Colunas

Os textos que você encontra neste cantinho do Potterish já têm lá a sua história. Alguns criaram asas e tocaram vidas que, a princípio, pareciam não ser capazes de alcançar.

Mas o leitor que temos no peito é você, que chegou aqui para ler aquela enxurrada de notícias do Potter-mundo e que precisa também de um respiro para entender melhor o que esta longa obra de ficção significa e pode significar para as pessoas.

Nosso corpo de colunistas está aqui para isto: para ler livros e filmes e o que mais vier –para chegar a algumas visões novas, pontos de ligação. Estamos aqui, na verdade, para oferecer momentos de leitura ativa de Harry Potter, seu papel no nosso mundo –e no mundo inteiro, por extensão.

Tipos de Texto

Os textos são aqui publicados em uma das 5 categorias abaixo:

Ensaios: Textos que utilizam a obra como catapulta para vôos filosóficos.
Caricaturas: Textos que exploram o “lado B” das personagens.
Resenhas: Conversas sobre as obras lidas pelos colunistas.
Análises: Textos que cruzam obras e/ou comparam partes do enredo.
Especulações: Textos relativos ao enredo da obra.

Corpo de colunistas

Amanda Guidorzi é estudante de Jornalismo e fã de Harry Potter há mais anos do que sua idade denuncia.
E-mail: [email protected]

Brunna Cassales é uma estudante, leitora voraz e “inventora de histórias” que foi cativada por Harry Potter aos 8 anos. Além de colunista, também é editora da seção de Resenhas, e é Lufa-Lufa de todo coração.
E-mail: [email protected]

Bruno Barros ainda está em dúvida entre Jornalismo e Estudo dos Trouxas. É difícil acreditar que ele fica quieto para ler e escrever, quando vemos seu temperamento agitado e chato, e realmente gosta disso.
E-mail: [email protected]

Bruno Contesini é Estudante de Engenharia Química, orientador de física e escritor.
E-mail: [email protected]

Débora Jacintho é estudante de História, aspirante a diplomata, e fã de Harry Potter desde os onze anos.
E-mail: [email protected]

Luiz Guilherme Boneto é campineiro – com muito orgulho -, estudante de Jornalismo, fã incondicional dos livros e editor da seção de Colunas desde 2012. Ah, e é também Corvinal de coração e carteirinha.
E-mail: [email protected]

Monique Calmon é carioca e estudante de Engenharia Elétrica. É fascinada por analisar os personagens e a simbologia em Harry Potter.
E-mail: [email protected]

Natallie Alcantara é paraense, amante de livros desde que se entende por gente. Passou os melhores dias de sua adolescência com um livro de Harry Potter debaixo do braço. Historiadora e Bibliotecária, bibliófila por vocação, Janeite por aptidão e Tolkeniana de coração.
E-mail: [email protected]

Nilsen Silva é jornalista, discípula de Remo Lupin e atualmente sonha em publicar um livro. Leitora voraz, ela fala sobre livros e algumas outras coisas no blog Mudando de Assunto.
E-mail: [email protected]

Orlando Louzada, corvino, jurou solenemente que não pretendia fazer nada de bom. Biólogo em formação, escreve colunas entre poliquetas e mandrágoras
E-mail: [email protected]

Nobres “aposentados”

Ana Paula Soares é estudante de Jornalismo. Viciada em Feijãozinhos de todos os sabores.
E-mail: [email protected]

Breno Alvarenga é itabirense e estudante.
E-mail: [email protected]

Bruna Moreno é jornalista e foi editora da seção de Colunas
E-mail: [email protected]

Camila Galvez é estudante de Jornalismo e chefiou as colunas até se tornar uma repórter verde super-requisitada. É fã de Harry Potter desde 2000 e aficcionada pelo número Sete.
E-mail: [email protected]

Daiane Dal Libero é estudante e estagia na Unifolha de Campo Grande-MS.
E-mail: [email protected]

Eduardo Andrade é estudante, mais conhecido como Duxx.
E-mail: [email protected]

Igor Ferreira é corvino desde o berço, cursa Direito e anseia por um escritório apertado no nível dois do Ministério. Enquanto sonha com o futuro, gosta de pescar dilátex, praticar Poções, jogar xadrez e escrever colunas.
E-mail: [email protected]

Igor Silva é (quase) jornalista, colaborador do Portal MTV, dono do
blog Lendo & Comentando e… ah, pottermaníaco desde criancinha.
E-mail: [email protected]

Isadora Cecatto é estudante e colunista do Potterish desde 2006. Foi editora da área de colunas do final de 2008 à metade de 2010 e pretende cursar Jornalismo na UFSC. E-mail: [email protected]

João Victor Bastos é publicitário, designer e ilustrador. Fã de Harry Potter desde 2001.
E-mail: [email protected]

Lucas Sasdelli é Fic-Writer. Especialista em Slashs.
E-mail: [email protected]

Luis Nakajo foi editor das Ish Colunas de março a setembro de 2008 e colunista desde maio de 2007. Seus textos são uma mistura esquisita de semiótica e desejo de ser entendido.
Twitter: @lgnakajo

Mariana Elesbão é analista de sistemas e ama Harry Potter desde que se entende por gente.
E-mail: [email protected]

Mariana Nascimento passou boa parte de sua infância e adolescência se
dedicando a doentias especulações sobre Harry Potter. Hoje é uma
leitora mais saudável e está prestes a se formar em Letras.
E-mail: [email protected]

Mariana Rezende é mais uma estudante de História (não satisfeita em só ser ”mais uma” Mariana) eternamente apaixonada por Remo Lupin.
E-mail: [email protected]

Rochely Droves é estudante. Fã de Harry Potter desde 2001 e apaixonada pelas personagens Belatriz Lestrange e Lilian Potter.

Rodrigo Bruno é formado em História, e atualmente cursa Artes Cênicas. Mora em Curitiba.
E-mail: [email protected]

Rodrigo Salvador é estudante de Direito. Fã desde o lançamento do primeiro livro, leitor assiduo de Fics e H/G de carterinha.
Email: [email protected]

Sheila Vieira é jornalista, e foi editora das seção de Resenhas e das Colunas também.
E-mail: [email protected]

Sonia Manzoni é professora e formada em Letras.
fã incondicional do Shipper R/Hr.
E-mail: [email protected]

Victor Martz é formado em Design Gráfico. Fã de Harry Potter desde 2002, e fã incondicional dos Gêmeos Weasley e prefere ser conhecido por Sr. Vickhart.
E-mail: [email protected]

Yuri Rigon é estudante e mora em São Gonçalo-RJ.
E-mail: [email protected]

Autor
 
Estilo
Amanda Guidorzi
Ana Freitas
Breno Alvarenga
Bruna Moreno
Brunna Cassales
Bruno Barros
Bruno Contesini
Camila Galvez
Carol Alvarenga
Débora Jacintho
Eduardo Andrade
Fernanda D’Elia
Igor Ferreira
Igor Silva
Isadora Cecatto
João Victor Bastos
Larissa Almeida
Luis Nakajo
Luiz Guilherme Boneto
Mariana Elesbão
Mariana Nascimento
Mariana Rezende
Marisa Rosalino Amante
Monique Calmon
Natallie Alcantara
Nilsen Silva
Orlando Louzada
Pâmela Lima
Rodrigo S. Bruno
Rodrigo Salvador
Sheila Vieira
Sonia Manzoni
Victor Martz
Yuri Rigon
Outros autores…
Análises
Caricaturas
Ensaios
Especulações
Resenhas

This post is also available in: Ingls


Seria ela uma Obscurial? Leia “A Misteriosa Vida e Morte de Ariana Dumbledore” e mate suas dúvidas

//Por Vinicius Bellemo - segunda-feira, 05 de dezembro de 2016 às 18:00


Após a estreia de Animais Fantásticos e Onde Habitam nos cinemas de todo mundo, diversas teorias ligadas ao universo de Harry Potter foram desenvolvidas pelos fãs, tendo como base as novas informações fornecidas pelo longa. Uma dessas informações deve-se a revelação dos termos “Obscurus” e “Obscurial”, ambos anunciados em Animais Fantásticos.

Designando todo “Obscurial” como “qualquer jovem bruxo ou bruxa que desenvolveu uma força das trevas parasita, conhecida como Obscurus“, que, segundo o Harry Potter Wikié resultado de ter seus poderes mágicos sendo oprimidos por abuso psicológico ou físico“, os fãs de Harry Potter logo conectaram os termos com a misteriosa doença da famosa irmã mais nova de Alvo Dumbledore: Ariana Dumbledore.

Coincidência ou não, poucos dias após a teoria que caracteriza Ariana Dumbledore como uma Obscurial se espalhar pela internet, o Pottermore divulgou em seu site oficial o seguinte texto: The Mysterious Life and Death of Ariana Dumbledore (A Misteriosa Vida e Morte de Ariana Dumbledore). O texto pode ser encarado quase como uma confirmação oficial de que a irmã do ex-diretor de Hogwarts era realmente uma Obscurial.

Clique aqui para ler “A MISTERIOSA VIDA E MORTE DE ARIANA DUMBLEDORE”, traduzida em primeira mão pela nossa equipe.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...

Magicamente humanos

//Por Pedro Martins - sexta-feira, 02 de dezembro de 2016 às 22:48


Por Clarice Freire

Editado por Pedro Martins

Animais Fantásticos e Onde Habitam chega aos cinemas cerca de 15 anos depois da minha primeira ida ao cinema para ver algo sobre o Mundo Bruxo de J.K. Rowling, e lá vou eu assistir. Teria muito a dizer, mas preciso falar sobre o Credence. Prefiro me deter no quanto aquele personagem me chamou atenção.

Credence (Ezra Miller) é um jovem assustado, estranho, “esquisito”, praticamente mudo. Trêmulo, de olhar baixo, é completamente oprimido pela mãe adotiva que nutria um medo e ódio devastadores contra “bruxas” e queria exterminá-las “para a segurança de todos”. Credence, em segredo, queria apenas fazer parte daquele mundo mágico. Queria aprender, pois guardava dentro de si um “Obscurial”, uma enorme força parasitária concentrada. Ela veio de jovens bruxos que, ao longo dos séculos, foram forçados a esconder sua força, a rejeitá-la, implodi-la, e o seu poder devastador mata em poucos anos quem a estiver hospedando. Atenção para a profundidade desta metáfora que pode passar despercebida.

O personagem de Ezra Miller tenta ser aceito por todos os lados, mas quando não dá às pessoas ao seu redor o que esperam dele, não serve. Não tendo força para reagir, recua cada vez mais. Credence é obviamente uma criatura mágica, mas não sabe como sê-lo. Não sabe na verdade nem quem é, nem o que pode causar com sua força contida. Tão contida, tão tolhida, tão escondida, que fica obscura e o mata lentamente por dentro. Quando a situação chega ao limite, Credence se percebe usado e explode. O Obscurus dentro dele é revelado em toda a sua potência e sai matando, destruindo a cidade, iniciando uma guerra: uma devastação nele mesmo e em tudo o que está ao redor.

Saí do cinema pensando nas milhares de vezes que, em minha própria vida, implodi minha luz simplesmente porque o mundo não a entenderia, não a aceitaria. Eu queria fazer parte de um mundo inventado. E na inutilidade disso, porque ela sempre explode e isso é, de fato, devastador. Algumas vezes libertador, claro. Mas nunca é agradável.  Pensei nas tantas outras pessoas – conhecidas e estranhas – que passaram por isso de maneira muito mais drástica.

Pensei nas vítimas de perseguição, preconceito, opressão, por milhares de motivos, espalhadas pelo mundo. Infelizmente, a lista é interminável.  A “magia” que Rowling retrata é, para mim, claramente essa força contida dentro de cada um de nós. As vezes em que reprimimos nossa luz porque o mundo espera diferente. A ansiedade e a depressão são cada vez mais comuns: é preciso ser, é preciso ter, é preciso corresponder, é proibido fracassar, é terrível decepcionar e, claro, não esqueça de postar. Mostre. O mundo on-line é um prestador de contas constante, presente, como Grindewald encurralando o rapaz na parede: mostre-me, o que você fez? O que conseguiu? Mostre-me que você serve para alguma coisa.

A mensagem de Credence é séria, é triste, mas é um alerta.

Em uma frase, eu diria: somos todos magicamente humanos.

Somos extraordinários e isso não pode ser abafado. Nossa magia mora na unicidade: você é único e isso tem uma potência inimaginável. É perigosíssimo implodir uma força! Deixemos a magia explodir livremente, “para a – verdadeira – segurança de todos”.

Onde habitam os seres fantásticos? Dentro de mim, de você e daquele estranho ao seu lado.

Não deixe

a magia contida.

Que ela brilhe forte,

imensa, sem morte,

cheia de vida.

Clarice Freire é escritora e publicitária por formação. Fez sua primeira viagem à Lua em 2014 com Pó de Lua, sua poesia desenhada em forma de livro. Seguida por mais de um milhão e meio de pessoas nas redes sociais, com dois best-sellers publicados pela Editora Intrínseca, ama a magia das palavras de Rowling desde a infância, por achar que o melhor lugar do mundo é a imaginação.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Fã transforma todos os oito filmes de Harry Potter em apenas um!

//Por Vinicius Bellemo - quarta-feira, 30 de novembro de 2016 às 12:11


Que os fãs de Harry Potter sempre surpreenderam pela tamanha ousadia, isso todos já sabem. E isso é claro desde a crianção das ligas de quadribol terrestre, o surgimento de bandas temáticas sobre Harry Potter e até curtas-metragens inovadores sobre o universo. Porém, recentemente, um fã ultrapassou os limites quando lançou, em sua conta no Vimeo, uma versão que une todos os filmes de Harry Potter em apenas UM longa-metragem!

O filme, que contém apenas setenta e oito minutos de duração, conta com uma montagem interessante e que leva em conta apenas a trama principal da história. Por conta disso, as tramas individuais de cada filme (o resgate da pedra filosofal; o arco envolvendo a câmara secreta; o torneio tribruxo; etc) foram completamente descartadas dessa nova versão.

O filme, chamado de Wizardhood, parece tentar fazer uma espécie de Boyhood potteriano, nos fazendo assistir aos protagonistas da história envelhecerem diante dos nossos olhos. Assistam ao novo corte do filme abaixo, na íntegra.

Antes disso, um outro fã já havia divulgado, em seu canal no Vimeo, uma versão de quase quatro horas de duração que juntava as duas partes das Relíquias da Morte em apenas um filme. Deixando os cortes de lado, o usuário Geoff Bassett pareceu satisfeito em mudar pouca coisa do filme, cortando apenas as cenas que ele parecia julgar serem descartáveis (dentre essas cenas, está a da dança entre o Harry e a Hermione) e também alterando a ordem cronológica de diversas cenas. Assista ao novo corte do filme abaixo.

E aí, o que vocês acharam das novas versões dos filmes? Deixem suas opiniões nos comentários abaixo.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Jogo de “Animais Fantásticos” para smartphones é lançado

//Por Vinicius Bellemo - sexta-feira, 18 de novembro de 2016 às 13:54


O dia 17 de novembro foi extremamente significativo para os fãs de Harry Potter. Além da estreia do tão aguardado “Animais Fantásticos e Onde Habitam” nos cinemas de todo o mundo (confira o que achamos do filme, clicando aqui e aqui), recebemos mais um presente vindo da Warner: o lançamento de um jogo sobre o universo mágico de J.K. Rowling.

O game, nomeado de “Animais Fantásticos: Casos do Mundo Mágico“, coloca o jogador como um funcionário do Ministério da Magia responsável por desvendar mistérios, proteger animais mágicos, fazer feitiços e poções, enquanto interage online com outros jogadores.

Leia abaixo a descrição oficial do jogo:

screen520x924-3

Domine suas habilidades mágicas ao mergulhar no mundo bruxo para investigar acontecimentos inexplicáveis: Em uma nova aventura inspirada pelo Mundo Bruxo de J.K. Rowling,  aproveite todas as novas experiências descobrindo objetos escondidos, entrevistando testemunhas, analisando provas, e fazendo feitiços para revelar e proteger as criaturas mágicas que estão no centro de cada caso misterioso. Resolva mistérios inéditos: As pistas para desvendar os segredos do mundo bruxo estão escondidas à vista de todos. Só você tem a habilidade e o talento para achar as respostas ao mergulhar neste mundo indescritível de criaturas mágicas. Você vai lançar feitiços, fazer poções e decifrar pistas escondidas para investigar e resolver mistérios originais. Ajude o Ministério da Magia: Por ser um dos novos recrutas mais brilhantes, o Ministério da Magia está contando com você para desvendar o caso do Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas. De pelúcios a unicórnios, centauros a dragões, seu dever é protegê-los todos. Use todo o seu conhecimento para investigar os acontecimentos com criaturas, e para provar que você é o assistente mais inteligente e astuto de todos. Faça magia com os seus amigos: Junte-se à comunidade mágica e desvendem juntos os segredos do mundo bruxo. Veja como você se sai em comparação aos seus colegas recrutas, e dê uma mão aos seus amigos.

O jogo já está disponível para os celulares e tablets com sistema Android e iOS.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Seção Granger: “Além-Mundos”, de Scott Westerfeld

//Por Kaio Rodrigues - domingo, 13 de novembro de 2016 às 17:28


Anna Luisa constantino, editora do Potterish, vem à Seção Granger deste domingo para falar sobre “Além-Mundos”, lançamento da Galera Record escrito pelo americano Scott Westerfeld, famoso pela autoria da série “Feios”.

Para ler a resenha crítica na íntegra, acesse a extensão deste post.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

A magia das estreias

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 às 15:00


Os filmes da série “Harry Potter” são alvo de inúmeras paixões. Alguns fãs os idolatram, outros apenas os toleram devido às inúmeras adaptações e modificações no enredo, necessárias para que a história pudesse ser encaixada ao modelo cinematográfico.

Neste 2016 que se inicia, novidades são prometidas, entre elas a estreia de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” em 17 de novembro. Aproveitando a deixa, nosso colunista Stefano Sant´Anna nos fala hoje sobre a experiência de participar das estreias ao longo da série, numa coluna repleta de nostalgia que você vai adorar ler e comentar.

“E mesmo já conhecendo algumas cenas por spoilers, quando o filme começava, aquele determinado figurino, tomada ou diálogo parecia novo outra vez, enchendo os nossos olhos de paixão enquanto nos divertíamos por meio do roteiro que o mundo, por conta dos livros, sabia como iria acabar.”

Comentários: 4

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Harry Potter e a Magia Arcana

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 05 de fevereiro de 2016 às 16:00


Quando se fala em magia, dentro ou fora do universo de “Harry Potter”, costumamos despertar paixões e longos debates. Ocultismo, bruxaria, rompimentos de valores tradicionais… Tudo isso costuma ser associado à magia em geral, e justamente por isso, “Harry Potter” foi proibido em várias bibliotecas e escolas conservadoras mundo afora.

Ocorre que, nesta sexta-feira de carnaval, nós do Potterish tiraremos você do samba de todos os anos para ler uma coluna escrita por alguém que conhece o tema profundamente. Nosso colunista Joaquim Rodrigues nos fala hoje sobre magia num post repleto de novos conceitos, cuja leitura, estou certo, lhe engrandecerá. Não deixe de ler e comentar!

“Assim como os bruxos de J.K. Rowling, os magos da vida real buscam no estudo, nos exercícios e treinamentos compreender todo o trajeto feito por estas energias. ‘Por que estas palavras mágicas realizam tal efeito?’, ‘Qual a composição desta poção?’, ‘O que devo fazer para manipular este fluído?’, ‘Como posso viajar para minhas memórias passadas?’… São algumas das perguntas realizadas pelo estudante arcano.”

Comentários: 12

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Um tributo à imortalidade

//Por Pedro Martins - quinta-feira, 14 de janeiro de 2016 às 17:23


Em homenagem ao falecimento do ator Alan Rickman, o nosso eterno Severo Snape, o editor-chefe de colunas do Potterish Luiz Guilherme Boneto escreveu o que intitulamos um tribulo à imortalidade.

“Alan Rickman não é o tipo de pessoa que morre. Ele deixou um longo e extenso legado, e nós tivermos sorte: foi ele o intérprete de Snape, um dos personagens mais queridos e corajosos do mundo bruxo.”

Juntem-se a nós lendo e compartilhando esta singela homenagem na extensão da notícia.

Comentários: 4

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Porquê 2015 foi o ano de “Harry Potter”

//Por Luiz Guilherme - quinta-feira, 07 de janeiro de 2016 às 17:00


Sobraram manifestações nas redes sociais criticando o ano de 2015. Crise política e econômica no país (e financeira para muitos), além de inúmeros eventos pessoais não muito agradáveis fizeram do ano que passou um período abominável para milhares de pessoas.

A nossa colunista Natallie Alcantara, porém, tem uma outra visão a respeito de 2015 para nos apresentar. Leia na coluna de hoje e não se esqueça de se manifestar nos comentários!

“(…) digo que 2015 foi um ano marcante. 2016 trará muitas coisas boas e a execução de coisas somente anunciadas em 2015, e por isso talvez tenha mais motivos pra ser um ano marcante, mas ainda assim. Afinal, é sempre esse prenúncio que nos deixa na tremedeira pela antecipação que faz tudo valer a pena, concordam?”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Acordando com dementadores

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 09 de outubro de 2015 às 16:00


A depressão é uma doença que afeta milhões de pessoas no mundo todo – e o número só aumenta. Como se não bastasse o mal que causa às suas vítimas, a depressão é negligenciada e os que dela sofrem, geralmente são alvo de preconceito. As pessoas tendem a julgar os depressivos como pessoas preguiçosas, indispostas ao trabalho, o que não é apenas uma ignorância a respeito da doença, mas também uma crueldade com as pessoas que padecem dela.

Nossa colunista Luciana Barbosa resolveu, de maneira sensível e brilhante, traçar na coluna desta sexta um paralelo entre a depressão e o mal causado pelos dementadores, algo que a própria J.K. Rowling já havia mencionado em outras oportunidades. Trata-se de um texto imperdível, e eu se fosse você não deixaria de ler e comentar!

“Assim como ocorreu com Rowling, esse mal atinge homens, mulheres e até crianças por todo o mundo, embora poucos entendam suas causas e sintomas corretamente. Por isso a autora inseriu essa vilã na saga e fez questão de abordar o seu caso de maneira pública em entrevistas, chamando assim atenção para um problema que tantas vezes é tratado com preconceito e despreparo. Depressão não é preguiça; depressão não é loucura.”

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...