Layout Potterish
Layout Potterish
   
 
Layout Potterish
Layout Potterish
 

Harry Potter e a Jornada do Herói [ler]

 

Dan fala um pouco sobre suas relações amorosas. [ler]

 

Feliz aniversário, Rupert Grint [ler]

 

Rupert Grint estreia em comédia na Broadway [ler]

 

 
 
Layout Potterish
Layout Potterish
 
Clube do Livro- Tolkien Clube do Livro- Garota Replay. Clube do Livro- Jesus Potter. Clube do Livro- A maldição do Tigre.      

 
Layout Potterish
Layout Potterish
 
Confira todos
os modelos e
compre já a sua!
 
 
Layout Potterish
Layout Potterish
Layout Potterish

Entrevistas
« Anteriores  

Feliz Aniversário Jo e Harry!
//Por Débora Jacintho - quinta-feira, 31 de julho de 2014 às 00:00

49 e 34 podem ser números aleatórios para qualquer desavisado, mas não o são para nós. Quem gosta de Harry Potter sabe que hoje é um dia especial. O 31 de julho traz a esses dois números um significado que os deixa longe de ser simplesmente aleatórios.

Todos nós estamos cansados de saber onde J.K. Rowling e Harry Potter nasceram, quais foram seus primeiros passos, por onde andaram, seus grandes feitos e realizações. Não cremos que valha destacar tudo isso novamente. Vale, porém, preparar mais esta homenagem à criadora e à criatura, que são ambas tão vivas nas nossas vidas e nos fazem tão bem há anos.

A equipe Potterish se reúne mais uma vez para brindar e festejar o aniversário dessa dupla que mudou a vida de milhões de pessoas nos quatro cantos do mundo. Nossa equipe de mídias sociais preparou uma homenagem especial que você poderá conferir nos nossos perfis no Facebook, no Twitter e no Instagram. E você não vai perder nada, certo?

A data de aniversário de J.K. Rowling e Harry Potter marca o início de mais um ano, um novo começo para todos os fãs da série ao redor do mundo. Saber que este dia continua sendo festejado é motivo de mais comemoração ainda. E saber que você está aqui para brindar com a gente é motivo de orgulho para toda a família Potterish.

Viva Harry Potter! Viva J.K. Rowling! E parabéns a todos nós!

Em comemoração a essa data, a equipe de editores, tradutores e transcritores do Potterish atualizou o nosso conteúdo de entrevistas de J.K. Rowling, que agora abrange de 1997 até o presente momento, somando mais de 400 textos e vídeos legendados. Para conferir, é só clicar aqui.

A nossa equipe também criou a página da série “Cormoran Strike”, que conta com informações sobre os dois livros da saga, inclusive os detalhes do lançamento do segundo volume no Brasil.

Ao longo do dia publicaremos o vídeo de homenagem, e também informações acerca de sorteios.

Comentários: 3 | Link |
Categorias: Aniversários, Aniversários personagens, Capa, Entrevistas, JK Rowling, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading ... Loading ...



J.K. Rowling no Women’s Hour da BBC Radio 4!
//Por Pedro Martins - quarta-feira, 30 de abril de 2014 às 01:17

A BBC Radio 4 convidou cinco mulheres notáveis para participarem do programa Women’s Hour (“Hora da Mulher”, em tradução livre) com o intuito de oferecer uma perspectiva feminina do mundo e de discutir uma série de questões que afetam as mulheres no Reino Unido e em todo o planeta. Como já poderíamos esperar, a nossa querida J.K. Rowling fora convidada e deu início a essa semana de programas, na segunda-feira (27).

“Deve ser muito bom ser um homem e apenas pensar ‘Qual dos meus três ternos eu vou usar hoje?’ e ninguém dizer nada. Com nós é nosso peso, nossas roupas, como estamos envelhecendo, nosso cabelo – exatamente. Se tudo que vocês (homens) devem se preocupar é com sua entrada no cabelo, eu acho… E eu posso soar cruel, que isso reflete como eu me sinto sobre esse assunto.”

Tradução: Amanda Mendes.

O primeiro tópico que Rowling discutiu foi sobre a esclerose múltipla (EM), doença pela qual sua mãe, Anne Rowling, morreu aos 45 anos de idade, e da maneira de como ela se lembra dela, particularmente pela sua risada contagiante. Jo também disse que sua mãe era uma “leitora apaixonada”, e que ela acredita que ela teria achado que ser escritor era “uma coisa muito valiosa”. Esses acontecimentos foram um dos principais motivos que a levou a doar 10 milhões de libras esterlinas para a fundação de uma clínica para tratamento de pacientes com EM e outras doenças neurológicas, a Clínica de Neurologia Regenerativa Anne Rowling, na Universidade de Emdiburgo, sendo a Escócia o país onde há mais afetados pela EM no mundo inteiro.

Mudando um pouco de assunto e tomando um rumo mais descontraído, Rowling falou sobre a sua paixão pelo Rugby Escocês e sobre o Rugby das mulheres. Jo ainda disse que era fã de futebol:

“Eu cresci em uma casa onde meu pai e todos os parentes homens eram fãs de futebol. E eu costumava assistir futebol na televisão. Mas quando eu casei com um escocês eu fui tomada – não totalmente voluntariamente – para o Rugby. E eu acabei adorando o Rugby acidentalmente. Então há esperança para vocês. Vocês podem certamente ser convertidos!”

Tradução: Amanda Mendes.

Logo após Jo falou sobre o seu trabalho de caridade com a Lumus, instituição que ela co-fundou com o objetivo de acabar com a institucionalização sistemática de crianças em toda a Europa e ajuda-lhes a encontrar lugares mais seguros e solidários para se viver. O quarto e último tema abordado na entrevista foi o “por que as mulheres são tão obcecadas com este item em particular do vestuário” e “o que é o poder e mito do sapato? “. Em um clipe extra Rowling ainda falou sobre os “benefícios do fracasso”, mesmo tema que ela abordou em um discurso na Universidade de Harvard, a seis anos atrás. Jo ainda diz que se pudesse voltar a sua adolescência ela teria se dado uma pausa, e aconselha aos adolescentes a serem gentis com si próprios e, por último, diz: “seja quem você é”.

Ouçam o programa completo (em inglês) aqui.

Vocês gostaram da entrevista? O que acham de uma transcrição em português na integra? Deixem nos comentários!

Comentários: 1 | Link |
Categorias: Capa, Entrevistas, JK Rowling, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 4,20 de 5)
Loading ... Loading ...
J.K. Rowling discute sobre sua experiência como Robert Galbraith e sua inspiração para escrever personagens masculinos
//Por Junior - terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 às 00:10

No dia 9 de Fevereiro, J.K. Rowling marcou presença no “Sheldonian Theatre”, em Oxford, para uma conversa em honra do 700º aniversário da Universidade Exeter. O “The Evening Standard reportou que, durante a conversa, Rowling conversou sobre escrever sob o pseudônimo Robert Galbraith para o livro “O Chamado do Cuco”: ela sentiu-se grata pelo livro ter sido rejeitado no início.

“Vocês nunca deveriam saber que era minha estrepitante caneta. Foi divertido, desde a primeira carta de rejeição. Vocês não fazem ideia.”

J.K. Rowling também falou sobre escrever personagens masculinos e como se inspirou para fazê-lo:

Há uma fala em “Melhor É Impossível” [1997 com Jack Nicholson] onde uma mulher pergunta como ele escreve personagens femininas tão maravilhosas, e ele diz, e estou parafraseando, ‘Penso em um homem, e tiro a lógica’, ou algo do tipo. Isso me fez rir, por mais misógino que seja, pois, quando escrevo um homem, eu tiro certas coisas e liberto partes de mim que não seriam aceitáveis. Para ser honesta, acho que sou bem masculina – ao menos é o que me dizem, e gosto de escrever [sobre] ambos.

Jo comentou, muito brevemente, acerca de suas recentes observações em uma entrevista com Emma Watson para a revista Wonderland, onde ela discute sobre o relacionamento dos personagens da série e declarou: “Harry amava Gina.”

Comentários: 20 | Link |
Categorias: Capa, Entrevistas, Eventos, JK Rowling, JKRowling.com, Livros, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (7 votos, média: 4,43 de 5)
Loading ... Loading ...
A verdade por trás da entrevista de J.K. Rowling
//Por Pedro Martins - sexta-feira, 07 de fevereiro de 2014 às 13:38

Há praticamente uma semana, mais especificamente no sábado (01), após o jornal The Sunday Times publicar uma foto em seu Twitter da primeira página de sua próxima edição, que iria às bancas na próxima manhã, uma reviravolta aconteceu na internet. Todos os fansites e redes sociais dedicados a série Harry Potter publicaram sobre um suposto arrependimento de J.K. Rowling. O arrependimento de ter formado o casal Romione.

Hoje, 5 dias após tal jornal ter sido publicado, a edição da revista oficial em que Emma Watson estampou a capa e foi editora, entrevistando a própria Rowling, fora às bancas com a entrevista na integra, sem distorções.

A equipe de tradutores do Ish, como sempre, se desdobrou e traduziu a entrevista para vocês!  Vá ao modo notícia completa e confira com os seus próprios olhos a verdade, além de outros assuntos abordados, como a adaptação do filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

Comentários: 49 | Link |
Categorias: Atores, Capa, Emma Watson, Entrevistas, JK Rowling, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (24 votos, média: 4,71 de 5)
Loading ... Loading ...
[RUMOR] J.K. Rowling admite que Hermione deveria ter se casado com Harry
//Por Pedro Martins - sábado, 01 de fevereiro de 2014 às 20:53

Há poucas horas atrás, em sua conta oficial no Twitter, o jornal The Sunday Times publicou uma foto da primeira página de sua próxima edição, que irá às bancas amanhã. Nessa foto, a qual você pode ver logo abaixo, bem ao canto inferior direito, podemos ver a manchete “JK admits Hermione should have wed Harry” (JK admite que Hermione deveria ter se casado com Harry, em tradução). Clique na imagem para ir ao tweet.

The_Sunday_Times_Ron_Hermione

Continue lendo no modo notícia completa.

Comentários: 133 | Link |
Categorias: Atores, Capa, Emma Watson, Entrevistas, Entrevistas, JK Rowling, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (10 votos, média: 4,20 de 5)
Loading ... Loading ...
J.K. Rowling fala sobre a Instituição Lumus ao “Daily Mail”
//Por Junior - terça-feira, 17 de dezembro de 2013 às 16:03


No dia 26 de Outubro, o jornal Daily Mail publicou uma matéria onde J.K. Rowling falou um pouco sobre a Instituição Lumos. Para acessar o bate-papo inteiro, clique aqui. E nós, do Potterish, traduzimos e separamos alguns dos trechos mais interessantes do bate-papo, confira:

J.K. ROWLING
J.K. Rowling ao Daily Mail
Matéria do Daily Mail.

26 de outubro de 2013
Tradução: Junior Campelo

J.K. Rowling está à beira das lágrimas. Ela se lembra de um menino com deficiência mental que ela conheceu, arrancado de sua família e jogado em uma instituição estatal fria e assustadora.
“Tudo o que eu conseguia pensar era… temos que tirá-lo de lá, e os outros como ele. Era mais uma prisão do que uma casa”, diz ela, sentada no escritório de seu agente, em Londres.

“Eu sou uma pessoa emotiva. Eu luto muito contra esse tipo de situação. Havia um bebêzinho, uma menina, e eu estava de pé no berço e eu pensei: “Eu vou levá-la.”
“Foi totalmente irracional mas é a sua reação humana. Não havia nenhum modo que eu poderia levar esse bebê para casa, mas é a reação mais forte. Você pensa como uma mãe “Eu vou salvar esse bebê, este bebê.”

A autora mais famosa do mundo – e mãe de três filhos – estará durante uma quinzena no centro do palco da Warner Bros, em Hertfordshire, casa do Harry Potter Studio Tour, repetindo este grito de guerra. Ela vai apontar seu considerável poder de fogo na tentativa de acabar com os horrores que testemunhou quando ela relançou sua instituição de caridade Lumos.

Nove anos atrás, ela viu fotos de jornais de crianças acorrentadas em camas na Roménia e jurou acabar com esse sofrimento. Nos últimos anos, Rowling tem feito visitas secretas para ver o trabalho de sua instituição de caridade na Moldávia, República Checa, Ucrânia e Romênia. O que a transformou em uma defensora empenhada.

“Devemos trazer mudanças duradouras para tantas atrocidades não ocorrerem mais. A mentalidade ex-comunista – que o Estado deveria tomar crianças e colocá-las em uma caixa de lixo – deve ser feita uma coisa do passado”, diz ela.

Uma coisa é certa: Joanne Rowling não está sem propósito. Sua voz carrega influência global. Mesmo um sussurro seu sobre Harry Potter é imediatamente uma sensação nas mídias sociais.

Um parque temático de Harry Potter será inaugurado no Japão em breve e há compromissos intermináveis​​.

Ela cuida de três filhos com seu marido, Neil, que mantém os seus pés no chão, trabalhando como um “GP”.
Aos 47 anos, ela transpira confiança, carisma e foco. Seu alcance, com seus livros é global e ela quer sua instituição de caridade tenha um impacto similar.

A ONU estima que existam oito milhões de crianças em instituições, um milhão na Europa Central e Oriental.

Ela gostaria que todos encontrassem um lar com a sua biológica ou família adotiva.

E enquanto o mundo se concentrou em seus livros (450 milhões de unidades vendidas até agora), ela doou milhões de libras para fundar a Lumos, indo, vagarosamente, tirando milhares de crianças de prisões-que-são-chamadas-de-orfanatos e devolvendo-as para suas famílias.

A inspiração para sua instituição de caridade está diretamente relacionada a Harry Potter, uma criança privada de pais, amor e esperança que luta para sobreviver do bullying e do isolamento.
“Harry foi deixado em um ambiente muito hostil, por isso há paralelos claros”, explica ela.

“Ele é um garoto retirado de sua família pelo luto. A maioria das crianças que estamos a tratar, não são órfãs, mas estão lá por causa da pobreza de seus pais ou situações pessoais.”

Como todos os trouxas (não-bruxos, para os não-leitores de Harry Potter) sabem, ‘lumos’ é a luz na ponta de uma varinha, descrito pela primeira vez em Harry Potter e Câmara Secreta. Harry, então, tem o seu papel a desempenhar - “Temos chamado a instituição de caridade depois [como o] feitiço que dá vida em Harry Potter, e eu me sinto confortável com isso.”

Mas a sua determinação para enfrentar o terrível tratamento de crianças em todo o mundo é inspirada por sua própria – e muito real – história de vida.

“Na Grã-Bretanha não dizemos: Você não tem recursos para esta criança e eu estou levando seu filho para longe de você.” [Mas] Isso é o que as pessoas em alguns países do Leste Europeu dizem. “Eu não estou criticando essas mães que deixam as crianças irem. Elas pensam: Ela ou ele também terão fome se ficarem comigo mas serão alimentadas em uma instituição.”
“O que você não faria para manter seus filhos?”
Rowling reconhece a dor torturante e a esmorecente natureza da pobreza.

Comentários: 1 | Link |
Categorias: Capa, Entrevistas, JK Rowling, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading ... Loading ...
Evento de caridade da Lumos reúne J.K. Rowling e atores de “Harry Potter
//Por Gabriel Guimarães - sexta-feira, 15 de novembro de 2013 às 23:48

Em 9 de novembro, sábado, J.K. Rowling hospedou um evento de caridade exclusivo visando o arrecadamento de fundos para sua instituição não-governamental de caridade, a Lumos, reunindo diversos atores da série “Harry Potter” nos Estúdios Leavesden, no “ The Making of Harry Potter”.

A organização, presidida e fundada por Jo, tem como objetivo ajudar crianças desamparadas de todo o mundo, que são enviadas para instituições governamentais desnecessariamente, visto que poderiam estar sendo criadas por sua própria família ou outra caso estas tivessem as condições necessárias, que são oferecidas pela Lumos.

A autora e a fundação estão há bastante tempo aliadas, tanto que a renda de todos os três livros complementares da série foram vertidos em fundo de caridade para a organização, e entre esses três está incluso o livro que servirá de base para o próximo filme do mundo bruxo, “Animas Fantásticos e Onde Habitam”.

Durante o evento, que contou com a presença de atores como Emma Watson, Evanna Lynch, Alan Rickman e o produtor David Heyman, a autora também comentou sobre o novo projeto, dizendo que “foram dezessete anos, e eu estou de volta de um jeito diferente. Parte de mim viverá para sempre lá, e eu não sinto pesar por isso”.

Dois vídeos do evento e da pró-festa podem ser vistos logo abaixo, cortesia do Digital Media Services e hospedados pelo MuggleNet:

Apesar de falar sobre a série bruxa, que levou à criação da instituição e, como a própria autora disse, “Estes temas estão nos livros de ‘Harry Potter’. O próprio Voldemort foi levado para uma instituição, então, assustadoramente, era algo sobre o qual eu estava muito pensativa”, Jo disse que não pensa em focar todas as suas forças na série:

Já em 2000 eu sabia que eu nunca focaria em ‘Harry Potter’. Sabia disso antes da série terminar. Se você tivesse o tipo de sucesso que você nunca esperaria, você poderia pensar, ‘Oh, não, que terrível. Eu nunca focarei nisso’, ou você pode dizer, ‘Que incrivelmente maravilhoso e libertador eu fazer dinheiro além dos meus sonhos e que isso pode mudar problemas sobre os quais eu realmente me importo.’

Apesar disso, afirmou que continua a escrever e sempre continuará, mas que não se coloca para escrever determinado tipo de livro, e que “sempre escrevi o que eu queria escrever, e eu continuarei a fazer isso”, como pode ser visto no vídeo da entrevista que concedeu ao canal Sky News, que pode ser vista neste link.

A noite de arrecadação foi um sucesso, conseguindo angariar mais de 1 milhão de libras esterlinas para a fundação (mais do que 3,5 milhões de reais), cujos alvos fazem com que, como disse ao site da BBC News na entrevista que pode ser vista logo abaixo, “Você se sente culpado. Você se sente culpado por não saber disso antes, e às vezes é compelido a dizer para esta criança, ‘Venha para casa comigo’”:

A noite de arrecadações não foi composta unicamente de arrecadações diretas, mas também de um leilão de itens, tais quais “uma tinta e um lápis personalizados unicamente pelos desenhos de J.K. Rowling do Chapéu Seletor; uma escultura original do artista Anish Kapoor; e uma viagem à abertura do ‘Mundo Mágico de Harry Potter’ do Japão em 2014”.

Além disso, um anúncio oficial da organização, cujo site pode ser visto clicando aqui, foi lançado à imprensa, informando sobre dados fatuais das ajudas que a Lumos conseguiu empenhar em todo o mundo, como pode ser lido logo abaixo traduzido:

A noite também levantou muitos fundos necessários para projetos específicos da Lumos que correm na Bulgária, na República Tcheca, na Ucrânia e na República de Moldávia – todos com o objetivo de ajudar a unir crianças com suas famílias ou em famílias suportes, reformar o sistema de cuidados e desenvolver base comunitária e serviços especializados para as futuras gerações de crianças desfavorecidas.

J.K. Rowling disse,

Desde a criação da organização de caridade há oito anos para ajudar a mudar as vidas de tantas crianças que vivem desnecessariamente em instituições inapropriadas ao redor do mundo, a Lumos já ajudou governos a tirar aproximadamente 12,000 crianças dessas instituições. [Nós] já prevenimos a morte de mais de 400 crianças extremamente vulneráveis com deficiências, que não estavam recebendo os cuidados dos quais necessitavam em instituições. Nós ajudamos a União Europeia a mudar suas regras em como ela usa seu dinheiro para reformar a saúde, a educação e os serviços sociais – e estamos apenas começando. Há tanto mais que precisamos fazer para começar um fim à institucionalização de crianças.

O incrível apoio que recebemos hoje irá diretamente ajudar a alcançar tudo isto.

A diretora-executiva da Lumos, Georgette Mulheir, que tem uma extensa experiência no trabalho em programas de desinstitucionalização na Europa Central e Oeste, comentou,

A prática contínua da institucionalização de crianças é um grave problema de direitos humanos, que estamos empenhados em acabar. É única forma de abuso infantil que podemos erradicar de nossas vidas.

O que é necessário é o anseio político e o reconhecimento de que todas as crianças – independente das circunstâncias – deveriam desfrutar o espectro total dos direitos humanos e ter toda oportunidade de exercer o seu potencial.

Estamos incrivelmente gratos a todos que fizeram com que este evento de hoje à noite fosse possível, e, através de sua generosidade, vamos ser capazes de ajudar mais crianças do que nunca a conhecer o amor, a segurança e os cuidados de uma família.

Comentários: 2 | Link |
Categorias: Ações de Caridade, Alan Rickman, Atores, David Heyman, Emma Watson, Entrevistas, Equipe técnica, Evanna Lynch, JK Rowling, Livros, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading ... Loading ...
J.K. Rowling fala sobre Dumbledore em entrevista
//Por Andre Wynne - quarta-feira, 28 de agosto de 2013 às 14:22

Num vídeo especial exibido pelo programa Good Morning America, em comemoração ao aniversário de 15 anos de Harry Potter e a Pedra Filosofal, a autora J.K. Rowling falou sobre o personagem do qual mais sente falta: Alvo Dumbledore. Assista ao vídeo no player abaixo.

Eu considerei líderes mundiais que poderiam se beneficiar um pouco de sua calma sabedoria, mas finalmente decidi que só há uma pessoa que eu acho que deveria conhecer Dumbledore – e sou eu. Porque todos acima de todos os outros personagens da série Harry Potter, ele é o que eu mais sinto falta.

Eu sempre digo que eu sinto que escrevi Dumbledore da parte de trás da minha cabeça. Algumas vezes ele disse coisas e contou coisas a Harry que eu só sabia que sabia… quando vi que eu as tinha escrito na voz de Dumbledore. Ele foi o personagem mais difícil de abandonar, e ele é a pessoa que… se eu pudesse fazer qualquer um [dos personagens] voltar para mim, fisicamente, e sentar e conversar comigo, seria Dumbledore.

E qual é o personagem que você mais sente falta?

Comentários: 20 | Link |
Categorias: Entrevistas, Livro 1, Notícias em Destaque
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
J.K. Rowling fala sobre Harry Potter, Morte Súbita e próximo livro
//Por Andre Wynne - sábado, 09 de março de 2013 às 00:16

Conforme publicado no The Independent e no SnitchSeeker, a autora J.K. Rowling compareceu ao Independent Bath Literature Festival há algumas horas, onde falou um pouco sobre os temas de seu novo livro, Morte Subita, para um pública de 1600 pessoas. No final do evento Jo também autografou exemplares do livro para seus fãs.

O evento foi uma oportunidade para autora falar sobre Harry Potter, como de costume. Quando perguntada se escreveria sobre os Marotos,  Jo revelou que não tem planos de escrever sobre, especialmente por não ter muito gosto por prequências.

“Eu nunca vou dizer nunca, mas eu não tenho planos no momento. Acho que prequêncas não são geralmente muito bem sucedidas.”

“Por volta dos anos 2000 eu sabia que nunca faria nada superando Harry Potter. Meus editores tinham este trem para o lançamento do livro que me levaria embora de King Cross. Olhei para todas as pessoas gritando. Era como a Beatlemania. Lembro de pensar ‘você nunca vai superar isso’. [Agora] eu posso dizer ‘Oh, eu nunca vou superar aquilo’ ou eu posso ver como eu sou sortuda… Eu realmente me sinto completamente livre.”

Sobre os temas adultos de Morte Súbita ela disse:

“Eu nunca sentei e pensei… ‘Agora é o momento de escrever um livro com *@$# ou com palavrões nele’. Este foi um livros que eu estava querendo muito escrever… Eu esbocei sobre minha própria adolescência… e na minha experiência com adolescentes como professora… Eu vejo a adolescência como algo muito frágil. Quando eu vejo meus dois filhos, que têm oito e dez anos, eles vão assistir a programas na Nickelodeon onde os os adolescentes são totalmente falsos.”

Sobre seu próximo trabalho como escritora ela revelou:

“Será mais curto. Estou muito ruim para estimar que tipo de faixa etária vai gostar… Acho que pode ser para crianças um pouco mais novas.”

Imagens do evento podem ser vistas clicando aqui. As fotos foram publicadas no Twitter pelos usuários HogwartsChamp, I_Am_Smauglock e NymphadoraLupin.

Comentários: 7 | Link |
Categorias: Entrevistas, Eventos, Notícias em Destaque, Prefácio dos Marotos, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
Entrevista legendada de J.K. Rowling em NY no lançamento de Morte Súbita
//Por Andre Wynne - terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 às 03:50

No dia 16 de outubro a autora J.K. Rowling esteve presente no H. David Koch Theater, no Lincoln Center, em Nova York, para promover o livro Morte Súbita. Entrevista pela escritora Ann Patchett, Jo discutiu temas recorrentes de seu mais novo livro e também sobre Harry Potter.

Hoje trazemos para vocês, nossos leitores, a entrevista completamente legendada pelo nosso chefe da sessão de legendas, Ismael Philip, e transcrita e revisada por Aline Michel, Isadora Moraes, Julia Novaes e Karyna Boano. O vídeo, que tem quase uma hora de duração, pode ser assistido no player abaixo ou em nossa galeria de vídeos através deste link. Fotos do evento podem ser conferida em nossa galeria de imagens.

Se você já leu o novo livro de J.K. Rowling não deixe de participar do primeiro encontro do nosso Clube do Livro, que terá Morte Súbita como assunto do primeiro encontro. Se você ainda não leu, não deixe de participar da nossa promoção que está sorteando um exemplar do livro: Promoção Morte Súbita.

Comentários: 8 | Link |
Categorias: Entrevistas, Eventos, Notícias em Destaque, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
O Ator Kevin McKidd poderia ter interpretado Fenrir Greyback em EdP
//Por Junior - quinta-feira, 07 de fevereiro de 2013 às 21:20

O ator escocês Kevin McKidd, conhecido por interpretar Owen Hunt em Grey’s Anatomy, confessou que lhe foi oferecido o papel para interpretar Fenrir Greyback em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, porém recusou o convite para focar em outro projeto no trabalhado naquele momento.

Durante uma entrevista em um programa de ‘Talk Show’ dos EUA (o The View) nesta quarta-feira, McKidd disse:

Eu estaria sendo esse lobisomem louco e eu tinha que passar porque eu não estava disponível. Mas pensei, ‘Eu não posso dizer aos meus filhinhos’, porque meus filhos tinham, tipo, cinco e seis anos de idade na época, e eu disse a eles somente agora e eles ainda estão com raiva de mim.

Você pode acompanhar a carreira do ator em seu site oficial, clicando aqui. Para mais informações e citações como esta, fique ligado no Potterish!

Comentários: 8 | Link |
Categorias: Entrevistas, Filme 6, Outras notícias
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
Revista Veja entrevista J.K. Rowling em Edimburgo
//Por Gabriel Guimarães - quarta-feira, 05 de dezembro de 2012 às 10:31

A edição da primeira semana de dezembro da maior revista do Brasil, a Veja, que chega hoje às bancas de todo o país, no mesmo dia do lançamento de “Morte Súbita, conta com uma entrevista de J.K. Rowling ao repórter Bruno Meier.

A breve entrevista foi concedida na cidade onde a autora vive atualmente, em Edimburgo, a capital escocesa, e é acompanhada de um texto feito por Isabela Boscov, que analisa e resume, com spoilers, rapidamente o novo romance de Jo.

A senhora foi traduzida para 73 línguas e vendeu 450 milhões de livros a, na maioria, crianças e adolescentes. Como esse público a aborda hoje?
A abordagem mais recente é “você foi minha infância”. Essa me faz chorar.

Uma cópia do artigo contendo a entrevista foi enviada pela editora Nova Fronteira a todos os cadastrados no site de “Morte Súbita” e você pode vê-la clicando neste link.

Ou confira em notícia completa toda a matéria em forma de texto.

Comentários: 9 | Link |
Categorias: Entrevistas, JK Rowling, Livros, Notícias em Destaque, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
Entrevista traduzida de J.K. Rowling, discutindo sobre literatura, ao The New York Times
//Por Gabriel Guimarães - segunda-feira, 29 de outubro de 2012 às 12:41

No começo deste mês, o jornal estadunidense diário The New York Times publicou uma entrevista de J.K. Rowling a um jornalista da organização, onde a foram discutidos temas referentes à literatura.

Entre outros assuntos, Jo falou sobre a leitura em sua infância, dizendo que, nessa época, sua mãe lhe dava livros, lembrou-se de sua memória mais clara de alguém lendo para ela e, por fim, falou sobre sua heroína e livros favoritos nesse tempo.

Minha memória mais vívida de ter alguém lendo para mim é do meu pai lendo “O Vento Nos Salgueiros” quando eu tinha por volta dos quatro anos e estava com sarampo.

Além disso, a romancista, em resposta ao entrevistador, contou que a carta mais especial de um fã que recebeu foi a primeira, escrita por uma jovem admiradora.

Tive muitas cartas extraordinárias de fãs, mas direi que foi a primeira que recebi, de uma garotinha chamada Francesca Gray. Significou o mundo para mim.

E nós já disponibilizamos esta entrevista completamente traduzida, leia-a em notícia completa!

Comentários: 7 | Link |
Categorias: Capa, Entrevistas, JK Rowling, Livro 1, Livro 7, Livros, Notícias em Destaque, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
Em entrevista ao Charlie Rose, J.K. Rowling fala sobre a atuação dos atores nos filmes de “Harry Potter”
//Por Gabriel Guimarães - sábado, 27 de outubro de 2012 às 20:03

Encerrando a turnê para promover o livro “Morte Súbita” nos Estados Unidos, J.K. Rowling concedeu uma entrevista, a qual uma prévia já fora divulgada, ao jornalista Charlie Rose para o programa de mesmo nome, transmitido na semana passada, dia 20, na emissora televisiva estadunidense PBS e em várias afiliadas da mesma.

A entrevista tratou de temas referentes principalmente ao novo livro da autora, na qual ela falou sobre os personagens e a criação do romance, e outros temas também foram tratados, como a série “Harry Potter”, onde ela discursou sobre a atuação e a aparência dos atores nos filmes e fez um rápido estudo sobre alguns personagens, e assuntos que ela é obcecada em escrever sobre.

Confira logo abaixo o vídeo da entrevista completa, que contém spoilers de “Morte Súbita”:

O diálogo de quase uma hora de duração começou girando em torno da adolescência, período não muito feliz na vida de Jo, onde autora citou uma frase que gosta muito e que a marcou, dita pelo também escritor Stephen King, “Se você gosta de ser adolescente, há algo de muito errado em você”.

Em relação ao mesmo assunto, Jo disse ainda que um adolescente feliz não seria capaz de escrever um livro como “Uma Morte Súbita”, pois não teria o conhecimento da existência da cruel e esmagadora realidade.

Novamente, a britânica disse que é obcecada em escrever temas envolvendo adolescência, moralidade e mortalidade e lembrou de que quando terminou de escrever o último livro da série “Harry Potter”, a primeira coisa que um amigo próximo seu perguntou foi, “Quantas pessoas morrem?”, porque ele a conhecia muito bem.

Os atores e suas interpretações dos personagens do livro também foi um tema tratado na entrevista, e, sobre isso, Rowling repetiu que os atores que interpretaram o trio protagonista da série no cinema, Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint, são muito mais bonitos do que a imagem que ela tem dele em sua cabeça.

Aprofundando e exemplificando essa afirmação, Rowling falou brevemente sobre a aparência de Hermione Granger e sua intérprete nos filmes, “Emma é linda, impressionantemente linda. Nos livros, Hermione é uma simples Jane, embora ela consiga organizar a si mesma um pouco, e ela obtém mais estilo quando cresce”.

Também dialogou sobre Sirius Black, vivido por Gary Oldman nos longas-metragens, dizendo que, “Gary Oldman foi fantástico como Sirius. Foi incrível. Ele deu a Sirius algo que já estava em minha mente sobre o personagem, mas também nas telas realmente o vi, essa pequena margem de loucura, de estar fora do equilíbrio, de alguém que havia sido trancado por muito tempo”.

Em resposta ao entrevistador, a escritora assumiu que nunca havia imaginado nenhum personagem dos livros como nos filmes, exceto Luna Lovegood, interpretada por Evanna Lynch, “Eu já disse isso antes. Evanna Lynch, que interpretou Luna Lovegood, eu a vi. Não estou dizendo que os outros não foram perfeitamente escolhidos, porque adoro essas pessoas, mas ela entrou em minha cabeça. Inclusive escutei sua voz quando estava escrevendo Luna”.

A autora também falou um pouco sobre suas próximas obras literárias, admitindo levar sempre dois cadernos para todos os lados nos quais ela escreve notas sobre seus seguintes livros, um para crianças e outro para adultos.

Por fim, Jo assistiu algumas gravações de convidados presentes em outros programas elogiando-a, incluindo um vídeo do diretor de “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, Alfonso Cuarón.

E fique atento ao Potterish, pois em breve publicaremos a entrevista legendada!

Comentários: 8 | Link |
Categorias: Atores, Daniel Radcliffe, Emma Watson, Entrevistas, Evanna Lynch, Gary Oldman, JK Rowling, Livros, Notícias em Destaque, Rupert Grint, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...
J.K. Rowling revela que sente saudades de Dumbledore em trecho de entrevista ao Charlie Rose
//Por Gabriel Guimarães - sexta-feira, 19 de outubro de 2012 às 21:39

A escritora J.K. Rowling foi entrevistada pelo jornalista norte-americano Charlie Rose em uma conversa que durou uma hora ao programa de mesmo nome que o entrevistador e que será transmitida amanhã, dia 20, às 00h30m no horário de Brasília, em 200 canais afiliados da rede televisiva estadunidense PST.

Um trecho de cinco minutos da discussão com o entrevistador, feita durante a turnê da autora pelos Estados Unidos com o intuito de promover seu novo livro, “Morte Súbita”, foi divulgado, onde Jo fala sobre o fim da série “Harry Potter”, seu novo livro, o personagem da saga que mais sente falta, que é Dumbledore, e outros assuntos.

A entrevista completa tratará de assuntos semelhantes e focados, principalmente, nas obras da romancista britânica. E você pode ver através deste link a lista dos canais, contendo também o horário, que a exibirão por completo ainda amanhã.

Lembrando que Charlie Rose também é um dos âncoras do programa CBS This Morning, onde Jo foi recentemente entrevistada por ele e Gayle King e falou sobre sua nova publicação e outras questões.

Confira logo abaixo o vídeo do trecho da conversa entre Rowling e Charlie, publicado pelo mesmo em seu canal no YouTube:

A autora começa respondendo ao jornalista, dizendo que, após o término da série “Harry Potter”, houve grande trepidação das pessoas em torno de qual livro ela escreveria, no caso, “Morte Súbita”, mas as expectativas e ansiedade do público sempre existiram, inclusive quando estava escrevendo volumes da saga.

Para ela, foi libertador saber que poderia deixar essa ansiedade do público para trás e apenas fazer o que quisesse, livremente. Nos dois primeiros anos de produção de seu novo romance, não tinha planos para publicá-lo e, caso lançado, a autora sabia que ele não seria o que algumas pessoas estariam esperando e que também poderia ter continuado a escrever a série bruxa para sempre, mas não era o que estava em sua cabeça.

De acordo com ela, sempre soubera que publicaria sete livros de “Harry Potter” e então pararia com a saga, o conteúdo que ela tinha era suficiente para estes volumes, mas fechar a porta que a levava a um mundo onde podia e era capaz de ir não foi fácil, foi como uma morte, entretanto, sabia que era a hora de ir, e não se arrependeu da escolha.

Sobre o personagem que mais sente falta de “Harry Potter”, Jo disse que é Dumbledore. Para ela, ele é um personagem estranho e interessante, mesmo podendo dizer coisas que ela não concorde, e se pudesse conversar com alguma figura que ela inventou para série, seria com o velho bruxo ex-diretor de Hogwarts, Alvo.

No final do vídeo, Jo fala a respeito da ideia inicial de “Morte Súbita”, onde ela sabia apenas que o livro, além de direcionado ao público adulto, mostraria uma eleição do conselho que seria desviada por adolescentes e isto seria uma espécie de aviso da autora para que exponhamos certos segredos. Também disse que estava animada com esta ideia porque era sua oportunidade de explorar coisas que são importantes para a mesma e que a atormentam.

E não deixe de visitar o Potterish para mais notícias!

Comentários: 6 | Link |
Categorias: Entrevistas, JK Rowling, Livros, Notícias em Destaque, The Casual Vacancy
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading ... Loading ...

« Anteriores

 

Qual o seu smartphone?







Loading ... Loading ...
 
Resultados Anteriores
 
 

Novas edições dos livros virão com conteúdos inéditos do Pottermore! [ler]

 

Daniel Radcliffe não irá participar do filme “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. [ler]

 

SORTEIO: Livro “A Arma Escarlate” Autografado [ler]

 

SORTEIO: Concorra à edição de colecionador de “Harry Potter” [ler]

 

 
 
 
09/02/2013
Lançada a nossa seção dedicada à literatura chamada Clube do Livro.

01/12/2012
Criado aplicativo do Potterish para iPhone/iPod.

28/11/2012
Lançado aplicativo do Potterish para Windows Phone.

14/04/2012
Potterish lança hotsite com traduções do Pottermore.

23/01/2012
Versão mobile do Potterish disponível para acesso ao site através de dispositivos móveis.

 
 
 
Parceiros
 
 
Doe para a ABEM
 
 
 

Buscar no Potterish
Powered by WordPress