Colunas

Os textos que você encontra neste cantinho do Potterish já têm lá a sua história. Alguns criaram asas e tocaram vidas que, a princípio, pareciam não ser capazes de alcançar.

Mas o leitor que temos no peito é você, que chegou aqui para ler aquela enxurrada de notícias do Potter-mundo e que precisa também de um respiro para entender melhor o que esta longa obra de ficção significa e pode significar para as pessoas.

Nosso corpo de colunistas está aqui para isto: para ler livros e filmes e o que mais vier –para chegar a algumas visões novas, pontos de ligação. Estamos aqui, na verdade, para oferecer momentos de leitura ativa de Harry Potter, seu papel no nosso mundo –e no mundo inteiro, por extensão.

Tipos de Texto

Os textos são aqui publicados em uma das 5 categorias abaixo:

Ensaios: Textos que utilizam a obra como catapulta para vôos filosóficos.
Caricaturas: Textos que exploram o “lado B” das personagens.
Resenhas: Conversas sobre as obras lidas pelos colunistas.
Análises: Textos que cruzam obras e/ou comparam partes do enredo.
Especulações: Textos relativos ao enredo da obra.

Corpo de colunistas

Amanda Guidorzi é estudante de Jornalismo e fã de Harry Potter há mais anos do que sua idade denuncia.
E-mail: [email protected]

Brunna Cassales é uma estudante, leitora voraz e “inventora de histórias” que foi cativada por Harry Potter aos 8 anos. Além de colunista, também é editora da seção de Resenhas, e é Lufa-Lufa de todo coração.
E-mail: [email protected]

Bruno Barros ainda está em dúvida entre Jornalismo e Estudo dos Trouxas. É difícil acreditar que ele fica quieto para ler e escrever, quando vemos seu temperamento agitado e chato, e realmente gosta disso.
E-mail: [email protected]

Bruno Contesini é Estudante de Engenharia Química, orientador de física e escritor.
E-mail: [email protected]

Débora Jacintho é estudante de História, aspirante a diplomata, e fã de Harry Potter desde os onze anos.
E-mail: [email protected]

Luiz Guilherme Boneto é campineiro – com muito orgulho -, estudante de Jornalismo, fã incondicional dos livros e editor da seção de Colunas desde 2012. Ah, e é também Corvinal de coração e carteirinha.
E-mail: [email protected]

Monique Calmon é carioca e estudante de Engenharia Elétrica. É fascinada por analisar os personagens e a simbologia em Harry Potter.
E-mail: [email protected]

Natallie Alcantara é paraense, amante de livros desde que se entende por gente. Passou os melhores dias de sua adolescência com um livro de Harry Potter debaixo do braço. Historiadora e Bibliotecária, bibliófila por vocação, Janeite por aptidão e Tolkeniana de coração.
E-mail: [email protected]

Nilsen Silva é jornalista, discípula de Remo Lupin e atualmente sonha em publicar um livro. Leitora voraz, ela fala sobre livros e algumas outras coisas no blog Mudando de Assunto.
E-mail: [email protected]

Orlando Louzada, corvino, jurou solenemente que não pretendia fazer nada de bom. Biólogo em formação, escreve colunas entre poliquetas e mandrágoras
E-mail: [email protected]

Nobres “aposentados”

Ana Paula Soares é estudante de Jornalismo. Viciada em Feijãozinhos de todos os sabores.
E-mail: [email protected]

Breno Alvarenga é itabirense e estudante.
E-mail: [email protected]

Bruna Moreno é jornalista e foi editora da seção de Colunas
E-mail: [email protected]

Camila Galvez é estudante de Jornalismo e chefiou as colunas até se tornar uma repórter verde super-requisitada. É fã de Harry Potter desde 2000 e aficcionada pelo número Sete.
E-mail: [email protected]

Daiane Dal Libero é estudante e estagia na Unifolha de Campo Grande-MS.
E-mail: [email protected]

Eduardo Andrade é estudante, mais conhecido como Duxx.
E-mail: [email protected]

Igor Ferreira é corvino desde o berço, cursa Direito e anseia por um escritório apertado no nível dois do Ministério. Enquanto sonha com o futuro, gosta de pescar dilátex, praticar Poções, jogar xadrez e escrever colunas.
E-mail: [email protected]

Igor Silva é (quase) jornalista, colaborador do Portal MTV, dono do
blog Lendo & Comentando e… ah, pottermaníaco desde criancinha.
E-mail: [email protected]

Isadora Cecatto é estudante e colunista do Potterish desde 2006. Foi editora da área de colunas do final de 2008 à metade de 2010 e pretende cursar Jornalismo na UFSC. E-mail: [email protected]

João Victor Bastos é publicitário, designer e ilustrador. Fã de Harry Potter desde 2001.
E-mail: [email protected]

Lucas Sasdelli é Fic-Writer. Especialista em Slashs.
E-mail: [email protected]

Luis Nakajo foi editor das Ish Colunas de março a setembro de 2008 e colunista desde maio de 2007. Seus textos são uma mistura esquisita de semiótica e desejo de ser entendido.
Twitter: @lgnakajo

Mariana Elesbão é analista de sistemas e ama Harry Potter desde que se entende por gente.
E-mail: [email protected]

Mariana Nascimento passou boa parte de sua infância e adolescência se
dedicando a doentias especulações sobre Harry Potter. Hoje é uma
leitora mais saudável e está prestes a se formar em Letras.
E-mail: [email protected]

Mariana Rezende é mais uma estudante de História (não satisfeita em só ser ”mais uma” Mariana) eternamente apaixonada por Remo Lupin.
E-mail: [email protected]

Rochely Droves é estudante. Fã de Harry Potter desde 2001 e apaixonada pelas personagens Belatriz Lestrange e Lilian Potter.

Rodrigo Bruno é formado em História, e atualmente cursa Artes Cênicas. Mora em Curitiba.
E-mail: [email protected]

Rodrigo Salvador é estudante de Direito. Fã desde o lançamento do primeiro livro, leitor assiduo de Fics e H/G de carterinha.
Email: [email protected]

Sheila Vieira é jornalista, e foi editora das seção de Resenhas e das Colunas também.
E-mail: [email protected]

Sonia Manzoni é professora e formada em Letras.
fã incondicional do Shipper R/Hr.
E-mail: [email protected]

Victor Martz é formado em Design Gráfico. Fã de Harry Potter desde 2002, e fã incondicional dos Gêmeos Weasley e prefere ser conhecido por Sr. Vickhart.
E-mail: [email protected]

Yuri Rigon é estudante e mora em São Gonçalo-RJ.
E-mail: [email protected]

Autor
 
Estilo
Amanda Guidorzi
Ana Freitas
Breno Alvarenga
Bruna Moreno
Brunna Cassales
Bruno Barros
Bruno Contesini
Camila Galvez
Carol Alvarenga
Débora Jacintho
Eduardo Andrade
Fernanda D’Elia
Igor Ferreira
Igor Silva
Isadora Cecatto
João Victor Bastos
Larissa Almeida
Luis Nakajo
Luiz Guilherme Boneto
Mariana Elesbão
Mariana Nascimento
Mariana Rezende
Marisa Rosalino Amante
Monique Calmon
Natallie Alcantara
Nilsen Silva
Orlando Louzada
Pâmela Lima
Rodrigo S. Bruno
Rodrigo Salvador
Sheila Vieira
Sonia Manzoni
Victor Martz
Yuri Rigon
Outros autores…
Análises
Caricaturas
Ensaios
Especulações
Resenhas

This post is also available in: Inglês


Harry Potter e a Magia Arcana

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 05 de fevereiro de 2016 às 16:00


Quando se fala em magia, dentro ou fora do universo de Harry Potter, costumamos despertar paixões e longos debates. Ocultismo, bruxaria, rompimentos de valores tradicionais… Tudo isso costuma ser associado à magia em geral, e justamente por isso, Harry Potter foi proibido em várias bibliotecas e escolas conservadoras mundo afora.

Ocorre que, nesta sexta-feira de carnaval, nós do Potterish tiraremos você do samba de todos os anos para ler uma coluna escrita por alguém que conhece o tema profundamente. Nosso colunista Joaquim Rodrigues nos fala hoje sobre magia num post repleto de novos conceitos, cuja leitura, estou certo, lhe engrandecerá. Não deixe de ler e comentar!

“Assim como os bruxos de J. K. Rowling, os magos da vida real buscam no estudo, nos exercícios e treinamentos compreender todo o trajeto feito por estas energias. ‘Por que estas palavras mágicas realizam tal efeito?”, “Qual a composição desta poção?”, “O que devo fazer para manipular este fluído?”, “Como posso viajar para minhas memórias passadas?’… São algumas das perguntas realizadas pelo estudante arcano.”

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Um tributo à imortalidade

//Por Pedro Martins - quinta-feira, 14 de janeiro de 2016 às 17:23


Em homenagem ao falecimento do ator Alan Rickman, o nosso eterno Severo Snape, o editor-chefe de colunas do Potterish Luiz Guilherme Boneto escreveu o que intitulamos um tribulo à imortalidade.

“Alan Rickman não é o tipo de pessoa que morre. Ele deixou um longo e extenso legado, e nós tivermos sorte: foi ele o intérprete de Snape, um dos personagens mais queridos e corajosos do mundo bruxo.”

Juntem-se a nós lendo e compartilhando esta singela homenagem na extensão da notícia.

Comentários: 4

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Porquê 2015 foi o ano de “Harry Potter”

//Por Luiz Guilherme - quinta-feira, 07 de janeiro de 2016 às 17:00


Sobraram manifestações nas redes sociais criticando o ano de 2015. Crise política e econômica no país (e financeira para muitos), além de inúmeros eventos pessoais não muito agradáveis fizeram do ano que passou um período abominável para milhares de pessoas.

A nossa colunista Natallie Alcantara, porém, tem uma outra visão a respeito de 2015 para nos apresentar. Leia na coluna de hoje e não se esqueça de se manifestar nos comentários!

“(…) digo que 2015 foi um ano marcante. 2016 trará muitas coisas boas e a execução de coisas somente anunciadas em 2015, e por isso talvez tenha mais motivos pra ser um ano marcante, mas ainda assim. Afinal, é sempre esse prenúncio que nos deixa na tremedeira pela antecipação que faz tudo valer a pena, concordam?”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Acordando com dementadores

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 09 de outubro de 2015 às 16:00


A depressão é uma doença que afeta milhões de pessoas no mundo todo – e o número só aumenta. Como se não bastasse o mal que causa às suas vítimas, a depressão é negligenciada e os que dela sofrem, geralmente são alvo de preconceito. As pessoas tendem a julgar os depressivos como pessoas preguiçosas, indispostas ao trabalho, o que não é apenas uma ignorância a respeito da doença, mas também uma crueldade com as pessoas que padecem dela.

Nossa colunista Luciana Barbosa resolveu, de maneira sensível e brilhante, traçar na coluna desta sexta um paralelo entre a depressão e o mal causado pelos dementadores, algo que a própria J.K. Rowling já havia mencionado em outras oportunidades. Trata-se de um texto imperdível, e eu se fosse você não deixaria de ler e comentar!

“Assim como ocorreu com Rowling, esse mal atinge homens, mulheres e até crianças por todo o mundo, embora poucos entendam suas causas e sintomas corretamente. Por isso a autora inseriu essa vilã na saga e fez questão de abordar o seu caso de maneira pública em entrevistas, chamando assim atenção para um problema que tantas vezes é tratado com preconceito e despreparo. Depressão não é preguiça; depressão não é loucura.”

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Proibir ou permitir, eis a questão

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 02 de outubro de 2015 às 16:00


Num período em que o extremismo religioso se faz presente e cresce nos quatro cantos do mundo, inclusive no Brasil, obras literárias e artísticas fantásticas são renegadas e até mesmo destruídas em atos de fanatismo. E com Harry Potter, tanto em épocas de lançamento de novos livros como agora, foi uma das obras que não passaram ilesas a essa movimentação.

Quem não se lembra dos livros queimados, dos longos tutoriais da internet orientando pais a não permitir o contato de seus filhos com a série, sob interpretações tortas de livros sagrados? Na coluna desta sexta nossa colunista Natallie Alcantara novamente nos brinda com sua costumeira inteligência, em mais um texto interessante e coerente. Não deixe de ler e comentar!

“Eu, não somente como fã da série, mas como profissional bibliotecária e uma pessoa que passou a vida inteira com um livro enfiado debaixo do nariz (e eu não quero ser nojentamente metida, mas sim, eu já li de tudo um pouco), acho que banir uma obra literária é a maior asneira que alguém pode fazer. Será que aqueles que decidem banir um livro de uma biblioteca conhecem o ditado ‘Tudo que é proibido é mais gostoso’?”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Criações trouxas que tornam o mundo bruxo (ainda mais) real

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 25 de setembro de 2015 às 16:00


Fosse você de fato um bruxo (e eu suponho que seja, porque eu sou e tudo mais), teria à sua disposição uma série de objetos mágicos fascinantes, alguns muito acessíveis, outros nem tanto. Varinha mágica, capa da invisibilidade, vassoura de corrida… Tudo seria incorporado à sua realidade, com o perdão do trocadilho, num passe de mágica.

Nossa colunista Juliani Flyssak aproveita para nos brindar com uma nova visão sobre o assunto: as criações trouxas sobre os objetos mágicos retratados em Harry Potter. Várias empresas têm tentado recriar os itens que os bruxos da série usam de forma corriqueira. A coluna de hoje está simplesmente imperdível!

“Como diria Arthur Weasley, “qual é a função de um patinho de borracha?”. Há bruxos interessados em criações trouxas, mas o contrário também existe.”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Onde podemos encontrar magia

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 18 de setembro de 2015 às 16:00


A magia é uma temática extremamente abstrata, e mesmo inserida no universo de Harry Potter, talvez não seja exatamente fácil definir a magia em si. Podemos classificá-la como um poder extraordinário de fazer as coisas acontecerem? Ou quem sabe, a magia está dentro de cada um de nós, e quem sabe ela possa ser vista em cada atitude que tomamos no dia-a-dia?

Usando elementos da série e dos contos anexos a ela, nosso colunista Arthur de Lima nos brinda nesta tarde com um ensaio a respeito da magia, seus poderes, suas consequências. Afinal, o que é magia para você?

“Se a decepção em nós, trouxas, já nos infere consequências que atingem a pessoa que sequer imaginamos, imaginem só os efeitos com tamanho poder e tamanha depressão. Mas convenhamos: neste mundo louco e jogado às traças, sobrevivermos mais um dia sem magia é onde se encontra a verdadeira mágica.”

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

A Varinha das Varinhas

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 11 de setembro de 2015 às 16:00


Você decerto gostaria de possuir uma série de objetos mágicos, correto? Talvez uma capa da invisibilidade? Ou que tal um relógio que indica onde seus familiares estão, como o dos Weasley? Também creio que seria muito útil uma vassoura de corrida, para que você possa se locomover rapidamente, e digamos, com muita emoção.

Stefano Sant´Anna, um dos novos colunistas Potterish, nos fala na coluna de hoje sobre o objeto mágico mais cobiçado de todos: a varinha. Amada e temida, ela possui o poder da vida e da morte. E você possui o poder de ler e comentar!

“Quando um mero mortal denominado leitor pega um livro de fantasia para ler, já espera que seja transportado para outro mundo, onde coisas sobrenaturais ganham a maior normalidade possível no mundo natural. Em Harry Potter, tudo isso pode acontecer na vida de uma pessoa comum desde que ela possua uma varinha. Que, por sinal, escolhe a pessoa.”

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

A magia se perdeu?

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 04 de setembro de 2015 às 16:00


Desde o lançamento de Harry Potter e as Relíquias da Morte, em 2007, todos nós nos sentimos um pouco órfãos. Novos livros e séries vieram e se foram, mas nutrimos o sentimento de que, no fim das contas, nenhuma obra é como Harry Potter.

Nosso novo colunista Joaquim Rodrigues estreia hoje no Potterish com uma análise contundente a respeito da maneira como as séries que chegaram após Harry Potter não conseguiram fazer sucesso parecido. Você concorda com ele? Leia e deixe seu comentário!

“Em meio a toda essa modernidade vejo tudo parecer tão superficial… Não, não estou falando de Harry Potter. Estou falando da literatura pós J. K. Rowlling. Olho para o trabalho de nossa querida autora e vejo o fim de uma era. Parece que a literatura fantástica entrou em crise”

Comentários: 11

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

O que faz de Rabicho um grifinório?

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 16:00


O Chapéu Seletor costuma selecionar os alunos para as quatro casas de Hogwarts com base em determinados critérios. Para a Grifinória, que é decerto a casa mais amada pelos fãs, costumam ir os estudantes “corajosos” e “destemidos”.

Ao mesmo tempo, o detestável Pedro Pettigrew costuma ser lembrado pela covardia que condicionava seus atos. Você já se perguntou, portanto, o que levou o sábio Chapéu Seletor de Hogwarts a colocá-lo na Grifinória, ao lado de Tiago Potter, Sirius Black e Remo Lupin? Confira a análise da nossa nova colunista Laura Zacca e dê a sua opinião!

“Todos sabemos que o Chapéu Seletor jamais erra ao escolher qual casa de Hogwarts um aluno deverá ficar. Ele próprio, durante a seleção de casas do quarto ano de Harry na escola de magia, afirma em sua canção: ‘Até hoje ainda não me enganei’. Ora, se até hoje ele ainda não se enganou, o que o fez selecionar Pedro Pettigrew, provavelmente o personagem mais covarde criado por J.K. Rowling, para a casa dos corajosos, a casa de Godric Gryffindor? “

Comentários: 4

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

J.k Rowling comenta sobre uma teoria envolvendo o conto dos três irmãos

//Por Carol Oliveira - sábado, 22 de agosto de 2015 às 16:29


Nas diversas redes sociais, principalmente o Tumblr, está vindo com força uma teoria que assim como Voldemort, Snape e Harry serem representados como os três irmãos temos a adição de Dumbledore como a morte.

As principais provas disto são de onde as três relíquias da morte vieram, e conforme os livros nos mostraram Dumbledore teve posse destas três relíquias. Toda esta teoria é somada a uma pergunta de uma fã, a [J.K Rowling], sobre qual era a teoria favorita da autora e ela apenas responde ” Dumbledore é a morte. Esta é uma bela teoria e ela se encaixa”.

Esta teoria, consiste na ideia que cada irmão, que faz parte do livro Os Contos de Beedle o Bardo na história dos Três Irmãos, é representado por um personagem da saga. Isto é o primeiro irmão, que pede a Varinha das Varinhas, numa tentativa de dominar a possibilidade de morte, é Voldemort; o segundo irmão, que pede a Pedra da Ressurreição de luto pela morte de sua amante morta, é Snape, para sempre assombrado por seu papel na morte de seu amor Lilian Potter; e o terceiro irmão, que usa a capa da invisibilidade para se esconder da morte antes de cumprimentar ela “como um velho amigo,” é Harry, que prontamente aceita sua morte para salvar seus amigos.

 

O que acham desta teoria, ainda mais afirmada pela autora ?  

Comentários: 7

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

O diabo veste rosa

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 21 de agosto de 2015 às 16:00


Você, que aguardou por meses a publicação de “Harry Potter e a Ordem da Fênix” no Brasil, deve ter analisado com grande minúcia a forma como Dolores Umbridge pode ser odiosa. Manipuladora, cínica e extremamente maldosa, Umbridge tornou-se uma das vilãs mais influentes da saga porque ela é adoravelmente detestável.

Nosso novo colunista Kaio Rodrigues decidiu inaugurar seus textos no Potterish com uma análise a respeito de Umbridge e dos motivos que o levaram a amá-la odiando. Não se esqueça de ler e comentar!

“Sua maldade surge aos poucos, diluída em decretos, castigos e torturas direcionados aos estudantes de Hogwarts, e que, aos poucos, vão fazendo-a galgar postos até assumir a direção da escola.”

Comentários: 2

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Sirius Black: culpa e castigo

//Por Luiz Guilherme - sexta-feira, 14 de agosto de 2015 às 17:30


As nossas colunas estão de volta, pessoal! Nossa equipe agora conta com membros novos, cujas colunas você poderá acompanhar a partir da semana que vem, todas as sextas-feiras!

E para retornar com todo o gás, nossa veterana Juane Vaillant escolheu analisar a fundo um dos personagens mais queridos dos fãs: Sirius Black. Nossa colunista buscou elementos ao longo de toda a série para compor o texto que você vai ler hoje. Aguardamos os seus comentários!

“O julgamento é o caminho mais fácil. E Sirius é um prato cheio. Imprudente, arrogante, com fortes tendências a quebrar as regras. Quem vai duvidar? Até que lhe dão voz, para ele sair do posto de vilão e se tornar um dos personagens mais amados da saga. Alguém que passou doze anos preso por um crime que não cometeu. E suas características de ‘vilão’, logo passam a ser vistas como as de alguém que está quebrado por dentro.”

Comentários: 5

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

RESENHA: “Por um toque de ouro”, por Carolina Munhóz

//Por Pedro Martins - domingo, 28 de junho de 2015 às 16:00


Primeiro livro da trilogia “Trindade Leprechaun”, escrito pela paulista Carolina Munhóz e publicado pela Editora Rocco em junho deste ano, “Por um toque de ouro” é um livro que todos os amantes da Literatura Fantástica devem ler, pois com certeza não vão se decepcionar!

Trago hoje uma resenha crítica sem spoilers desta obra digna de vários elogios, como pode ser conferido no modo notícia completa.

Comentários: 1

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Relembrando velhos amigos

//Por Luiz Guilherme - domingo, 19 de abril de 2015 às 17:18


Estamos num ano cheio de novidades para os fãs de Harry Potter, e a todo momento a série é relembrada por novos e antigos potterheads, em todo lugar. Por mais que a série tenha finalizado seus lançamentos há um tempo, impressiona a forma como ela continua a ser lida nos quatro cantos do mundo.

Nossa colunista Nilsen Silva vem hoje compartilhar conosco uma experiência que ela vem tendo nos últimos tempos. Você pode até já ter feito o mesmo, mas garanto que deve ler a coluna deste domingo, para conhecer a forma genial como a nossa colunista a expõe para nós.

“Vim aqui para compartilhar uma experiência que está sendo incrível… tão incrível que eu já temo o momento em que tudo terminar”.

Comentários: 3

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...