Natallie Alcantara


Porquê 2015 foi o ano de “Harry Potter”

//Por Luiz Guilherme - quinta-feira, 07 de janeiro de 2016 às 17:00


Sobraram manifestações nas redes sociais criticando o ano de 2015. Crise política e econômica no país (e financeira para muitos), além de inúmeros eventos pessoais não muito agradáveis fizeram do ano que passou um período abominável para milhares de pessoas.

A nossa colunista Natallie Alcantara, porém, tem uma outra visão a respeito de 2015 para nos apresentar. Leia na coluna de hoje e não se esqueça de se manifestar nos comentários!

“(…) digo que 2015 foi um ano marcante. 2016 trará muitas coisas boas e a execução de coisas somente anunciadas em 2015, e por isso talvez tenha mais motivos pra ser um ano marcante, mas ainda assim. Afinal, é sempre esse prenúncio que nos deixa na tremedeira pela antecipação que faz tudo valer a pena, concordam?”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Proibir ou permitir, eis a questão

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 02 de outubro de 2015 às 16:00


Num período em que o extremismo religioso se faz presente e cresce nos quatro cantos do mundo, inclusive no Brasil, obras literárias e artísticas fantásticas são renegadas e até mesmo destruídas em atos de fanatismo. E com Harry Potter, tanto em épocas de lançamento de novos livros como agora, foi uma das obras que não passaram ilesas a essa movimentação.

Quem não se lembra dos livros queimados, dos longos tutoriais da internet orientando pais a não permitir o contato de seus filhos com a série, sob interpretações tortas de livros sagrados? Na coluna desta sexta nossa colunista Natallie Alcantara novamente nos brinda com sua costumeira inteligência, em mais um texto interessante e coerente. Não deixe de ler e comentar!

“Eu, não somente como fã da série, mas como profissional bibliotecária e uma pessoa que passou a vida inteira com um livro enfiado debaixo do nariz (e eu não quero ser nojentamente metida, mas sim, eu já li de tudo um pouco), acho que banir uma obra literária é a maior asneira que alguém pode fazer. Será que aqueles que decidem banir um livro de uma biblioteca conhecem o ditado ‘Tudo que é proibido é mais gostoso’?”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Pseudotradução e profundidade cultural em Os Contos de Beedle, o Bardo

//Por Luiz Guilherme - domingo, 25 de janeiro de 2015 às 21:24


Os Contos de Beedle, o Bardo é uma obra publicada, porém inteiramente inserida em Harry Potter. Foi, inclusive, importante para os desdobramentos da história no último livro, como todos os que leram necessariamente se lembrarão.

Na coluna coluna deste domingo, Natallie Alcantara prossegue a reflexão da semana passada e trata do aspecto da pseudotradução, a notável forma utilizada por J.K. Rowling para abordar esse trecho da série. Não deixe de ler e registrar seu comentário!

“Este livro [Os Contos de Beedle, o Bardo] é uma pequena amostra do que J.K. Rowling fez em sua obra inteira: a criação de um mundo completo com lugares, aspectos locais e nuances culturais próprios. Ela não só cria mitos e lendas, mas faz os personagens interagirem com eles”.

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Os Contos de Beedle, o Bardo enquanto pseudotradução

//Por Luiz Guilherme - domingo, 18 de janeiro de 2015 às 18:53


As colunas do Potterish estão de volta, pessoal!

E para retornar com força total, nossa colunista Natallie Alcantara traz hoje uma análise sobre a abordagem de J.K. Rowling em “Os Contos de Beedle, o Bardo”, abordagem que prosseguirá na semana que vem em outra coluna! Não deixe de ler e registrar seu comentário!

“A autora, ao transformar Hermione Granger em tradutora, assume o papel de mera editora do livro”

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

O elemento cristão em Harry Potter

//Por Luiz Guilherme - domingo, 01 de junho de 2014 às 18:32


O cristianismo é a religião da grande maioria dos brasileiros: estima-se que mais de 80% da nossa população seja composta por pessoa que professam essa fé, o que também ocorre na maior parte do Ocidente. É inevitável, pois, que pais, educadores e formadores de opinião busquem em Harry Potter elementos que remetam à profissão da religião cristã e de seus preceitos.

Nossa colunista Natallie Alcantara traz hoje um ensaio, tratando desse tema, que já foi alvo de muita polêmica enquanto os livros estavam sendo lançados e, mesmo hoje, segue alvo de acirrado debate dentro de algumas instituições religiosas. Você concorda com a nossa colunista? Não se esqueça de opinar.

Comentários: 5

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Tendo o folclore como guia…

//Por Luiz Guilherme - domingo, 06 de abril de 2014 às 14:15


Durante o período escolar, festejamos o folclore nacional e estudamos suas mais diversas peças e concepções, para relembrá-los como um traço importantíssimo da cultura brasileira. Ao redor do mundo, cada sociedade possui o seu próprio folclore conforme cada cultura.

Em Harry Potter, esses detalhes da cultura britânica são também lembrados, como você poderá conferir ao ler a coluna de hoje, brilhantemente escrita por Natallie Alcantara. Leia, reflita e não deixe de registrar seu comentário!

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 4,20 de 5)
Loading...

As guerreiras sábias de Rowling

//Por Luiz Guilherme - domingo, 02 de fevereiro de 2014 às 12:03


Não resta nenhuma dúvida de que as personagens femininas de Harry Potter são fascinantes. De Hermione à Sra. Weasley, passando pela mãe e pela velha vizinha quase-mágica do nosso protagonista, todas elas têm um grau de importância e cabe uma breve reflexão ao seu papel na história.

Na coluna deste domingo, Natallie Alcantara vai um pouquinho mais fundo nessa temática fascinante, e nos fala sobre os poderes literalmente olímpicos de algumas das personagens mais importantes da história.

Comentários: 3

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (6 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...

Coluna Conjunta de Natal: Um Cartão Especial

//Por Luiz Guilherme - terça-feira, 24 de dezembro de 2013 às 10:31


Mantendo a boa e velha tradição, a equipe de Colunistas do Potterish se reuniu mais uma vez para preparar a coluna conjunta de Natal. Neste ano, nosso objetivo é entregar um cartão de Natal pessoal de cada colunista para um personagem em especial.

Desejamos que você leia a nossa coluna especial, e especialmente, que tenha um lindo dia de Natal, repleto de paz, amor, harmonia e muita felicidade. E desejamos, especialmente, que possamos passar vários outros Natais contando com o prestígio de ter você como nosso leitor! Ho ho ho!

Comentários: 4

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 4,60 de 5)
Loading...

A busca pela identidade no conto A Fonte da Sorte

//Por Luiz Guilherme - domingo, 13 de outubro de 2013 às 16:03


Os contos de Beedle, o Bardo, foram lançados há algum tempo, já após o fim da série, constituídos num único livro. Eles são, segundo o que se diz em Harry Potter e as Relíquias da Morte, os contos de fadas do mundo bruxo.

Nossa colunista Natallie Alcantara traz neste domingo uma coluna especial, sobre o conto “A fonte da sorte”, fazendo uma análise aprofundada sobre o objetivo do conto e a forma como chega aos leitores. Leia a coluna de Natallie e reflita sobre a moral da história!

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Os contos de fada de J.K. Rowling

//Por Luiz Guilherme - domingo, 04 de agosto de 2013 às 18:06


Os contos de fadas estão presentes na vida de milhões de crianças. Quem nunca ouviu, quando pequeno, falar de histórias repletas de seres mágicos, com princesas, castelos e guerreiros? Tais histórias estão presentes em filmes, em livros e no imaginário popular.

Crianças bruxas e trouxas partilham do mesmo gosto pelos contos de fadas, porém entre eles, as histórias serão obviamente diferentes. Na coluna de hoje, Natallie Alcantara se aprofunda um pouco mais nesse assunto, tratando de Os Contos de Beedle, o Bardo, afinal o mais importante livro de contos do mundo bruxo.

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...