicação entre ela e os fãs. Ela está sempre os respondendo, divulgando curiosidades sobre o universo de Harry Potter e alimentando o amor pela saga.

Hoje foi a vez de sabermos um pouco mais sobre a Madame Pince, a bibliotecária de Hogwarts. A autora admitiu, durante uma conversa com uma biblioteca britânica local, que a inspiração para a personagem veio do medo que ela tinha de bibliotecários assustadores quando criança. Para quem não lembra, Madame Pince parece ser ainda mais rígida do que o zelador Filch!

Confira o tweet no modo notícia completa!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

[LEGENDADO] “Tom Felton Encontra os Super-fãs”

//Por Pedro Martins - domingo, 05 de abril de 2015 às 21:21


Tom Felton, intérprete de Draco Malfoy nos filmes da série “Harry Potter”, se aventurou por outras áreas além da atuação no seu documentário sobre fãs fanáticos – “Tom Felton Meets the Superfans” (“Tom Felton Encontra os Super-fãs”, em tradução livre) – exibido pela BBC Three no último dia 23 no Reino Unido.

No longa-metragem de aproximadamente 1h de duração, Tom passa uma noite com Bryan (20), morador de Nova Iorque que dedica muitas de suas noites seguindo seus astros favoritos para conseguir selfies e autógrafos (na maioria das vezes repetidos); conhece Steve (26), morador de Pittsburgh que se autoproclamou “o maior fã de ‘Harry Potter’ do mundo” e transformou o seu porão em sua Hogwarts particular, além de conversar descontraidamente com Daniel Radcliffe (Harry Potter), Rupert Grint (Rony Weasley) e ninguém menos do que a criadora do Mundo Mágico, J.K. Rowling.

Na data de estreia do documentário, fizemos uma cobertura ao vivo no nosso Twitter (@Potterish), publicando citações traduzidas em tempo real. Os leitores adoraram e pediram para que legendássemos o vídeo na íntegra, e foi isso que fizemos! Entretanto, enfrentamos problemas ao hospedar o vídeo no YouTube e no Dailymotion, então tivemos que hospedá-lo em um servidor de downloads, o MEGA. Então, para assisti-lo, basta clicar neste link e fazer o download do arquivo AVI em HD com 1GB de tamanho.

Tradução e revisão por: Aline Michel, Bruna Lopes e Dimitri Manaroulas.
Legendas por: Pedro Martins.
Revisão das legendas por: Débora Jacintho.

O que motiva pessoas ao redor de todo o mundo a passarem horas em filas para terem encontros de pouquíssimos minutos com estrelas do cinema? Será que um interesse ou uma obsessão no mundo da fantasia podem realmente ajudar na saúde mental de alguém? Junte-se a Tom Felton e descubra as respostas para essas e muitas outras questões! Não se esqueça de registrar sua opinião nos comentários e compartilhar o documentário com os seus amigos!

A propósito, estamos com vagas abertas na equipe! Confiram através deste link!

Comentários: 5

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

David Heyman comenta sobre o roteiro de “Animais Fantásticos”

//Por Jonathan Teles - terça-feira, 24 de março de 2015 às 18:05


 Durante uma entrevista ao Yahoo Movies UK, David Heyman, produtor dos oitos filmes da série “Harry Potter” e também de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, voltou a comentar sobre o Mundo Mágico e desta vez falou com bastante entusiasmo sobre a pré-produção deste último.

O produtor descreveu o roteiro de “Animais Fantásticos”, escrito por JK Rowling, cujo o processo ainda está em andamento, como algo “muito especial”. Heyman disse:

“Eu realmente não quero falar sobre isso agora, para ser sincero com você, mas é muito emocionante. Jo Rowling tem escrito algo muito especial.”

Sobre o andamento da produção, Heyman comentou:

“Estamos nos estágios iniciais (com a pré-produção de “Animais Fantásticos”), mas estamos começando o processo.”

David Heyman havia dito em outra entrevista que “é muito, muito cedo ainda…” para iniciar o processo de escolha do elenco que estará presente no longa, mas afirmou que as gravações tem previsão para serem iniciadas na metade do ano, próximo ao  final do verão.

O primeiro filme de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, com direção de David Yates, tem previsão de estréia para novembro de 2016. Fiquem ligados no Potterish para mais informações!

Comentários: 5

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Tom Felton fala sobre seu documentário e “Animais Fantásticos”

//Por Pedro Martins - quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 às 21:28


Tom Felton, intérprete de Draco Malfoy nos filmes da série “Harry Potter”, está se aventurando por outras áreas além da atuação desde que começou a dirigir um novo documentário da BBC Three, “Tom Felton: Meet the Fanatics”, o qual mostrará o mundo dos super-fãs. Recentemente, em uma entrevista ao site Just Jared, o ator revelou mais detalhes sobre o projeto, falou sobre sua experiência com o Pottermore e sobre o filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

Tom explicou mais sobre o documentário:

“É tipo uma chance de olhar mais a fundo para o mundo dos super-fãs e dessas pessoas que seguem franquias – quase como buscar a raiz do sucesso de ‘Harry Potter’. Ele teve uma base de fãs muito ativa. Isso permitiu que as pessoas se apaixonassem por coisas de que talvez tivessem vergonha no passado. É uma visão disso, uma jornada em que eu vou narrando.”

Apesar do documentário mostrar os mais diversos tipos de fãs, Felton ressaltou uma das entrevistas memoráveis que fez:

“Teve um cara de Pittsburgh, o maior fã de ‘Harry Potter’ do mundo, que atendeu à porta vestido da cabeça aos pés com acessórios de ‘Harry Potter’. Foi uma experiência interessante.”

Além dos fãs, Tom ainda entrevistou alguns rostos familiares dos filmes:

“Sim, eu entrevistei o Rupert Grint, o Daniel Radcliffe, e a J.K. Rowling, e foi uma honra enorme tê-los discutindo o assunto com tanta abertura.

O Tom Fletcher também, a maioria de vocês o conhece como o vocalista do McFly ou do McBusted. Ele é um grande fã de ‘Harry Potter’. O documentário não é para ser sobre ‘Harry Potter’, mas aconteceu de as pessoas com quem eu falei estarem relacionadas com a série.”

O nosso eterno Sonserino ainda falou sobre seu pesar de ter sido selecionado para Grifinória no Pottermore:

“Devastado. Inconsolável. É, eu não fiquei muito feliz. Eu estava filmando o fim do documentário e ele falaram ‘Mexe em alguma coisa no laptop para parecer que você está ocupado.’ Eu falei que tudo bem, e eles abriram o Pottermore. Aí eu pensei ‘Sabe o quê? Eu vou fazer.’ Na verdade, eu tentei mesmo responder as perguntas para fazer a resposta dar Sonserina. E eu acho que o computador percebeu a tentativa. Eu me encontrei com a J.K. no dia seguinte e disse que devia ter um problema com o sistema dela. Ela me garantiu que o Chapéu Seletor nunca erra.”

O ator ainda falou um pouco sobre o filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”:

“Eu sei que o [diretor] David Yates e o [produtor] David Heyman e a Jo (J.K. Rowling) estão juntos novamente, o que é tipo o time de ouro que fez tudo da primeira vez. É incrível que eles estão voltando. Estou tentando arranjar um bico de figurante. Eu posso ser um mendigo maluco no fundo do bar ou algo do tipo. É, é empolgante. Eu sei que muita gente está esperando ansiosamente por isso. Eu acho ótimo eles não estarem pegando carona nas coisas que eles já fizeram, e, mesmo que estejam relacionadas, eu acho que vai ser algo que nunca vimos antes. Não vai haver personagens velhos ressurgindo nem nada. Eu mal posso esperar!”

Felton ainda conversou sobre seu novo filme, “Against the Sun”, entre outros assuntos. A entrevista na íntegra traduzida pelo Potterish pode ser lida no modo notícia completa. O ensaio fotográfico do ator pode ser conferido diretamente no Jared Eng.

Vocês estão ansiosos por esse documentário, Potterheads?!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

J.K. Rowling responde perguntas sobre “Harry Potter” em seu Twitter

//Por Vinícius Bonafé - sábado, 07 de fevereiro de 2015 às 21:43


Os fãs da saga “Harry Potter” bombardeiam J.K. Rowling com centenas de perguntas sobre a série diariamente e, na manhã de sexta-feira (06), a autora reservou uma parte de seu tempo para responder a algumas delas.

A primeira questão foi, na verdade, feita pela rede social Tumblr, a qual outro fã tuítou para ela dizendo ser “uma dúvida válida”:

“Por que quando Harry é mordido pelo basilisco na Câmara Secreta, isso não destrói a Horcrux presente nele? Alguém pode me responder?”

“O receptáculo da Horcruz tem que ser destruído sem possibilidade de reparo, por isso Harry precisaria ter MORRIDO. #PorFavorNuncaMePergunteIssoNovamente.”

A segunda pergunta foi referente ao Fofo, protetor do alçapão que guardava a Pedra Filosofal.

Fã: “O que aconteceu com o Fofo depois que ele foi solto na Floresta? Espero que ele tenha voltado a Hogwarts para a batalha”

Rowling: “Ele voltou para Grécia. Dumbledore gostou de devolver a aquisição mais insensata de Hagrid para onde ela pertence – não a floresta.”

A terceira e última questão se referia ao Largo Grimmauld:

Fã: “Por que o Largo Grimmauld, 12, fica no meio de um complexo de casas trouxas?”.

Rowling: “Um antepassado de Black cobiçou a bonita casa, então ‘persuadiu’ o dono trouxa a abandonar [a casa] e colocou os feitiçoes apropriados nela.”

Antes de sair, J.K. Rowling se desculpou e disse que precisava dedicar-se a Robert (seu pseudônimo, sob o qual publica os livros da série de “Cormoram Strike”), mas agradeceu todas as “adoráveis perguntas”:

“Desculpem, mas não tenho tempo para mais de três questões de HP esta manhã. Robert precisa de mim, mas considerem isso como um agradecimento pelas suas mensagens adoráveis. Abraço.”

Acham que foi o fim da sessão de perguntas e respostas? Após algumas horas, Rowling voltou ao Twitter e respondeu a outra pergunta!

Fã: “Mas e sobre a Pedra da Ressurreição do anel que continuou a funcionar mesmo depois de sua Horcrux ser destruída?”

Rowling: “A rachadura na pedra foi irreparável. Apenas Dumbledore poderia ter extraído o fragmento da alma deixando o encantamento original intacto.”

Nossa amada Jo Rowling teve a resposta para todas as perguntas por mais “adoráveis” que fossem elas, não é mesmo?!

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Feliz ano novo!

//Por Pedro Martins - quinta-feira, 01 de janeiro de 2015 às 21:20


Mais um ano se passou! Apesar de já estarmos em 2015, que tal relembrarmos juntos os momentos mais marcantes do ano passado?! Segurem o fôlego e confiram tudo no modo notícia completa, pois 2014 certamente foi um ano incrível para a série “Harry Potter” e seus fãs!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Feliz Aniversário Jo e Harry!

//Por Débora Jacintho - quinta-feira, 31 de julho de 2014 às 00:00


49 e 34 podem ser números aleatórios para qualquer desavisado, mas não o são para nós. Quem gosta de Harry Potter sabe que hoje é um dia especial. O 31 de julho traz a esses dois números um significado que os deixa longe de ser simplesmente aleatórios.

Todos nós estamos cansados de saber onde J.K. Rowling e Harry Potter nasceram, quais foram seus primeiros passos, por onde andaram, seus grandes feitos e realizações. Não cremos que valha destacar tudo isso novamente. Vale, porém, preparar mais esta homenagem à criadora e à criatura, que são ambas tão vivas nas nossas vidas e nos fazem tão bem há anos.

A equipe Potterish se reúne mais uma vez para brindar e festejar o aniversário dessa dupla que mudou a vida de milhões de pessoas nos quatro cantos do mundo. Nossa equipe de mídias sociais preparou uma homenagem especial que você poderá conferir nos nossos perfis no Facebook, no Twitter e no Instagram. E você não vai perder nada, certo?

A data de aniversário de J.K. Rowling e Harry Potter marca o início de mais um ano, um novo começo para todos os fãs da série ao redor do mundo. Saber que este dia continua sendo festejado é motivo de mais comemoração ainda. E saber que você está aqui para brindar com a gente é motivo de orgulho para toda a família Potterish.

Viva Harry Potter! Viva J.K. Rowling! E parabéns a todos nós!

Em comemoração a essa data, a equipe de editores, tradutores e transcritores do Potterish atualizou o nosso conteúdo de entrevistas de J.K. Rowling, que agora abrange de 1997 até o presente momento, somando mais de 400 textos e vídeos legendados. Para conferir, é só clicar aqui.

A nossa equipe também criou a página da série “Cormoran Strike”, que conta com informações sobre os dois livros da saga, inclusive os detalhes do lançamento do segundo volume no Brasil.

Ao longo do dia publicaremos o vídeo de homenagem, e também informações acerca de sorteios.

Comentários: 3

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

J.K. Rowling no Women’s Hour da BBC Radio 4!

//Por Pedro Martins - quarta-feira, 30 de abril de 2014 às 01:17


A BBC Radio 4 convidou cinco mulheres notáveis para participarem do programa Women’s Hour (“Hora da Mulher”, em tradução livre) com o intuito de oferecer uma perspectiva feminina do mundo e de discutir uma série de questões que afetam as mulheres no Reino Unido e em todo o planeta. Como já poderíamos esperar, a nossa querida J.K. Rowling fora convidada e deu início a essa semana de programas, na segunda-feira (27).

“Deve ser muito bom ser um homem e apenas pensar ‘Qual dos meus três ternos eu vou usar hoje?’ e ninguém dizer nada. Com nós é nosso peso, nossas roupas, como estamos envelhecendo, nosso cabelo – exatamente. Se tudo que vocês (homens) devem se preocupar é com sua entrada no cabelo, eu acho… E eu posso soar cruel, que isso reflete como eu me sinto sobre esse assunto.”

Tradução: Amanda Mendes.

O primeiro tópico que Rowling discutiu foi sobre a esclerose múltipla (EM), doença pela qual sua mãe, Anne Rowling, morreu aos 45 anos de idade, e da maneira de como ela se lembra dela, particularmente pela sua risada contagiante. Jo também disse que sua mãe era uma “leitora apaixonada”, e que ela acredita que ela teria achado que ser escritor era “uma coisa muito valiosa”. Esses acontecimentos foram um dos principais motivos que a levou a doar 10 milhões de libras esterlinas para a fundação de uma clínica para tratamento de pacientes com EM e outras doenças neurológicas, a Clínica de Neurologia Regenerativa Anne Rowling, na Universidade de Emdiburgo, sendo a Escócia o país onde há mais afetados pela EM no mundo inteiro.

Mudando um pouco de assunto e tomando um rumo mais descontraído, Rowling falou sobre a sua paixão pelo Rugby Escocês e sobre o Rugby das mulheres. Jo ainda disse que era fã de futebol:

“Eu cresci em uma casa onde meu pai e todos os parentes homens eram fãs de futebol. E eu costumava assistir futebol na televisão. Mas quando eu casei com um escocês eu fui tomada – não totalmente voluntariamente – para o Rugby. E eu acabei adorando o Rugby acidentalmente. Então há esperança para vocês. Vocês podem certamente ser convertidos!”

Tradução: Amanda Mendes.

Logo após Jo falou sobre o seu trabalho de caridade com a Lumus, instituição que ela fundou com o objetivo de acabar com a institucionalização sistemática de crianças em toda a Europa e ajuda-lhes a encontrar lugares mais seguros e solidários para se viver. O quarto e último tema abordado na entrevista foi o “por que as mulheres são tão obcecadas com este item em particular do vestuário” e “o que é o poder e mito do sapato? “. Em um clipe extra Rowling ainda falou sobre os “benefícios do fracasso”, mesmo tema que ela abordou em um discurso na Universidade de Harvard, a seis anos atrás. Jo ainda diz que se pudesse voltar a sua adolescência ela teria se dado uma pausa, e aconselha aos adolescentes a serem gentis com si próprios e, por último, diz: “seja quem você é”.

Ouçam o programa completo (em inglês) aqui e a transcrição em português do mesmo aqui, feita pelos transcritores do Ish Aline Michel, Bruna Lopes, Orley Lima.

Vocês gostaram da entrevista? Deixem nos comentários!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 4,20 de 5)
Loading...

J.K. Rowling discute sobre sua experiência como Robert Galbraith e sua inspiração para escrever personagens masculinos

//Por Junior - terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 às 00:10


No dia 9 de Fevereiro, J.K. Rowling marcou presença no “Sheldonian Theatre”, em Oxford, para uma conversa em honra do 700º aniversário da Universidade Exeter. O “The Evening Standard reportou que, durante a conversa, Rowling conversou sobre escrever sob o pseudônimo Robert Galbraith para o livro “O Chamado do Cuco”: ela sentiu-se grata pelo livro ter sido rejeitado no início.

“Vocês nunca deveriam saber que era minha estrepitante caneta. Foi divertido, desde a primeira carta de rejeição. Vocês não fazem ideia.”

J.K. Rowling também falou sobre escrever personagens masculinos e como se inspirou para fazê-lo:

Há uma fala em “Melhor É Impossível” [1997 com Jack Nicholson] onde uma mulher pergunta como ele escreve personagens femininas tão maravilhosas, e ele diz, e estou parafraseando, ‘Penso em um homem, e tiro a lógica’, ou algo do tipo. Isso me fez rir, por mais misógino que seja, pois, quando escrevo um homem, eu tiro certas coisas e liberto partes de mim que não seriam aceitáveis. Para ser honesta, acho que sou bem masculina – ao menos é o que me dizem, e gosto de escrever [sobre] ambos.

Jo comentou, muito brevemente, acerca de suas recentes observações em uma entrevista com Emma Watson para a revista Wonderland, onde ela discute sobre o relacionamento dos personagens da série e declarou: “Harry amava Gina.”

Comentários: 20

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (7 votos, média: 4,43 de 5)
Loading...