RESENHA: “Por um toque de ouro”, de Carolina Munhóz

//Por Pedro Martins - domingo, 28 de junho de 2015 às 16:00

Primeiro livro da trilogia “Trindade Leprechaun”, escrito pela brasileira Carolina Munhóz e publicado pelo selo Fantástica da Editora Rocco em junho deste ano, “Por um toque de ouro” é um livro que todos os amantes da Literatura Fantástica devem ler, pois com certeza não vão se decepcionar!

Trago hoje uma resenha crítica desta obra digna de vários elogios, como vocês podem ler na extensão da notícia e, claro, registrar suas opiniões no comentários!

“Por um toque de ouro”, de Carolina Munhóz
Resenha crítica por Pedro Martins

Sorte, dinheiro e fama sempre correram no sangue da irlandesa Emily O’Connell, herdeira de uma das marcas mais famosas e luxuosas de sapatos e bolsas do mundo. A ruiva, com o seu corpo de supermodelo e sempre munida de muito glamour, tornara-se um ícone de seu país: era venerada por milhões de garotas e cortejada por diversos rapazes.

Você alguma vez já parou para se perguntar qual seria o motivo de algumas pessoas terem tanto sucesso na vida, parecerem abençoadas até, mas, às vezes, perderem tudo o que têm da noite para o dia? Basta olhar ao redor, estamos cercados de exemplos, e isso tudo é no mínimo muito intrigante, não?!

No St. Patrick’s Day, junta do seu amigo Darren, Emily sai para comemorar o provável dia de santos mais celebrado do planeta. Até então, tudo acontecia nos perfeitos conformes: a já milionária garota, concorrendo com diversos homens (e nenhuma mulher), ganha mais alguns milhões em uma mesa de pôquer. Algumas horas depois, entretanto, sua atípica sorte bate de frente com o azar: Emily quase é estuprada no banheiro da festa. O diferencial entre ela e as outras milhares de vítimas desse bárbaro crime é que ela se livra do criminoso de uma forma anormal e mágica.

“- Eu disse para PARAR.

O corpo do rapaz foi jogado de maneira súbita para a outra extremidade do cubículo. O baque foi tão forte que causou um estrondo parecido com o de um canhão…”

A partir desse dia, tudo muda em sua vida. Pouco tempo depois, Emily conhece o intrigante e irônico americano Aaron Locky, pelo qual sente uma atração incontrolável e inexplicável à primeira vista. Aaron desde o começo parece muito sábio e aparenta guardar diversos segredos, mas Emily nunca imaginaria que ela poderia estar envolvida em uma tradição secular lendária. “Talvez fosse mesmo um Leprechaun”.

Como mostrado acima, a parte mitológica do livro é um dos pontos mais fortes da narrativa de estreia da trilogia “Trindade Leprechaun”. Carolina Munhóz habilidosamente reinventa a lenda dos carimbados duendes barbudos de vestimentas verdes em algo novo, contemporâneo e que faz todo sentido!

Os personagens são um detalhe à parte: todos são extremamente bem construídos e verossímeis, desde a poderosa protagonista até o seu melhor e mais fiel amigo, passando pelo misterioso Aaron aos outros colegas da garota, cada um com suas particularidades e semelhanças. Felizmente, o mesmo pode ser dito dos cenários em que a história se passa, pois é evidente o cuidado que a autora teve ao descrevê-los, fazendo com que o leitor se sinta dentro de Dublin.

Nunca tive contato com os livros anteriores da Carol, que inclusive trabalha comigo no Potterish, mas pude ter por meio deste uma ótima impressão da escrita da autora. De leitura rápida e fácil, mas nem por isso ruim ou desprazerosa, “Por um toque de ouro” é um livro que todos os amantes da Literatura Fantástica devem ler, pois com certeza não vão se decepcionar e, assim como eu, ficarão extremamente ansiosos pela continuação!

272 páginas, Editora Rocco (Fantástica), publicado em 2015.

Pedro Martins é estudante, leitor, Webmaster do Potterish e resenhista do The Guardian.

Voltar |
Categorias: Estilo, Livros, Resenhas, Resenhas
Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (Nenhum voto até o momento)
Loading...

Comentários